Para ficar de olho: Separamos 5 promessas que chamaram atenção nas Eliminatórias da América do Sul

6 minutos de leitura

A última Data Fifa foi palco de surpresas nas Eliminatórias da América do Sul para a Copa do Mundo de 2026. Além dos resultados, como um empate e uma derrota do Brasil, jovens promessas ganharam destaque.

Foi o caso do adolescente Kendry Páez, equatoriano de 16 anos já vendido ao Chelsea e que marcou seu primeiro gol pela seleção principal. Yan Couto foi outro nome que ganhou sua primeira oportunidade e impressionou positivamente.

A PL Brasil analisou cinco promessas interessantes da América do Sul para ficar de olho até a Copa do Mundo de 2026.

Kendry Páez – Independiente Del Valle (Chelsea)

Nascido em maio de 2007, o jovem equatoriano deu uma assistência na Data Fifa de setembro e marcou pela primeira vez contra a Bolívia, no último dia 12. Aos 16 anos, é um dos talentos mais promissores do futebol mundial e já foi contratado pelo Chelsea, mas só vai deixar o Del Valle quando completar 18 anos.

Chelsea: quem é Kendry Páez, equatoriano de 15 anos e próximo reforço do clube
Kendry Páez é a nova promessa do Chelsea (Foto: Reprodução/Independiente Del Valle)

Um clássico protótipo do jogador sul-americano driblador e com grande capacidade associativa, Páez é um canhoto que joga na ponta direita ou como camisa 10 e tem boa parte das suas assistências vindas de bolas paradas.

Suas jogadas mais perigosas lembram aquelas de Robben, cortando da direita para o meio. Na equipe sub-17 do Equador, participou de três gols em três jogos antes de ser convocado para a equipe principal, onde já fez um gol e deu uma assistência em três rodadas da Sul-Americana.

Yan Couto – Girona (Manchester City)

O lateral-direito brasileiro assumiu a posição de Danilo na última Data Fifa após a lesão do veterano e não decepcionou ao mostrar grande velocidade e boa capacidade de condução e chegada ao último terço, algo que faltava na seleção brasileira nos últimos ciclos.

promessa
Foto: Icon Sport

Titular na sensação do campeonato espanhol, o Girona, Yan Couto tem um gol e duas assistências em 8 jogos de LaLiga na temporada e deve voltar ao Manchester City em julho do ano que vem.

Foi campeão do Mundial sub-17 com a seleção brasileira em 2019 e, aos 21 anos, ainda é uma das grandes promessas da posição, apesar de ter passado por empréstimos desde que foi contratado pelo Grupo City há três anos.

Alejandro Garnacho – Manchester United

O argentino é um dos jogadores mais queridos pela torcida dos Red Devils por ser um atacante “raçudo”, veloz e que briga por todas as bolas, além de demonstrar lampejos de grande capacidade ofensiva.

Garnacho comemora gol do Manchester United na Copa da Inglaterra - Foto: Spi / Icon Sport
Garnacho comemora gol do Manchester United na Copa da Inglaterra (Foto: Icon Sport)

Destro jogando na ponta-esquerda, Garnacho ainda não é titular no United, mas, aos 19 anos, é peça frequente nas partidas mesmo que vindo do banco. Na sua titularidade na Copa da Liga, contra o Crystal Palace, marcou um dos gols da vitória do time por 3 a 0.

Com contrato até 2028 no Old Trafford, o argentino é promessa de um atacante driblador, com bons enfrentamentos em um contra um e que, com sua evolução mais perto do gol, pode se tornar um jogador de protótipo semelhante ao de Rashford.

Willian Pacho – Frankfurt

O zagueiro equatoriano é um dos destaques das Eliminatórias e foi titular em todos os quatro jogos da seleção até o momento na competição. Aos 22 anos, é peça crucial e titular absoluto do Frakfurt na Bundesliga.

Foto: Icon Sport

É um dos principais jogadores do campeonato alemão em interceptações e divididas por jogo, e tem média de apenas 0,1 drible sofrido por jogo com a camisa do Frankfurt.

Nas eliminatórias, são mais de duas divididas com sucesso por jogo e é o segundo jogador com mais interceptações (10) na competição, atrás apenas de Tagliafico. Um zagueiro forte, combativo e que pode se solidificar no cenário europeu nas próximas temporadas.

Maximiliano Araújo – Toluca

O único da lista que nunca teve vínculo com o futebol europeu, o atacante uruguaio também foge da regra na idade: é o mais velho, com 23 anos. Porém, o recente destaque merece atenção.

Foto: Icon Sport

É o quarto jogador com mais dribles nas Eliminatórias, atrás de Neymar, Sosa e Luis Díaz, e está empatado em segundo lugar em assistências, com duas, assim como Di Maria e o compatriota Darwin Núñez.

O uruguaio tem sido o ponta-esquerdo titular do time de Marcelo Bielsa e é um driblador criativo e voraz também no Toluca, do México. Na última Clausura da Liga MX, foram 19 jogos, todos como titular, seis gols e quatro assistências.

Guilherme Ramos
Guilherme Ramos

Jornalista pela UNESP. Escrevi um livro sobre tática no futebol e sou repórter da PL Brasil. Já passei por Total Football Analysis, Esporte News Mundo, Jumper Brasil e TechTudo.

Contato: [email protected]