Relembre quando Marcos quase foi parar no Arsenal

Em 2003, o ídolo alviverde quase foi parar na campanha histórica do time de Wenger

0
362
Marcos quase foi parar no Arsenal
Foto: Panini

Nessa quinta, durante entrevista ao Desimpedidos, o goleiro Marcos disse que se arrepende de não ter ido jogar em um grande clube europeu. Ele lembra que quase foi parar em Londres. Marcos quase foi parar no Arsenal, mas preferiu disputar a Série B pelo Palmeiras.

Sim, o ex-goleiro Marcos quase foi parar no Arsenal

Em janeiro de 2003, meses depois de ganhar a Copa do Mundo pela Seleção Brasileira, uma proposta tentadora vinha de Londres à diretoria do Palmeiras.

O Arsenal enviou uma oferta de 4 milhões de dólares – valor muito alto à época – e queria ter mais um brasileiro na equipe que já tinha Edu e Gilberto Silva, além de Juan, atual jogador do Avaí.

Marcos durante treino pela Seleção Brasileira (CBF)

Goleiro do penta, ídolo do Palmeiras, mas respeitado até pelos rivais corintianos, Marcos Roberto Silveira Reis – ou São Marcos para os alviverdes – já era dado como novo jogador do time londrino aqui no Brasil, como podemos ver no noticiário da Folha Online da época.

Quando oficializou que permaneceria no time de Palestra Itália, muitos diziam que fora recusado pelos Gunners.

Leia mais: Artilharia do Campeonato Inglês: confira os goleadores da Premier League

Esta história foi desmentida pelo próprio Marcos durante a entrevista. Segundo ele, o Palmeiras queria vendê-lo, já que a proposta era muito boa financeiramente, e o mandou para conhecer o clube europeu. Marcos foi, mas não ficou.

O ex-goleiro justificou sua recusa com o fato de não querer ficar sozinho em Londres, uma cidade extremamente fria comparada a São Paulo, além de não ter “estrutura nenhuma, não ser casado, assim ficaria lá sozinho”.

O Arsenal era atual campeão da Premier League. Vencedor da temporada de 2001/02, os Gunners tentavam manter o título em 2002/03.

Marcos só chegaria ao time no início da campanha histórica de 2003/04, que terminou com um título vencido de forma invicta da Premier League.

Seaman vendo a bola de Ronaldinho entrar e virar o golaço daquele mundial (Neal Simpson/Empics)

Sai Seaman e entra…Lehmann

David Seaman era o goleiro titular, mas depois de tomar o gol de falta de quase do meio de campo de Ronaldinho no Mundial de 2002, o inglês vinha falhando diversas vezes, gerando críticas também por conta da sua idade – no final daquela temporada, Seaman se transferiu ao Manchester City, mas ficou apenas por seis meses, antes de se aposentar com 40 anos.

Com a recusa de Marcos, o Arsenal foi ao mercado. Na Alemanha, Lehmann despontava com a camisa do Borussia Dortmund e chamou a atenção dos Gunners, que o contrataram no lugar de Marcos por apenas 1,5 milhões de euros.

Aquela janela de transferências do Arsenal trouxe nomes marcantes como Van Persie, Fábregas, Clichy e Reyes.

Caso se transferisse ao clube de Londres, o goleiro poderia ter, nos anos em que disputou segunda divisão no Brasil e viveu secas de títulos grandes, o seu nome marcado na campanha que estará pra sempre na história do futebol.