Atualização sobre Murillo: Forest sobe valor e Corinthians pode levar mais de R$ 40 milhões

4 minutos de leitura

Murillo é o nome do momento na Premier League 2023/24. Depois de ser avaliado como a possível maior venda da história do Nottingham Forest, o brasileiro pode ter seu valor de transferência ainda mais ampliado.

O jornal inglês “Telegraph”, que já havia publicado anteriormente que o zagueiro seria vendido por 50 milhões de libras, noticiou nesta quinta-feira (21) que esse será o valor mínimo exigido pelo Forest, pois não estaria “sob pressão para aceitar ofertas baixas”. No entanto, o clube acredita que pode receber ainda mais.

Nottingham Forest quer £ 70 milhões por Murillo

Comprado do Corinthians por 11 milhões de libras, agora, Murillo, segundo o Nottingham Forest, vale e pode ser vendido por 70 milhões de libras (R$ 440 milhões). Dessa forma, ele se tornaria a maior venda da história do clube, ultrapassando a transação de Brennan Johnson. O atacante foi vendido ao Tottenham em 2023 por 47,5 milhões de libras.

A venda recorde também deve beneficiar o Corinthians. O clube paulista mantém 10% dos direitos econômicos do jogador, podendo levar até R$ 44 milhões caso a venda se concretize pelo valor esperado.

Murillo em ação pelo Corinthians
Murillo em ação pelo Corinthians (Foto: Icon Sport)

Murillo puxa ‘barca' de saídas do Nottingham Forest

O próximo alvo de mercado depois do zagueiro brasileiro já está definido: o meio-campista Morgan Gibbs-White. O inglês de 24 anos já é alvo de Tottenham e West Ham no mercado da bola, segundo o site “TalkSport”. O camisa 10 chegou ao City Ground em 2022, rendendo 35 milhões de libras ao Wolverhampton na época.

O “Talk Sport” afirma que Gibbs-White deve sair do Forest por 42 milhões de libras mais complementos (R$ 264,8 milhões), mas a apuração do “Telegraph” diz que o a equipe de Nuno Espírito Santos também não aceitará menos que 50 milhões de libras pelo meia.

O camisa 10 do Forest é um dos destaques do time, mesmo em uma temporada abaixo da média. Gibbs-White é o vice-líder em assistências, finalizações por jogo, grandes chances criadas e em dribles certos por jogo na equipe.

A venda dos dois atletas será impulsionada pela punição aplicada sobre o Forest nesta semana. O clube sofreu uma dedução de quatro pontos na tabela da Premier League por ter infringido as regras do PSR — o fair play financeiro inglês —, o que deve obrigá-lo a liberar jogadores importantes a fim de evitar novas sanções.

Foto: Icon sport
Maria Tereza Santos
Maria Tereza Santos

Me formei em Jornalismo pela PUC-SP em 2020. Antes de escrever para a PL Brasil, fui editora na ESPN e repórter na Veja Saúde, Folha de S.Paulo e Superesportes.