Mbappé ‘chuta o balde’, detona PSG e causa insatisfação com 6 companheiros de time

8 minutos de leitura

O atacante Kyllian Mbappé segue causando alvoroço no mercado da bola, em meio a uma saída polêmica do PSG rumo ao Real Madrid. Desta vez, em entrevista à revista “France Football”, o francês foi sincero sobre sua situação no clube francês e causou “climão” no vestiário da equipe, além de provocar a ira da direção com suas declarações.

Mbappé foi eleito o melhor jogador do futebol francês em 2022/23 e concedeu uma entrevista exclusiva à “France Football”. O camisa 7 abriu o coração sobre seu momento no PSG, Bola de Ouro, títulos e reflexões internas.

Esse pode ser o último prêmio de futebolista do ano para Mbappé na França, já que o atleta está decidido a não renovar seu contrato no PSG e buscar novos desafios. Ele explicou a intenção da mudança e colocou sua ambição em vencer como principal motivação.

Razões para acreditar que é minha última temporada na Ligue 1? É muito simples, sou um competidor, quando jogo é para ganhar. E não importa com quem eu jogo, não importa a camisa que eu visto, não importa onde eu jogo, não importa o ano, eu nunca me conformo, eu só quero ganhar, eu nunca estarei satisfeito. Quero ganhar a Liga dos Campeões –, disparou.

O Real Madrid é o principal interessado em contratar Mbappé. O atacante tem contrato até 2024 e não deseja renovar. O Paris Saint-Germain já declarou que se o astro não prolongar o vínculo, será vendido ainda nessa janela de transferências.

Por que o PSG ainda não venceu a Champions?

Desde que os cataris assumiram o PSG, em 2011, a Champions League se tornou obsessão. Porém, o clube ainda não realizou o sonho e conseguiu apenas um vice-campeonato, na temporada 2019/20. Mbappé foi perguntando sobre os motivos dos fracassos internacionais da equipe, mas deixou a responsabilidade para quem comanda.

— Não sei o que o PSG precisa para ganhar a Liga dos Campeões, não é uma questão para mim. Tem que falar com as pessoas que fazem a equipe, que organizam o plantel, que constroem este clube. Eu apenas tento fazer o meu trabalho da melhor maneira possível. Eu era melhor jogador, artilheiro pelo quinto ano consecutivo na Ligue 1. Eu poderia fazer melhor de acordo com meus críticos. Às vezes, no futebol, você enfrenta o que se chama de teto de vidro. Por isso não é uma grande questão para mim, é para os de cima–, comentou.

PSG Mbappé
Nasser Al-Khelaifi e Mbappé no PSG – Foto: Icon Sport

Mbappé ainda destacou ser obstinado pela vitória. Por isso, o francês não deseja fazer parte de equipes que não sejam protagonistas nas disputas de grandes troféus.

— Eu tenho essa fome de vencer. Eu não quero estar em uma equipe apenas para participar. É por isso que às vezes as pessoas pensam que sou arrogante. Porque eu odeio participar. Não é da minha natureza —, ponderou.

Mbappé e a Bola de Ouro

A estrela se colocou no bolo de possíveis vencedores da Bola de Ouro. O jogador avaliou que se o parâmetro for escolher o jogador mais impressionante da temporada, ele tem chances de vencer o prêmio.

Com as regras antigas, eu diria que não poderia ganhar a Bola de Ouro, mas com as novas sim. Eles pedem para você escolher o jogador mais impressionante, aquele que teve mais impacto, aquele que foi mais decisivo, aquele que mais queimou a retina. Veremos, mas acho que ainda sou candidato, essa é a verdade. —, refletiu.

Sobre as críticas que recebe, Mbappé minimizou, mas ponderou que estar no PSG potencializa essa série de comentários negativos. O francês acredita que o Paris seja um time que divide opiniões.

–Há anos venho marcando muitos gols. Então, para as pessoas, isso se torna normal. Nunca reclamei que minhas performances foram banalizadas. E eu mesmo banalizei o que o Messi fez e o que o Cristiano Ronaldo fez. Estamos em uma sociedade de consumo, onde o que você fez é bom, tem que fazer sempre. Acho que jogar no PSG não ajuda muito porque é um time que causa divisão–, afirmou.

Mbappé comemorando um gol pelo PSG
Mbappé comemorando um gol pelo PSG | Foto: Icon Sport

A repercussão negativa no PSG

As fortes declarações de Mbappé caíram como uma bomba dentro do Parque dos Príncipes. Tanto jogadores quanto a direção se mostraram insatisfeitos com a postura adotada pelo craque na entrevista.

De acordo com informações da rádio francesa “RMC Sport”, seis jogadores do elenco parisiense, incluindo dois novos reforços, se dirigiram A Nasser Al-Khelaifi para reclamar das falas do astro à revista.

A direção do clube também não digeriu a postura do jogador. As declarações de Mbappé foram vistas como chocantes e insultantes à instituição. O clima entre jogador e alta cúpula está cada vez pior e a tendência de saída aumenta a cada dia.

Lucas Barbosa
Lucas Barbosa

Redator da PL Brasil. Foi por meio da Premier League, na tela do antigo Esporte Interativo, em 2007, que o Jornalismo entrou na minha vida. Duas paixões que abriram portas e me fazem realizar sonhos todos os dias. Passei pelos portais Mais Minas e Esporte News Mundo.