Mercado da bola fechado: as 10 melhores contratações da janela de transferências

8 minutos de leitura

Poucas horas se passaram após o fechamento do mercado da bola europeu e já é possível fazer as primeiras avaliações. Os principais clubes do futebol mundial se ocuparam por semanas com negociações para lucrar com vendas e solucionar carências do elenco, tiveram um emocionante ‘deadline day’ e agora estão prontos para, de fato, iniciar a temporada 2023/24.

Nem todos os envolvidos saíram plenamente satisfeitos, mas muitos viabilizaram reforços que, badalados ou não, prometem se destacar num curto prazo de tempo.

Pensando nisso, a PL Brasil elencou as 10 melhores contratações de toda a janela de transferências. A lista conta com nomes óbvios, mas também com bons negócios financeiros e apostas que têm tudo para valer a pena.

Confira as 10 melhores contratações do mercado da bola europeu:

1. Jude Bellingham – Real Madrid

    O destino da jovem estrela inglesa Jude Bellingham prometia ser uma das maiores novelas da janela, mas se resolveu logo no início, quando o Real Madrid pagou 103 milhões de euros para tirar o meio-campista de 20 anos do Borussia Dortmund, que também despertava o interesse de Liverpool e Manchester City. Não precisa nem dizer o quão imediato foi o impacto de Bellingham. O camisa 5 chegou atuando num time sem centroavante e com liberdade para atacar, já marcou quatro gols em três jogos no início da temporada.

    2. Moises Caicedo – Chelsea

    Moises Caicedo em jogo do Chelsea - Foto: Icon Sport
    Moises Caicedo em jogo do Chelsea – Foto: Icon Sport

    Chelsea alcançou o posto de dono da maior contratação da janela quando pagou 133 milhões de euros ao Brighton para contratar o volante Moises Caicedo, de 21 anos, que de quebra se tornou o jogador mais caro da história da Premier League. O equatoriano ainda não mostrou a que veio nos Blues — e nem teve tempo para isso –, mas tem tudo para se firmar em Stamford Bridge. O volante, que esteve muito perto de ir ao Liverpool, escolheu jogar nos Blues e será a alma do jovem time de Mauricio Pochettino.

    3. Dominik Szoboszlai – Liverpool

    Liverpool ficou sem Caicedo, mas fechou antes com Dominik Szoboszlai, 22 anos, por 70 milhões de euros. Seus primeiros jogos na Premier League já deixaram claro que o húngaro ex-Red Bull Leipzig será vital no planejamento de Jürgen Klopp. É versátil, se impõe fisicamente, tem boa bola parada e entrega gols e assistências. Com a histórica camisa 8 de Steven Gerrard, é difícil imaginar que os Reds pudessem ter achado um jogador melhor que Szoboszlai para capitanear a renovação do meio-campo, ao lado de Alexis Mac Allister e Ryan Gravenberch.

    4. Declan Rice – Arsenal

    Declan Rice, maior contratação da história do Arsenal - Foto: Icon Sport
    Declan Rice, maior contratação da história do Arsenal – Foto: Icon Sport

    É chover no molhado dizer o tanto que Declan Rice pode agregar ao Arsenal. Tudo bem que o volante inglês custou caro — 116,4 milhões de euros foram pagos ao West Ham, um recorde superado apenas por Caicedo –, mas tem vezes que, sim, o dinheiro compra felicidade. Rice chega como titular absoluto, agrega em liderança, qualidade e ainda preenche uma carência do elenco. Tem tudo para viver anos de ídolo no Emirates, especialmente sob o comando de Mikel Arteta.

    5. Josko Gvardiol – Manchester City

    Os 90 milhões de euros que tornaram Josko Gvardiol o zagueiro mais caro da história são justificáveis pelo talento e potencial do croata de apenas 21 anos. O Manchester City pagou o valor com gosto ao RB Leipzig para entregar o canhoto perfeito a Pep Guardiola, que encontrará um ambiente magnífico para se desenvolver e se firmar entre os grandes defensores — quiçá jogadores — do mundo.

    6. Ilkay Gündogan – Barcelona

    Gundogan Barcelona
    Gündogan sendo apresentado pelo Barcelona | Foto: Icon sport

    É natural que a Premier League, como melhor e mais rica liga do mundo, domine a lista das melhores contratações. A única exceção da lista é o alemão Ilkay Gündogan, que saiu da Inglaterra — ele trocou o Manchester City pelo Barcelona. Imagina contratar o capitão dos atuais campeões europeus, um meia experiente e ainda capaz de jogar em alto nível, desses que mudam o time de patamar, e ainda não pagar nada por ele? Esse é o tamanho do negócio que fez o Barcelona. João Cancelo e João Félix são legais, mas Gündogan é o melhor acréscimo para o time de Xavi.

    7. Nicolas Jackson – Chelsea

    Voltando ao Stamford Bridge, outro jovem pode entrar na lista: Nicolas Jackson, atacante de 22 anos, chegou do Villarreal por 37 milhões de euros mais como uma aposta do que uma referência. O senegalês pegou a 15 de Drogba, animou a torcida do Chelsea com as exibições na pré-temporada e já marcou na Premier League. De acordo com a previsão de Pochettino, podemos estar diante do surgimento de um dos melhores atacantes da história da Premier League.

    8. Sandro Tonali – Newcastle

    Newcastle Bruno Tonali
    Newcastle estreou com goleada na Premier League – Photo by Icon sport

    Mesmo endinheirado pelos cofres sauditas, o Newcastle não foi um dos maiores protagonistas da janela. O que não significa que os Magpies não tenham acertado. O time de Eddie Howe pagou 64 milhões de euros ao Milan pelo volante italiano Sandro Tonali, de 23 anos, e ganhou um dos mais modernos e promissores jogadores do setor. Tonali promete oferecer um ótimo encaixe com os brasileiros Bruno Guimarães e Joelinton na temporada de Champions League.

    9. Guglielmo Vicario – Tottenham

    O flop de Kepa Arrizabalaga, um goleiro promissor que custou caro ao Chelsea, traumatizou de certa forma os clubes ingleses que buscam novos arqueiros no mercado. O Tottenham, então, apostou num italiano de 26 anos, já experimentado, que não exigiu uma grande compensação — 20 milhões de euros foram pagos ao Empoli — e talvez tenha ganho em Guglielmo Vicario um titular para a próxima década e melhor sucessor possível para o ídolo e capitão Hugo Lloris.

    10. João Pedro – Brighton

    João Pedro marca em estreia do Brighton na Premier League - Icon Sport
    João Pedro marca em estreia do Brighton na Premier League – Icon Sport

    Para não ficar sem brasileiros na lista, João Pedro fecha o top 10 como uma boa aposta do Brighton. Com a grana que caiu pelas vendas de Caicedo e Mac Allister, os Seagulls fizeram do brasileiro a maior contratação da sua história por 34,2 milhões de euros, pagos ao Watford. Ganharam um atacante revelado pelo Fluminense que vestiu a 9, tem quatro anos de adaptação no futebol inglês e pode jogar em mais de uma posição no ataque. Nas mãos de Roberto De Zerbi, pode virar um fenômeno na Premier League.

    Diogo Magri
    Diogo Magri

    Jornalista nascido em Campinas, morador de São Paulo e formado pela ECA-USP. Subcoordenador da PL Brasil desde 2023. Cobri Copa América, Copa do Mundo e Olimpíadas no EL PAÍS, eleições nacionais na Revista Veja e fui editor de conteúdo nas redes sociais do Futebol Globo CBN.

    Contato: [email protected]