Final insano! Martinelli vai bem, reforço decide e Jesus marca golaço em clássico ‘épico’ entre Arsenal e United

5 minutos de leitura

Isso é Premier League! Com dois gols nos acréscimos do segundo tempo, o Arsenal venceu o Manchester United por 3 a 1 no clássico disputado durante a tarde deste domingo (3), no Emirates Stadium, pela quarta rodada do campeonato. Dois gols saíram no primeiro tempo: Marcus Rashford abriu o placar após belo passe de Christian Eriksen, e Martin Odegaard empatou com assistência de Gabriel Martinelli.

Depois disso, as emoções ficaram apenas para o final do jogo. Um chute de Declan Rice, a contratação mais cara da história dos Gunners, virou o jogo aos 52 minutos do tempo segundo tempo. E ainda deu tempo de Gabriel Jesus fechar o placar com um golaço de contra-ataque.

A épica vitória do Arsenal coloca o time em 5º lugar, com 10 pontos em quatro jogos. O United 11º, com apenas seis pontos.

Martinelli se destaca com assistência e Gabriel Jesus fecha vitória com golaço

Gabriel Martinelli – 7,5

O atacante do Arsenal foi o melhor brasileiro em campo. Atuando 90 minutos como ponta-esquerda, Martinelli achou uma ótima assistência para Odegaard empatar o jogo, com um belo chute de chapa no canto, apenas um minuto depois do gol de Rashford. Ainda ofereceu muito perigo à defesa do United e chegou perto de virar o jogo no segundo tempo num chute que tirou tinta da trave. Só foi substituído por Reiss Nelson nos acréscimos da segunda etapa.

Gabriel Jesus – 7,0

Começou no banco de reservas, entrou no lugar de Nketiah e não conseguiu fazer muita diferença até os 56 minutos do segundo tempo. O Arsenal já vencia por 2 a 1 quando Gabriel Jesus recebeu de Fábio Vieira no contra-ataque, deixou Diogo Dalot no chão, concluiu na saída de Onana e foi comemorar na galera. Um belo gol para encher o atacante brasileiro de moral.

Gabriel Magalhães – 6,5

O zagueiro canhoto, de volta ao time titular e convocado para a seleção brasileira, também fez uma boa partida no Emirates. Gabriel Magalhães somou uma rebatida, dois chutes bloqueados, duas interceptações e dois desarmes, segundo a plataforma de estatísticas Sofascore. Ele reeditou os melhores momentos da temporada passada ao lado de William Saliba, com Ben White na lateral-direita e Zinchenko na esquerda.

Casemiro – 6,5

Casemiro chegou muito perto de ser o herói do jogo. Firme no meio-campo, era um dos principais responsáveis pelo United suportar a pressão dos mandantes. E ainda descolou uma assistência para Garnacho fazer 2 a 1 aos 44 minutos da etapa final, mas o lance foi anulado pelo VAR por conta de um impedimento do argentino.

Antony – 5,0

Escalado na ponta-direita, Antony pouco fez e pouco tentou ao longo de toda a partida. Saiu sem destaque nenhum já no fim do segundo tempo, para a entrada de Garnacho, que mesmo com o gol impedido fez mais que o brasileiro em 10 minutos em campo.

Montanha-russa entre os reforços: Havertz erra muito, mas Rice salva o Arsenal contra o United

Os erros do meia-atacante Kai Havertz custaram caro ao Arsenao no Emirates. O alemão, contratado do Chelsea por 65 milhões de libras, poderia ter feito a diferença em lances capitais da partida.

Quando o jogo ainda estava empatado por 0 a 0, Havertz teve uma bola limpa para finalizar na área, de frente para Onana, mas furou o chute. Na sequência, foi um passe errado seu no meio-campo que terminou com o domínio de Eriksen e uma ótima enfiada para Rashford, que ainda limpou a defesa antes de fazer um golaço.

Já no segundo tempo, com o placar em 1 a 1, Havertz perdeu a chance de dar sequência a uma jogada dentro da área adversária para tentar cavar um pênalti em lance com Wan-Bissaka. O árbitro Anthony Taylor chegou a marcar a falta dentro da área, mas foi alertado pelo VAR e mudou a decisão após rever a jogada no vídeo.

Para encerrar o jogo frustrante, o alemão foi substituído por Fábio Vieira aos 31 minutos do segundo tempo. A sorte dele é que Declan Rice, que chegou aos Gunners por 105 milhões de libras também nesta janela, estava lá para salvar o time de Mikel Arteta.

O volante virou o jogo com um chute em rebote de escanteio já aos 52′ da etapa final, num lance que fez o Emirates explodir e foi o que realmente decidiu o clássico diante do United.

Próximos jogos

Os times só voltam a campo daqui duas semanas por conta da paralisação do campeonato em meio à Data Fifa.

  • Manchester United x Brighton – sábado (16) às 11h (horário de Brasília) – Premier League
  • Everton x Arsenal – domingo (17) às 12h30 (horário de Brasília) – Premier League
Diogo Magri
Diogo Magri

Jornalista formado pela ECA-USP, campineiro e repórter na PL Brasil. Passagens por EL PAÍS, Revista Veja e Futebol Globo CBN.

Contato: [email protected]