Morre Txetxu Rojo, ídolo do Athletic Bilbao

2 minutos de leitura

Nesta sexta-feira (23), o mundo do futebol e principalmente os torcedores do Athletic Bilbao receberam a triste notícia do falecimento de Txetxu Rojo. A notícia foi divulgada pelo clube, no qual o ex-jogador é um dos maiores ídolos.

Em toda a sua carreira, o ex-jogador defendeu apenas as cores do Athletic Bilbao, em um total de 17 temporadas e quase 550 jogos. Além disso, comandou o clube em duas oportunidades como treinador, após a aposentadoria em 1982.

Morre Txetxu Rojo, ídolo do Athletic Bilbao

A lenda do futebol e ídolo do Athletic BilbaoJosé Francisco Rojo Arroita, mais conhecido como Txetxu Rojo faleceu nesta sexta-feira (23), aos 75 anos, no munícipio de Leioa, na Espanha, ao lado dos familiares. A notícia foi divulgada pela diretoria do Bilbao no site oficial do clube. A causa da morte do ex-jogador não foi informada, mas enfrentava problemas de saúde.

A carreira de Txetxu Rojo foi marcada por defender apenas um clube. A saber, iniciou a trajetória no futebol defendendo as cores do Athletic Bilbao em 1965, atuando principalmente como ponta-esquerda.

Em suma, disputou 17 temporadas pela equipe do País Basco, sendo titular absoluto no decorrer de sua carreira, destacando-se pelo talento e qualidade técnica. Assim, entrou em campo em 18 oportunidades defendendo a Seleção Espanhola, com a estreia em março de 1969, no amistoso contra a Suíça. A saber, o último jogo pelo país foi em novembro de 1978, contra a Romênia nas eliminatórias para a Eurocopa.

Relembre a carreira de Txetxu Rojo

Em suma, Txetxu Rojo disputou 17 temporadas pelo Athletic Bilbao, anunciando a aposentadoria dos gramados em 1982. No período, disputou 541 jogos pela equipe, sendo o segundo jogador com mais partidas pelo clube, atrás apenas de Iribar, com 614 partidas. Além disso, balançou as redes em 68 oportunidades. Bem como foi uma peça fundamental para os títulos de 1968/69 e 1972/73 da Copa Del Rey.

A carreira do ex-jogador não conta com muitos gols, mas o destaque e a sua especialidade eram os passes, principalmente os lançamentos, que impressionavam os torcedores pela precisão.

Após encerrar a carreira como jogador, Txetxu Rojo iniciou os trabalhos como treinador, comandando as categorias de base do Athletic Bilbao. Em seguida, assumiu a filial da equipe na segunda divisão da Espanha em 1986. Posteriormente, na temporada 1989/90, foi contratado pela equipe principal e terminou na 12ª colocação da La Liga.

Em 1991, assinou com o Celta de Vigo, sendo campeão da segunda divisão e finalista da Copa Del Rey 1993/94. No demais, contou com pouco destaque na carreira como treinador, comandando OsasunaLleidaSalamanca, além de retornar ao Athletic Bilbao e duas passagens pelo Zaragoza. Por fim, encerrou a carreira em 2004, no Rayo Vallecano.

Gabriel Lemes
Gabriel Lemes

Me formei em Jornalismo pela Univap em 2019 e sou redator da PL Brasil. Já escrevi para o Quinto Quarto, Minha Torcida, Futebol na Veia e Portal Famosos.