Mauro Cezar: ‘Ingleses aproveitaram momento ruim de Real, Barça e Bayern’

Comentarista dos canais ESPN conversou com a PL Brasil

0
423
mauro cezar pereira espn comentarista pl brasil

Mauro Cezar Pereira é um jornalista direto. Um dos principais comentaristas de futebol da imprensa brasileira, ele, sempre que pode, lembra que na verdade é repórter, e apenas “está” ocupando o cargo de comentarista.

Admirador e profundo conhecedor do futebol praticado na Inglaterra, conversou com a PL Brasil, e comentou sobre as ótimas campanhas de Manchester City e Liverpool na Premier League 2018/2019, o brilhante desempenho dos ingleses nas competições europeias na última temporada, e também falou sobre o que espera para a sequência na melhor liga nacional de clubes do mundo.

Bom, se Mauro Cezar é um jornalista direto para comentar e perguntar, foi também para responder.

Mauro Cezar Pereira comenta os principais jogos da Premier League pelos canais ESPN (Foto: Reprodução)
PL Brasil – Tivemos uma temporada histórica em relação a desempenho, e emociante na disputa pelo título. Quais são os motivos que fizeram a Premier League 2018/2019 ter sido uma das mais espetaculares dos últimos tempos?

Mauro Cezar Pereira – Os dois times atingiram algo muito próximo da excelência, cresceram muito no decorrer da temporada e atingiram níveis elevadíssimos. São trabalhos quem vem de algum tempo.

Trabalho de médio e longo prazo vale a pena insistir se é bom. Se for uma porcaria não adianta. Os trabalhos do Pep Guardiola e do Jürgen Klopp são ótimos.

Então, acho que isso pesou na temporada, mas também o fato do momento ruim de alguns gigantes europeus. O Real Madrid pós Cristiano Ronaldo acabou ficando pelo caminho. O Barcelona, sem tirar os méritos dos 4 a 0 do Liverpool, não foi um time tão forte, muito dependente do Messi.

O Bayern de Munique, que não foi tão forte, também num momento de transição, e os dois ingleses, Liverpool e Tottenham aproveitaram.

Quanto ao Manchester City, acredito que eles tenham vencido a Premier League, de forma muito acirrada, pois venceu os jogos mais importantes, inclusive contra o próprio Liverpool.

Leia mais: Rotina, sonho de infância, carinho pelo United: PL Brasil entrevista Fred Caldeira, do Esporte Interativo
Liverpool e Manchester City chegaram próximo da excelência, disse Mauro Cezar (Foto: Robbie Barratt/Getty)
PL Brasil – Manchester City e Liverpool apresentaram desempenhos incríveis não só na Premier League, mas também em outras competições. Você acredita que eles vão conseguir manter esse ritmo na próxima temporada?

Mauro Cezar – Eu acho que sim, desde que saibam fazer os ajustes necessários em cada elenco. As saídas de alguns jogadores, e a chegada de outros que possam acrescentar algo. Sempre é importante que estes ajustes sejam feitos, pois os adversários vão se mexer. Se forem bem ao mercado penso que eles vão sim continuar mandando.

PL Brasil – Em relação aos demais times do Big 6, o que podemos esperar de Manchester United, Chelsea, Tottenham e Arsenal?

Não acredito que o Tottenham irá fazer investimentos altos, para formar um elenco tão forte. O Chelsea é um mistério, pois perdeu o Hazard.

O Manchester United está numa crise que ninguém sabe para onde vai, e o Arsenal… bom o Arsenal é o Arsenal. Não dá para apostar no Arsenal, infelizmente.

PL Brasil – O Wolverhamptom foi a grande surpresa da Premier League nesta temporada. Qual time pode repetir isso em 2019/2020?
Mauro Cezar destacou o bom trabalho feito pelos Wolves (Foto: wolves.co.uk)

Mauro Cezar – Eu acho muito cedo para falar sobre isso, pois a gente não sabe quais serão os elencos, alguns treinadores deixando os clubes. O Wolverhampton não fez essa campanha por acaso, tem um investimento ali, um trabalho de longo prazo, conquistou a Championship com muita folga, e confirmou o que é feito no clube na Premier League.

PL Brasil – Qual a sua expectativa quanto aos times que vieram da Championship nessa temporada?

Dos que subiram nenhum dos três me parecem tão fortes como o Wolverhampton era. O Sheffield United é uma surpresa tremenda. O Norwich por ter vencido a Championship não deixa de ser também.

Já o Aston Villa tem mais camisa, mas não acho que tenha um time tão bom capaz de ser ameaçador, a não ser que faça contratações e venha mais forte nesta temporada.

Leia mais: PL Brasil entrevista Gomes: ‘Acreditei no Watford e a torcida reconheceu’

PL Brasil – A seleção inglesa está dando demonstrações de evolução, mas segue falhando em momentos decisivos. O que falta para a Inglaterra estar definitivamente entre as cotadas para grandes conquistas?

MCP – Favoritos ainda demanda tempo, precisa ganhar algo para ter esse status. Mas está avançando, melhorando. Ainda tem um aspecto histórico, diria até psicológico, que é o fato da Inglaterra fracassar demais em momentos decisivos.

É uma coleção de fiascos, e eu acho muito difícil uma seleção com jogadores jovens como esta é difícil de se livrar disso tão rapidamente, certamente vai precisar de algumas oportunidades e aproveitá-las bem, para mudar essa história.

A Espanha passou por isso, então eu acho que é possível sim. Mas ainda falta um pouco. Agora teve uma boa oportunidade na Nations League, mas perdeu uma ótima chance de ir para uma final, e ganhar um título, mas ficou melancolicamente pelo caminho mais uma vez.

Para Mauro Cezar, Southgate faz um bom trabalho na seleção inglesa (Foto: Yuri Cortes/Getty)
PL Brasil – Como você avalia o trabalho do Southgate?

É um bom trabalho. O Southgate conhece bem a base, conhece os jogadores com os quais trabalha há muito tempo. Ele é um técnico inglês que já consegue tirar proveito da convivência como jogador e técnico com treinadores de várias partes do mundo que fizeram e forma muito importante no crescimento do nível do futebol jogado na Inglaterra.

Não há posts para exibir