João Pedro aposta em ex-Fluminense como novidade na lista de Diniz e mira Seleção: ‘Quero entrar no bolo’

6 minutos de leitura

João Pedro é daqueles que deixou o futebol brasileiro de forma precoce. Aos 18 anos, em 2019, saiu do Fluminense para atuar pelo Watford, na Premier League. Três anos depois, tornou-se a contratação mais cara da história do Brighton, clube sensação do futebol inglês que vai disputar a Europa League nesta temporada.

O momento de destaque na Inglaterra e a relação com Fernando Diniz dos tempos de Fluminense colocam a seleção brasileira no horizonte de João Pedro.

Na primeira parte da entrevista exclusiva à PL Brasil, o versátil atacante, hoje aos 21 anos, falou com maturidade sobre posicionamento em campo, expectativa em torno da amarelinha e fez uma aposta: um ex-companheiro de Tricolor carioca será a novidade na primeira convocação de Diniz — que será divulgada nesta sexta-feira (18).

— Ele (Diniz) conversou comigo o seguinte: ele ia me tratar igual ao Ganso e os jogadores mais velhos, e que ali eu não seria um menino. Que sou eu que tenho que encarar as dificuldades de igual para igual e que se eu estivesse merecendo, iria me colocar para jogar independente da minha idade — assim, aos 17 anos, no início de 2019, João Pedro foi recepcionado por Fernando Diniz em sua primeira experiência nos profissionais.

Da base ao profissional, passando pelo período no Watford, onde flutuou entre primeira e segunda divisão da Inglaterra, João Pedro atuou em todas as posições do ataque: pelos lados do campo, como “camisa 10” e até na referência. A sua versatilidade vem desde a base e foi incorporada por Fernando Diniz: “Quando subi, jogava de centroavante e de ponta. Ele (Diniz) trabalhava comigo bastante essas duas situações“.

João Pedro pelo Fluminense - Icon Sport
João Pedro pelo Fluminense – Icon Sport

Isso lhe rendeu grandes atuações, nove gols e duas assistências em 30 partidas disputadas com a camisa tricolor no seu único ano no profissional nas Laranjeiras. Agora, o fato de seu primeiro comandante como profissional estar na Seleção pode facilitar sua primeira convocação.

— É claro que ajuda, mas eu tenho que fazer a minha parte. Tenho que fazer gol, dar assistência e ajudar meu time. Acho que como o Diniz já me conhece, isso pode me ajudar. Mas se fosse outro treinador teria que fazer a minha parte de qualquer forma – reforça João Pedro.

— Quero aproveitar as oportunidades que eu tiver aqui (no Brighton), mas quero sim entrar nesse bolo (de nomes a serem considerados). Sei que há muitos jogadores que já fazem parte desse ciclo, mas quero trabalhar para conquistar meu espaço.

Fernando Diniz assumirá a seleção brasileira enquanto treina o Fluminense
Fernando Diniz assumirá a seleção brasileira enquanto treina o Fluminense | Foto: Icon Sport

Desde 2019 na Inglaterra, João Pedro construiu relações no país com outros brasileiros que jogam na Europa, e manteve o contato com velhos conhecidos.

— Quando estava no Watford, eu morava em Londres e tinha bastante relacionamento com Emerson Royal, Richarlison e Lucas. O Lucas era meu vizinho de parede, então às vezes a gente se reunia. Eu também falo às vezes com João Gomes (do Wolverhampton) – contou o jogador do Brighton, que seguiu com uma aposta:

— Ontem (quarta-feira) eu falei com o Luiz Henrique, porque vai ter a convocação para a seleção e acredito que ele vai estar lá.

Atualmente um dos destaques do Real Betis, da Espanha, Luiz Henrique é nascido em 2001, assim como João Pedro. Ambos conviveram nas categorias de base e no profissional do Fluminense.

Nesta quinta-feira (6), Roma x Real Betis se enfrentaram pela 3ª rodada da Europa League 2022/23. O time espanhol venceu a partida por 2 x 1, no Stadio Olimpico. Com a vitória, os Verdiblancos lideram o Grupo C da competição com 100% de aproveitamento.
Luiz Henrique em ação pelo Real Betis contra a Roma. (Foto: Divulgação/ Real Betis Balompie)

Seleção brasileira: muito cedo para João Pedro?

No Brighton, a versatilidade de João Pedro tem sido explorada. Ele usa a camisa nove e jogou como centroavante na pré-temporada — inclusive, marcou dois gols e deu uma assistência em quatro jogos dos Seagulls antes do início do Campeonato Inglês.

A estreia na Premier League, no entanto, foi como camisa 10, posicionado atrás de Daniel Welbeck. Quando assunto é Seleção, João Pedro acredita, porém, que a disputará vaga como centroavante.

— Acho que (brigaria por posição) com o Richarlison, Gabriel Jesus, Matheus Cunha, Yuri Alberto, Vítor Roque… Esses jogadores que já estiveram lá e que estão fazendo um bom desempenho.

João Pedro terá toda a temporada inglesa para chamar a atenção de Diniz. Seu próximo desafio é neste sábado (19), às 11h (horário de Brasília), quando o Brighton visita o Wolverhampton pela segunda rodada.

João Pedro marca em estreia do Brighton na Premier League - Icon Sport
João Pedro marca em estreia do Brighton na Premier League – Icon Sport
Guilherme Ramos
Guilherme Ramos

Jornalista pela UNESP. Escrevi um livro sobre tática no futebol e sou repórter da PL Brasil. Já passei por Total Football Analysis, Esporte News Mundo, Jumper Brasil e TechTudo.

Contato: [email protected]