Os 6 melhores jovens ingleses do Football Manager 2020

De jogador do Birmingham City a destaque do Manchester United; confira a lista

0
915
jovens football manager 2020
Michael Regan/Getty Images

Depois de listarmos os talentos ingleses desconhecidos do Football Manager 2020, agora é o momento de apresentarmos os seis melhores jovens ingleses do jogo.

Para montar essa lista, estabelecemos alguns critérios a fim de filtrar as nossas escolhas – que são muitas. Além de considerar apenas os jogadores sub-19, também excluímos todos os atletas que já receberam oportunidades na seleção principal (casos de Jadon Sancho, Callum Hudson-Odoi, dentre outros).

A famosa filosofia de jogo de Pep Guardiola


Lembrando que a nossa lista é meramente opinativa. Existem muitos outros jovens ingleses no Football Manager 2020 que você pode captar, além das joias brutas: aqueles jogadores que não são tão bons a princípio, mas com muito treinamento se tornam excelentes atletas.

Brandon Williams – Manchester United

Michael Regan/Getty Images

Se aproveitando da lesão de Luke Shaw, Brandon Williams ganhou minutos importantes nesta temporada e não decepcionou. Mais um jogador oriundo da base dos Red Devils, ele promete ser um excelente jogador num futuro próximo.

Apesar de ser novo, Williams já tem um excelente nível de concentração: o que é raro em sua idade. Ele é um jogador muito equilibrado, acumulando atributos defensivos e ofensivos. Com uma determinação excelente, não tem como não alcançar um excelente potencial no jogo.

Suas principais virtudes são aliar a velocidade com a bravura, se tornando em campo uma constante ameaça ofensiva, sem perder força ao defender.

Como ponto fraco, precisa desenvolver mais a sua força, que é um atributo importante para um lateral.

Valor inicial: 21,5M
Pontos fortes: determinação; agressividade; aceleração e bravura.
Pontos fracos: cabeceamento; visão de jogo; liderança e força.

Max Aarons – Norwich City

Max Aarons é também um lateral, porém com características que se destacam mais num contexto de grupo. Elemento crucial no acesso do Norwich para a primeira divisão inglesa, ele continua sendo titular do time na temporada atual. Aarons é, sem dúvida, um dos melhores jovens ingleses da Premier League e do Football Manager 2020.

Sua compostura elevada permite que o atleta tome decisões inteligentes na maior parte do tempo. O índice de trabalho também chama a atenção: com Aarons em campo, o mínimo é que o jogador sempre dê o seu máximo. Atributo que é reforçado pela sua resistência alta.

Com apenas 19 anos e com uma personalidade resoluta, Max Aarons tem o céu como teto do seu potencial. Apesar de ser inicialmente caro, ele não irá se opor a uma transferência para o seu clube.

Valor inicial: 18,75M
Pontos fortes: determinação; velocidade; aceleração e compostura.
Pontos fracos: liderança; agressividade; cabeceamento e cruzamentos.

Jude Bellingham – Birmingham City

Jude Bellingham é um dos jovens ingleses mais falados na Inglaterra atualmente. Com apenas 16 anos e em sua temporada de estreia, o jogador do Birmingham simplesmente tem encantado a todos com o seu talento e maturidade.

Meia-central de origem, Bellingham tem como característica pessoal invadir a área adversária sempre que possível. Ele é um jogador que tem uma boa finalização de curta e longa distância, além de uma visão de jogo respeitável.

Sua capacidade física permite subir no terreno adversário e voltar com a mesma intensidade. Também tem versatilidade de sobra: pode atuar mais avançado pelo centro ou pelos lados. De fato, é um atleta que gosta de atuar por fora, sendo assim um elemento surpresa no terço final do campo.

Valor inicial: 8,75M
Pontos fortes: predisposição física; determinação; finta e aceleração.
Pontos fracos: agressividade; força; cabeceamento e antecipação.

Leia mais: Arsenal no Football Manager 2020: algumas dicas para vencer com os Gunners

Bukayo Saka – Arsenal

O versátil jogador de 17 anos recebeu sua primeira oportunidade com a camisa do Arsenal na temporada passada, mas é na jornada atual que ele realmente vem se consolidando no time principal.

Saka já soma 1266 minutos em campo, muito por conta da sua adaptação em outra posição. Ponta de origem, ele começou a atuar como lateral-esquerdo e se mostrou bastante regular por ali. Versatilidade inclusive é um atributo muito desejado no Football Manager.

Bastante rápido e ágil, se destaca também pelo seu índice de trabalho e o atributo sem bola, que se refere à movimentação do jogador para receber a bola em posições claras de progresso.

Com um futuro promissor pela frente, Saka é um jogador para se ter por muito tempo em seu time. Ele, de fato, é um dos melhores talentos ingleses para os próximos anos.

Valor inicial: 18M
Pontos fortes: aceleração; agilidade; velocidade e finta.
Pontos fracos: liderança; marcação; cabeceamento e impulsão.

Harvey Elliott – Liverpool

jovens football manager 2020
Michael Regan/Getty Images

A Inglaterra tem uma grande safra de jovens pontas, e Harvey Elliott com certeza faz parte dela. Cria do Fulham, não demorou muito para que se transferisse para o Liverpool, que logo percebeu o seu potencial.

Elliott chama a atenção pelo seu desenvolvimento precoce. Ele é o jogador mais jovem a disputar uma competição profissional, quando ainda representava o Fulham. Nesta temporada ele já soma quatro presenças no banco de reservas dos Reds, além de uma curta aparição em campo contra o Sheffield United.

No Football Manager, o jovem é extremamente determinado, o que significa que irá treinar exaustivamente até alcançar o seu pleno potencial.  Dono de uma técnica respeitável, Elliott também tem bons atributos em visão de jogo: o que é raro em jogadores de lado.

Ele pode ser treinado tranquilamente para jogar centralizado, sendo o cérebro da equipe. Dentre os jogadores da lista, é o mais acessível quanto ao preço inicial de venda.

Valor inicial: 850m
Pontos fortes: determinação; técnica; antecipação e visão de jogo.
Pontos fracos: liderança; cabeceamento; força e predisposição física.

Mason Greenwood – Manchester United

Greenwood é um dos talentos mais empolgantes da Premier League. Não por acaso. Com apenas 18 anos, ele é simplesmente empolgante quando está em campo, tendo uma finalização de classe alta e uma participação elevada durante o jogo – está sempre pedindo a bola.

Apesar de seus 1,85 metros, Mason é um jogador veloz que tem a capacidade de circular entre os lados do campo tão bem quanto o faz sendo a referência do ataque. Sua imprevisibilidade também garante muita criatividade em campo.

Sua posição natural é ponta-de-lança, mas também atua como falso nove e é competente atuando pelo lado direito. Greenwood é, sem dúvidas, um dos wonderkids do jogo e contratá-lo sempre vai ser uma excelente aquisição.

Valor inicial: 21M
Pontos fortes: determinação; aceleração; finalização e imprevisibilidade.
Pontos fracos: liderança; força; cabeceamento e cruzamentos.