Monaco em busca de atleta do Chelsea

Monaco em busca de atleta do Chelsea
Monaco em busca de atleta do Chelsea (Foto destaque: Yann Coatsaliou/AFP via Getty Images)

O Monaco, assim como, a maioria das equipes do futebol europeu, está se reforçando para o início da temporada. Dessa forma, a equipe que disputa a Ligue 1 está prestes a contratar um atleta que, hoje, joga com a camisa do Chelsea.

Monaco deve ser o destino de Malang Sarr

Nesse ínterim, o atleta teve uma passagem curta pelo FC Porto, em 2020/21. Após, foi para os Blues. No entanto, não consegue afirmar-se no Chelsea, pelo qual cumpriu, na temporada passada, 17 jogos como titular na equipe principal. Mas a maioria delas nas competições secundárias.

Malang Sarr tem ligação contratual com os londrinos até 2025. Mas não faz parte dos planos do treinador alemão Thomas Tuchel. Ao que tudo indica, seguirá a carreira em outro destino.

Dessa vez, o zagueiro de 23 anos estará a caminho do Monaco. Novamente, por empréstimo dos ingleses. Ao que tudo indica, com opção de compra incluída.

Trata-se de uma volta às proximidades de casa de Malang Sarr. O principal emblema da sua cidade foi aquele que representou até 2020, destacando-se bastante jovem no plantel principal do Nice, que deixou para assinar com o Chelsea.

Dessa forma, volta para Ligue 1 para jogar com a camisa monegasca. Pois, segundo o jornalista Fabrizio Romano, em seu Twitter, o Chelsea emprestou o zagueiro Malang Sarr para o Monaco por uma temporada, com passe fixado em 12 milhões de euros (aproximadamente R$ 64,4 milhões).

Nesta janela de transferências, o Chelsea contratou Kalidou Koulibaly para a defesa, tendo ainda no elenco Thiago Silva, Chalobah e Ampadu. Também chegou aos Blues o atacante Raheem Sterling, que estava no Manchester City. Lukaku, por sua vez, retornou por empréstimo à Inter de Milão. Agora, mais um jogador deixa a equipe londrina.

Portanto, depois de conquistar apenas Supercopa da UEFA e Mundial de Clubes da FIFA na temporada 2021/22 do futebol europeu, o Chelsea iniciou um processo de reformulação do elenco para a temporada seguinte. Na defesa, o time sofreu muitas baixas, especialmente as de Christensen e Rüdiger, que foram jogar em Barcelona e Real Madrid, respectivamente.