Nova chance? Após decepção na Juventus e Liverpool, Arthur se aproxima de outro clube europeu

4 minutos de leitura

A carreira do volante Arthur Melo na Europa não foi como o jogador revelado pelo Grêmio imaginava. Em especial as últimas temporadas, nas quais o atleta não conseguiu jogar bem por Juventus e Liverpool.

Mesmo assim, o brasileiro pode ganhar mais uma chance no alto nível do futebol europeu. De acordo com o jornalista italiano Fabrizio Romano, Arthur está na lista de alvos da Fiorentina.

O brasileiro tem contrato com a Juventus até junho de 2025 e custou 80 milhões de euros em 2020, quando foi contratado do Barcelona. O jogador não está nos planos de Massimiliano Allegri para a próxima temporada e deve sair mesmo que o clube não recupere todo o valor investido.

A Fiorentina terminou a última temporada em 8º lugar, fora da zona de classificação europeia. Os italianos também foram vice-campeões da Conference League, na qual perderam a final para o West Ham.

Arthur ainda encontraria em Florença os brasileiros Igor Julio, Dodô e Arthur Cabral. Pensando na escalação da Fiorentina, o brasileiro poderia ser o substituto do volante Amrabat, que é ventilado no Barcelona desde a Copa do Mundo de 2022.

Mandragora, Castrovilli e Bonaventura são as outras principais opções de meio-campistas do elenco do time italiano.

Interesse de Newcastle e West Ham em Arthur

No início da janela, o jornal espanhol “As” divulgou que Arthur também seria alvo de dois times na Premier League: Newcastle e West Ham. Até agora, no entanto, nenhum dos dois clubes formalizou uma proposta.

PL Brasil apurou que o entorno do jogador ainda vai conversar com os representantes da Juve para entender se a melhor opção de saída será um empréstimo ou uma transferência permanente.

Contratação deixou olheiros do Liverpool “envergonhados”

A última temporada foi particularmente decepcionante para Arthur. Já fora dos planos da Juve, o volante foi emprestado para o Liverpool por uma taxa de 4 milhões de libras.

O problema é que o brasileiro tampouco teve sequência na Inglaterra. Foram apenas 76 minutos em campo, distribuídos em um jogo da Champions League e outro da Copa da Liga Inglesa. Com problemas físicos, ele não conseguiu jogar nem com a equipe sub-21 do Liverpool — foram apenas duas partidas, em setembro e em fevereiro.

Tanto que, segundo o site “Football Insider”, a equipe de olheiros dos Reds “ficou envergonhada” ao recomendar a contratação do Arthur. Ele chegou a Anfield no último dia da janela de transferências, num negócio motivado pela sequência de lesões entre os meio-campistas do elenco. 

Diogo Magri
Diogo Magri

Jornalista nascido em Campinas, morador de São Paulo e formado pela ECA-USP. Subcoordenador da PL Brasil desde 2023. Cobri Copa América, Copa do Mundo e Olimpíadas no EL PAÍS, eleições nacionais na Revista Veja e fui editor de conteúdo nas redes sociais do Futebol Globo CBN.

Contato: [email protected]