Manchester United considera demitir Ten Hag e mira 2 nomes para substituto

5 minutos de leitura

A situação de Erik Ten Hag vai ficando cada vez mais difícil no Manchester United. A derrota para o Newcastle por 3 a 0 na última quarta-feira (1º), pela Copa da Liga, foi mais um duro golpe no já cambaleante trabalho do técnico holandês. Sua demissão ainda não é pauta, mas segundo parte da imprensa inglesa, o clube já observa possíveis substitutos.

De acordo com informações do jornal “The Times”, o Manchester United está considerando dois treinadores para o lugar de Erik Ten Hag. O clube enxerga Rúben Amorim, do Sporting, e Zinedine Zidane, sem clube, como candidatos a substituir o holandês no comando técnico do time.

Rúben Amorim é tido como um dos treinadores mais promissores do futebol europeu. Ele tem apenas 38 anos, mas conseguiu quebrar um longo jejum de títulos portugueses do Sporting, em 2021/21. O lusitano chegou a ser especulado em Tottenham e Chelsea quando essas equipes demitiram seus treinadores na última temporada.

Amorim até comentou a especulação que liga seu nome ao clube de Old Trafford.

Eu tenho uma ideia sobre o meu futuro, mas não direi a vocês agora. Não é para agora, falarei no fim da temporada. Não consigo prever nada, depende do resultado e de muitas outras coisas — afirmou o português.

Zinedine Zidane dispensa apresentações. O ex-jogador fez história com o Real Madrid ao conquistar três títulos da Champions League entre 2016 e 2018. O francês retornou ao comando do time merengue em 2019, mas não teve sucesso. Ele está desempregado desde 2021 e já declarou que só pretende trabalhar em times que o ofereceram a possibilidade de ser vencedor.

Mercado: Bayern quer destaque do Chelsea e já sabe preço pedido
Zidane está sem clube (Foto: Icon Sport)

Ten Hag pode ser demitido do Manchester United?

Ainda não há consenso que a demissão de Ten Hag é o melhor caminho para o Manchester United. No entanto, fato é que o a sequência negativa de resultados vem minando cada vez mais o apreço da torcida com o treinador.

Mas se quiser demitir Erik Ten Hag, o time vermelho terá que arcar com as consequências. O técnico holandês tem a receber uma multa rescisória de 15 milhões de libras (R$ 92 milhões), equivalente a todo seu salário até o fim do contrato, na metade de 2025.

Manchester United em 2023/24

  • 15 jogos
  • 7 vitórias
  • 8 derrotas
  • 20 gols feitos
  • 26 gols sofridos

Em contato com o jornalista Fabrizio Romano, o clube negou ter intenção de demitir o atual comandante no momento.

Estilo autoritário e divisão no vestiário

Depois da divulgação da notícia dos possíveis substitutos, o “Telegraph” acrescentou que uma parte do vestiário se voltou contra Ten Hag. O jornal não disse quais e nem quantos são os atletas, mas usou a expressão “um número de jogadores”.

De acordo com a publicação, os motivos para a revolta seriam a forma com a qual o treinador lidou na situação com Jadon Sancho, quando expôs a briga publicamente, e com Harry Maguire, que perdeu a braçadeira de capitão e foi escanteado do time titular — voltou apenas quando as opções para formar a zaga titular ficaram escassas.

Por outro lado, o “Telegraph” deixa claro que ainda existem jogadores que defendem Ten Hag no ambiente interno, que “continuam convencidos de que o seu estilo autoritário é o que o United precisa para dar a volta por cima“.

O treinador deve enfrentar uma sequência “crucial” de jogos que definirá o seu destino, incluindo jogos contra Fulham, Copenhague e Luton Town.

Tudo isso em meio a um período confuso administrativamente para o United, uma vez que Sir Jim Ratcliffe está perto de se tornar acionista majoritário em Old Trafford e não deixou claro quem deve escalar para tomar conta da parte esportiva.

Lucas Barbosa
Lucas Barbosa

Redator da PL Brasil. Foi por meio da Premier League, na tela do antigo Esporte Interativo, em 2007, que o Jornalismo entrou na minha vida. Duas paixões que abriram portas e me fazem realizar sonhos todos os dias. Passei pelos portais Mais Minas e Esporte News Mundo.