As 5 melhores contratações da temporada 2020/2021

Eles chegaram à PL nesta temporada e já tiveram grande destaque

0
5036
Simon Bellis/Sportimage

Nesta temporada, alguns times desembolsaram uma boa quantia em contratações, enquanto outros foram bem discretos no mercado de transferências. Certeza é que algumas dessas novas peças realmente mostraram a que vieram para a melhor liga nacional do mundo. A PL Brasil lista as cinco das melhores contratações da temporada 2020/2021.

Acompanhe a PL Brasil no YouTube!

  • 8 SURPRESAS DA PREMIER LEAGUE 2020/21

As 5 melhores contratações da temporada 2020/2021

Martin Ødegaard (Arsenal)

O norueguês de apenas 22 anos chegou ao Arsenal nesta temporada por empréstimo do Real Madrid. Atualmente avaliado em 40 milhões de euros, Odegaard sempre chamou atenção pela sua incrível habilidade técnica, além de atuar como um verdadeiro líder em campo.

Boa leitura de jogo e ótimo aproveitamento em cruzamentos também são características positivas do meio-campista. Apesar de ter atuado em apenas 13 jogos nesta temporada e ter marcado dois gols, o poder de liderança do norueguês tem sido fundamental para a equipe comandada por Mikel Arteta.

No jogo contra o West Ham no dia 21 de março, Odegaard foi importantíssimo para a reação dos Gunners na partida que, após estarem perdendo por 3 a 0, conseguiram alcançar o empate.

Na Europa League, o meia marcou um dos gols da vitória do Arsenal contra o Olympiacos na partida de ida das oitavas de final, no dia 11 de março. O outro gol do norueguês na temporada foi no clássico contra o Tottenham na rodada 28 da Premier League. Na ocasião, o Arsenal venceu de virada pelo placar de 2 a 1.

Recentemente, Odegaard declarou ao site VG como tem sido a sua experiência na equipe londrina: “Acho que tem sido boa desde o início. Adaptei-me muito bem à forma como jogam. Senti alguma falta de confiança no início, mas sinto que tenho ficado mais forte cada dia que passa”.

Seu contrato de empréstimo com os Gunners tem vínculo até junho deste ano. Apesar da decisão de vender ou não o jogador estar na mão dos merengues, o Arsenal está bem confiante na permanência de Odegaard, havendo uma possibilidade de extensão do seu contrato de empréstimo.

As chances de uma negociação são grandes, já que Zidane não tem interesse no meia e o Real Madrid quer negociá-lo.

Leia mais: O que esperar de Martin Odegaard no Arsenal?

Raphinha (Leeds United)

Revelado pelo Avaí, Raphinha foi comprado pelo Leeds United em outubro de 2020 pelo valor de 18,6 milhões de euros. Anteriormente no Rennes da França, o brasileiro vem apresentando um desempenho fantástico na Premier League.

Sem muito destaque no futebol brasileiro, o atacante despontou no futebol francês como uma grande promessa, despertando o interesse do treinador argentino Marcelo Bielsa para reforçar o ataque do Leeds.

A encomenda veio melhor que o esperado, já que na atual temporada da Premier League o jogador de 24 anos tem, até o momento, seis gols e seis assistências em 26 partidas disputadas, se tornando um importante pilar da equipe de Elland Road.

Raphinha marcou o seu primeiro gol com a camisa do Leeds na grande vitória por 1 a 0 contra o Everton no Goodison Park em novembro de 2020, sendo esse o primeiro triunfo do Leeds contra o Everton na Premier League desde 1990.

Com excelentes atuações, principalmente por sua velocidade, dribles e facilidade em cruzamentos, Raphinha já tem sua convocação pedida por muitos na Seleção Brasileira. Sendo um dos principais nomes da equipe de Bielsa, segundo a SportItalia, o brasileiro recebeu sondagens de Liverpool e Manchester United.

Atualmente avaliado em 25 milhões de euros, seu contrato com o Leeds vai até junho de 2024.

Leia mais: Raphinha, o brasileiro que chama atenção no Leeds United

Rúben Dias (Manchester City)

contratações 2020 2021
Foto: Rui Vieira/Imago Images

O português de apenas 23 anos chegou ao Manchester City nesta temporada em uma negociação com o Benfica que girou em torno de 68 milhões de euros. Sua chegada foi de suma importância, visto que os Citizens estavam com muitos problemas na defesa.

Nesta temporada, o zagueiro já teve participação em 38 jogos e marcou um gol. Porém o que chama atenção é o baixo número de gols que a equipe de Manchester levou desde que ele chegou ao Etihad Stadium. O City sofreu apenas 19 gols nos 40 jogos em que Rúben Dias estava em campo, tendo impressionantes 23 clean sheets.

Seu único gol na Premier League foi na vitória por 2 a 1 contra o West Ham no dia 27 de fevereiro. Vale ressaltar a grande evolução do zagueiro John Stones desde a chegada de Rúben Dias.

Hoje, com apenas 21 gols sofridos, os dois formam a defesa menos vazada da Premier League, fator importantíssimo para que o City seja o líder da competição com 74 pontos, 14 a mais que o segundo colocado Manchester United (um jogo a menos).

Em pouco tempo, Rubén Dias se tornou uma das principais peças da equipe de Pep Guardiola. Recentemente, o zagueiro português comentou sobre a mentalidade do Manchester City em entrevista ao site oficial do clube.

“O que torna esta equipe forte somos nós todos. Todo mundo acrescenta algo de especial e a equipe sobrevive porque todos somos bons e temos a mentalidade certa. Existe uma ambição infinita de continuar a somar vitórias. Nunca vi ambição igual em outro clube. Toda mundo quer fazer parte, estar no topo e ajudar o clube a ganhar”, declarou.

Seu contrato com o Manchester City tem vínculo até o ano de 2026.

Leia mais: O impacto positivo de Rúben Dias na defesa do Manchester City

Hojbjerg (Tottenham)

Pierre Højbjerg chegou ao Tottenham nesta temporada em uma negociação com o Southampton de aproximadamente 17 milhões de euros. O dinamarquês faz uma boa temporada e vem agradando bastante tanto a torcida dos Spurs quanto o seu técnico José Mourinho.

Precisão de passes e eficiência nas roubadas de bola são as principais qualidades do volante de 25 anos. Ele é o jogador com mais roubos de bola desta Premier League com 82, dois a mais que o segundo colocado Luke Ayling, do Leeds United.

Sendo muito elogiado também pela sua excelência em criação de jogadas, Hojbjerg chegou especialmente para reforçar o meio-campo do Tottenham, setor que passava por problemas antes da sua chegada.

Praticamente titular absoluto, o meia foi considerado o melhor jogador dinamarquês desta temporada, superando nomes como Eriksen (Inter de Milão) e Poulsen (RB Leipzig).

Na atual temporada, Pierre Hojbjerg já atuou em 42 jogos, marcou um gol e distribuiu quatro assistências. Seu único gol foi na derrota por 3 a 1 contra o Liverpool na Premier League no dia 28 de janeiro.

O meia hoje é avaliado em 35 milhões de euros e seu contrato com os Spurs tem vínculo até o ano de 2025.

Édouard Mendy (Chelsea)

Vindo do Rennes, Édouard Mendy chegou ao Chelsea nesta temporada para tentar resolver um grave problema da equipe londrina. Os seus goleiros, Kepa e Caballero, não estavam em boa fase, causando grande irritação por parte da torcida dos Blues.

Kepa, incrivelmente o goleiro mais caro do mundo, cometeu muitas falhas e acabou perdendo espaço na equipe titular ainda com Frank Lampard no comando. O argentino Caballero também não convenceu, e a contratação de um novo goleiro se tornou uma urgência para o Chelsea.

Em setembro de 2020, o Chelsea anunciou a contratação de Mendy pelo valor de 24 milhões de euros. Já chegando para ser titular, o goleiro de 29 anos vem apresentando uma ótima temporada, sendo considerado por muitos a contratação mais importante dos Blues na temporada, especialmente pela evolução do setor defensivo do time de Londres.

Antes mesmo da chegada de Thomas Tuchel como técnico, a presença de Mendy já vinha trazendo bons resultados para a equipe. No momento, o Chelsea é o segundo time com mais clean sheets na Premier League com 15, dois a menos que o Manchester City. Na tabela de classificação, é o 5º colocado com 51 pontos.

Nesta temporada, no total de 34 jogos, Mendy sofreu apenas 23 gols e saiu de campo sem sofrer gols em 21, números que demonstram o impacto positivo do senegalês na equipe comandada por Tuchel.

Em fevereiro, o treinador alemão comentou com repórteres sobre a fase do senegalês: “Édouard é o número um e merece ser o número um. Não dá para esconder a opinião, as coisas têm que ser claras e não se pode ter medo disso”.

Na partida de ida das quartas de final da Champions League contra o Porto, Mendy fez três boas defesas e saiu de campo sem sofrer gols.

Leia mais: Lewes FC, o clube que promove igualdade salarial de gênero

Não há posts para exibir