Memphis – Mercado da bola, transferências, rumores e estatísticas


Memphis Depay, jogador que defende as cores do Barcelona, nasceu no dia 13 de fevereiro de 1994, na cidade de Moordrecht, Holanda. O atacante possui o pai ganense e mãe holandesa. Todavia, a figura paterna foi algo que o jogador não teve em sua vida. Recentemente no mercado da bola, o atleta se transferiu para a Catalunha após alguns anos na França.

Memphis – Início de carreira

O jovem holandês iniciou a trajetória no VV Moordrecht e depois foi para o Sparta Juvenis, que é a base do Sparta Rotterdam, clube mais antigo da Holanda. Desde pequeno, Memphis mostrava habilidade e era considerado completo para a posição. Então, após três anos, o PSV Juvenis assinou com o atleta, que na época tinha 12 anos de idade.

Memphis passou pelo sub-17 e 19 do PSV antes de estrear pelo profissional da equipe. As primeiras oportunidades surgiram na temporada 2011/12. Naquela ocasião, o atacante participou de 11 jogos, marcou cinco gols e deu duas assistências. Dessa maneira, com apenas 18 anos, o atleta chamou a atenção e ganhou mais espaço no elenco principal.

Na época 2012/13, Memphis assinou contrato profissional com o PSV. Todavia, começava a maioria dos jogos no banco de reservas. No Campeonato Holandês, o atacante iniciou apenas duas partidas entre os 11 iniciais. Apesar do pouco tempo em campo, o então camisa 22 marcou dois gols, inclusive um na 3ª rodada, contra o FC Groningen.

No PSV, Memphis jogava como ponta-esquerda. Dessa forma, na temporada 2013/14, o jogador fez bons números. Além disso, balançou as redes na pré-Champions League e também na Europa League. Na Eredivisie, o jovem começou a receber mais oportunidades entre os titulares. Foi destaque em muitos jogos: dois gols contra o FC Utrecht, uma assistência e um tento diante do FC Twente e duas contra o ADO Den Haag.

Uma chance na Inglaterra  

Na temporada 2013/14, foram 43 jogos, 14 gols e dez assistências. Assim, no mercado de transferências, alguns rumores surgiram sobre uma possível venda de Memphis. Entretanto, o atleta permaneceu no país natal. Assim, iniciou a época 2014/15, que seria uma das melhores do jogador.

Ainda na ponta-esquerda, Memphis foi o artilheiro do Campeonato Holandês com 22 gols. Além disso, ajudou o PSV a ganhar a Eredivisie. Em resumo, foram 40 partidas, 28 tentos e oito assistências. Após a boa temporada, times começaram a mostrar interesse no atleta. Em 2015, no mercado da bola, o Manchester United pagou 34 milhões de euros para contar com o jogador.

Trajetória, conquistas e highlights de Memphis

Antes mesmo de chegar, uma polêmica aconteceu. O então técnico Louis van Gaal disse que foi forçado a contratar o holandês antes da hora. Afinal, existiam rumores de que o PSG estava de olho no ponta-esquerda. Além disso, o Liverpool também apareceu no mercado de transferência para contratar Memphis.

Logo na primeira temporada, Memphis assumiu a camisa 7, lendário número de George Best, Cantona, David Beckham e Cristiano Ronaldo. Dessa maneira, o início foi complicado para o holandês. Mesmo sendo titular, o jogador não mostrava um bom desempenho e estava longe de ser o Memphis da época de PSV. Então, participou de 45 jogos, fez sete gols e deu seis assistências.

A princípio, por ser a primeira temporada em um país novo e por ter apenas 21 anos, Memphis estaria mais adaptado na época 2016/17. Porém, não foi isso que aconteceu. Com apenas oito jogos em seis meses, sendo assim, 134 minutos em campo, o Lyon movimentou o mercado da bola e pagou 16 milhões pelo holandês.

Mesmo com o baixo rendimento na Inglaterra, o atleta era constantemente convocado para a Seleção da Holanda. Não existe uma justificativa oficial do desempenho abaixo no Manchester United, apenas alguns rumores de que não teria se adaptado ao estilo diferente de futebol.

Transferência e mercado da bola de Memphis

No Lyon, Memphis começou a ser escalado como falso 9. Ou seja, mais perto do gol. Os números melhoraram e o holandês voltou a jogar bem. Em partida contra o FC Metz, válido pela 32ª rodada da Ligue 1, o atacante marcou um gol e deu quatro assistências. Ao todo, foram 22 gols e 17 assistências na época 2017/18.

O jogador continuou com o bom desempenho e se tornou um centroavante no Lyon. No mercado de transferências, times da Inglaterra mostravam interesse, mas Memphis preferiu continuar na França. Em resumo, foram 178 confrontos, 76 gols e 55 assistências. Em 2020, foi considerado o futebolista do ano do futebol francês.

Após quatro anos no Lyon, o Barcelona se movimentou no mercado da bola e contratou de graça Memphis. Com contrato até junho de 2023, o holandês teve um bom início na Catalunha, mas sofreu com lesões. O jogador tem vontade de permanecer no clube por mais tempo.