Fim da linha? Mbappé recusa proposta com cláusula de R$ 1 bilhão e é ‘punido’ pelo PSG

4 minutos de leitura

A novela Mbappé parece estar longe de acabar no PSG. O atacante francês vive um embate com o clube por não renovar seu contrato, válido até 2024, e nem aceitar ofertas de outros clubes. O atleta já informou aos diretores que planeja sair de graça em junho do ano que vem.

Nas últimas 24 horas, a cúpula do Paris Saint-German se reuniu com os representantes de Mbappé para oferecer uma nova proposta de renovação, conforme noticiado pelo jornal espanhol “Marca”. O português Luis Campos, diretor da equipe, tomou a dianteira na reunião para tentar convencê-lo a permanecer no clube.

A nova proposta oferecia uma renovação de contrato, com uma cláusula de saída garantida no verão europeu de 2024 no valor de 200 milhões de euros, o que corresponde a R$ 1 bilhão. Porém, o francês se manteve firme e mais uma vez negou a renovação.

PSG ‘pune' Mbappé no início da Ligue 1

Em meio às seguidas recusas do atleta em permanecer no PSG após 2024, a diretoria da equipe decidiu que ele não irá estrear com a equipe na Ligue 1, que acontece neste sábado (12), contra o Lorient, de acordo com a “ESPN”. Essa “punição”, inclusive, pode se estender até o fim de agosto.

Fontes também revelaram à emissora que parte da diretoria está disposta a manter o jogador fora das partidas até o final da temporada 2023/24 enquanto ele não assinar a renovação de contrato.

Além de não participar da viagem de pré-temporada no Japão, Mbappé está sendo obrigado não treinar junto ao time titular. As sessões estão acontecendo com jogadores que normalmente ficam no banco, como Wijnaldum , Leandro Paredes e Julian Draxler.

Maria Tereza Santos
Maria Tereza Santos

Me formei em Jornalismo pela PUC-SP em 2020. Antes de escrever para a PL Brasil, fui editora na ESPN e repórter na Veja Saúde, Folha de S.Paulo e Superesportes.