‘Me irrita’: Haaland se revolta e pede mudança em regra do futebol

4 minutos de leitura

Artilheiro do Manchester City, o atacante Erling Haaland esbravejou no podcast do clube contra uma regra do futebol que, para ele, tem recebido mais atenção do que o necessário: os arremessos laterais.

O norueguês acredita que as regras atuais têm muitas restrições e que os jogadores deveriam poder arremessar como quiserem, desde que tenham as duas mãos na bola.

Haaland incomodado com arremessos laterais

Questionado sobre quais aspectos das regras ele gostaria de alterar, a estrela do Manchester City acredita que deve haver restrições sobre a distância que um jogador pode percorrer com a bola.

— O que me irrita são os arremessos laterais. Se você arremessa assim ou assim, não importa. Basta ter as duas mãos na bola e arremessá-la. Eu nem sei as regras, mas se você arremessa para baixo ou para cima, não importa! – disse o jogador.

(Foto: Icon sport)

Para além dos arremessos, o atacante de 23 anos mostrou poucos problemas em jogar dentro dos parâmetros atuais, tendo marcado 71 gols em 76 partidas pelo City em seu caminho para uma tríplice coroa com o clube.

— Eu mudaria isso – apenas tenha as duas mãos na bola. Veremos o que acontece no futuro, mas você precisa de um certo limite de tempo para fazer arremessos laterais e não pode se afastar muito do local – apenas dê uma marca e só possa ir até lá – completou.

Haaland vai sair do Manchester City?

O camisa 9 fez sua primeira partida titular na Premier League em mais de oito semanas na última rodada contra o Brentford. Ele ainda não marcou desde que se recuperou de uma lesão no pé, mas deu uma assistência na vitória do City sobre os Bees.

Há especulações constantes sobre qual seria o próximo clube de Haaland, com Pep Guardiola esperando que seu jogador esteja feliz em permanecer: “Queremos que ele [fique] por muito tempo. Estamos apaixonados por ele”, disse o treinador.

Pep Guardiola Manchester City
Foto – Icon Sport

— É sempre sobre o desejo do jogador e do clube. Ele chegou na temporada passada. O impacto dele foi incrível no início [desta] temporada, depois ele ficou dois meses machucado. O que acontecerá no futuro, honestamente, eu não sei. Estamos felizes por tê-lo. Esperamos que ele esteja feliz por estar conosco – continuou o técnico do City.

Guardiola ainda “provocou”, dizendo que é preciso ignorar a especulação e “se alguém quer o Erling, é fácil – ligue, ligue e pergunte. É o que fazemos para contratar alguém. Não é complicado.”

Guilherme Ramos
Guilherme Ramos

Jornalista pela UNESP. Escrevi um livro sobre tática no futebol e sou repórter da PL Brasil. Já passei por Total Football Analysis, Esporte News Mundo, Jumper Brasil e TechTudo.

Contato: [email protected]