Chelsea: pedido astronômico afasta Liverpool, e Mount se aproxima de rival

4 minutos de leitura

Entenda a longa disputa no mercado da bola pela contratação de Mason Mount, que está de saída do Chelsea e deve permanecer na Premier League

O Liverpool despontou como principal interessado em Mason Mount há alguns meses no mercado de transferências europeu. O meia viveu entraves em negociações de renovação com o Chelsea e, depois do clube londrino não aceitar sua pedida salarial, foi colocado no mercado. Os Blues pedem até 80 milhões de libras pelo jogador (R$ 492 milhões).

Antes favorito, Liverpool se retira da disputa por Mount

Jürgen Klopp e Mount trocaram elogios entre si e o time de Merseyside era um dos favoritos a contratar o meia. No entanto, de acordo com o site inglês “The Athletic”, os valores pedidos pelo Chelsea – que não baixaram desde o início dos rumores – se tornaram um impeditivo. Agora, a equipe desistiu da contratação do jogador.

A reformulação no meio-campo dos Reds passou pelas saídas de Oxlade-Chamberlain, Milner e Keïta, além do longo “namoro” com Jude Bellingham, que foi oficializado como novo reforço do Real Madrid nesta quarta-feira (14). O clube ainda fechou a contratação de Alexis Mac Allister para a próxima temporada.

Chelsea, Liverpool e Manchester United: “guerra” no mercado da bola por Mount

Segundo o The Athletic, o jogador dos Blues deixou de ser uma opção para a equipe de Klopp, que não pretende pagar o valor pretendido pelos rivais. Com isso, o Manchester United segue sendo o principal candidato a contratá-lo.

Mason Mount em ação pelo Chelsea - Icon Sport
Foto – Icon Sport

Oficialmente longe da mira dos Reds, Mount já teria, inclusive, escolhido seu novo clube. No fim de maio, o jornal inglês “The Telegraph” afirmou que o meio-campista chegou a um acordo com o United e as negociações progrediram positivamente durante o fim do mês.

Os Red Devils colocaram certa prioridade no jogador para tentar uma uma contratação “dupla”. Mount é muito amigo de Declan Rice, alvo do United e principalmente do Arsenal. A direção acredita, segundo a emissora britânica “Sky Sports”, que contratar o meia do Chelsea ajudaria a levar o volante do West Ham a Old Trafford.

O jogador de 24 anos pretendia renovar com um salário de 250 mil libras por semana, assim como seu companheiro Reece James, que tem os maiores vencimentos do Chelsea. No entanto, os Blues ofereceram um máximo de 180 mil libras. No vínculo atual, ele recebe 80 mil.

Além de Liverpool e United, clubes da Premier League como Manchester City e Newcastle já foram ligados ao jogador. Ambos desistiram da contratação no final do mês passado. Pochettino, novo técnico dos Blues, montou uma lista de dispensas e Mount estaria de saída.

Guilherme Ramos
Guilherme Ramos

Jornalista pela UNESP. Escrevi um livro sobre tática no futebol e sou repórter da PL Brasil. Já passei por Total Football Analysis, Esporte News Mundo, Jumper Brasil e TechTudo.

Contato: [email protected]