A consolidação de Mason Greenwood no Manchester United

0
815
mason greenwood
PETER POWELL/POOL/AFP via Getty Images

Não faz muito tempo que um novo atacante inglês surgiu no cenário do futebol. Tratava-se de Mason Greenwood. Isto é, mais um jovem da forte base do Manchester United que buscava colocar seu nome na lista dos garotos que não decepcionaram em Old Trafford.

O tempo passou. Entre uma partida começando no banco de reservas e outras sendo aproveitado como titular – principalmente em torneios além da Premier League – Mason, aos poucos, conquistou seu espaço, se consolidando cada vez mais ao ponto de, hoje, ser peça fundamental entre os 11 escolhidos por Ole Gunnar Solskjaer para iniciar uma partida.

A consolidação de Greenwood

Ele era tratado como promessa. Por acaso, seu nome era um dos mais fortes dentro da renovação do futebol inglês, ao lado de bons garotos, como Phil Foden, Bukayo Saka, entre outros. Contudo, o futebol é uma das profissões mais traiçoeiras no quesito.

Apesar da força na base, em todo o mundo, jogadores que funcionam bem em categorias menores, nem sempre conseguem o mesmo resultado no futebol profissional. Nesse sentido, podemos citar nomes próximos de Greenwood, como Jesse Lingard e Luke Shaw.

Nesses dois casos, ambos ainda são jovens e já apresentaram bom futebol, com passagens pela seleção. Porém, é sabido que o alto nível esperado não foi atingido. Nível que Greenwood já atingiu e, não só isso, mas também vem superando expectativas.

Ao trabalhar com as duas pernas, o jovem larga na frente em relação à concorrência a partir do momento em que não possui uma ‘perna ruim’. Ser ambidestro não só confunde o adversário, como também abre a porta para diversas possibilidades com intuito de concluir seu objetivo.

Leia mais: Mason Greenwod: Como a joia inglesa pode ajudar o Manchester United

Grenwood consegue uma mescla apreciável entre drible e velocidade para que o resultado, a finalização, seja eficiente. Sua inteligência faz com que não tenha dificuldade em ocasiões de gol. Uma de suas (já) marcas registadas é onde ele coloca a bola em seus gols, sendo a maioria no espaço mais improvável que a bola poderia passar.

Ao analisarmos o xG, estatística que mede a expectativa de gols de um jogador com base no seu desempenho, Mason Greenwood possui 2.99. Sob o mesmo ponto de vista, comparando com a temporada passada, em que teve alguns jogos com o time principal, obteve uma crescente de 6.01.

Para melhor entendimento dessa medida importante nos dias de hoje no futebol, Lucas Filus, em texto produzido no Footure FC, explicou de maneira completa como ela é feita.

Sua variabilidade traz para o United algo que buscava há muito tempo mas não conseguia de fato encontrar. Um jogador que não rende apenas frutos individuais, mas também se encaixa com o sistema e, principalmente, com os companheiros de ataque.

Com 58 gols em todas as competições, o tridente ofensivo formado por Marcus Rashford, Anthony Martial e Mason Greenwood, que tiveram poucos jogos juntos, ao lado da Juventus é o sexto trio, com mais gols dentro das cinco grandes ligas europeias na temporada. Ou seja, fica na frente de ataques potentes como Atalanta, Liverpool e Borussia Dortmund. 

O trio é superado apenas pelo Bayern (83), Manchester City (70), Paris Saint-Germain (68), Barcelona (60) e Leipzig (60). Ainda tendo jogos pela frente, os garotos de Manchester podem subir ness

Recordes alcançados

mason greenwood
PETER POWELL/POOL/AFP via Getty Images

Em 45 jogos na temporada, sendo 21 como titular, marcou 16 vezes. Desses 16, cinco foram de perna direita e 11 de perna esquerda. O curioso é que um deles foi em cobrança de pênalti com a perna direita, perna cujo possui o menor número de gols com bola rolando.

Os números colocam Greenwood em um patamar único na história dos Diabos Vermelhos. Em primeiro lugar, seus nove gols na atual Premier League já superam o recorde de maior número de gols por um jovem menor de 19 anos pelo Manchester United, que pertencia ao seu atual companheiro, Marcus Rashford, com oito.

Leia mais: Os 10 maiores ídolos da história do Manchester United

Por outro lado, Greenwood também já se igualou a grandes nomes do passado. O atacante foi o primeiro jovem do United a marcar por três jogos seguidos desde Wayne Rooney, com 19 anos, em 2005. Na PL em geral, é o terceiro jogador de 18 anos ou menos a marcar em três jogos seguidos. Danny Cadamarteri conseguiu em 1997, Michael Owen em 1997 e 1998 e Francis Jefferss 1999.

Por outro lado, vale a comparação com os jogadores sub-21 com mais gols em uma temporada no Manchester United. George Best, Brian Kidd e Rooney lideram com 17 gols. Greenwood já possui 16 gols e, provavelmente, assumirá o topo dessa lista.