Com 5 nomes no radar, Manchester United terá dificuldades na janela de transferências, diz jornal

4 minutos de leitura

O Manchester United está cercado de dúvidas sobre o futuro com a incerteza da compra de 25% do clube por Sir Jim Ratcliffe. Apesar de ter cinco nomes no radar para a janela de janeiro, os Red Devils poderão ficar limitados a realizar compras baratas ou de empréstimo.

De acordo com o jornal britânico “Daily Mail”, o técnico Erik ten Hag quer pelo menos um atacante e um defensor, mas as restrições do fair play financeiro e a falta de clareza sobre a venda do clube poderão interferir nos grandes gastos que o Manchester United eventualmente queira fazer.

Ainda segundo o veículo inglês, o clube gostaria de contratar o atacante Ivan Toney, mas o preço pedido pelo Brentford, 100 milhões de libras, está muito além do alcance do clube. O ideal, portanto, seria confiar em Rasmus Hojlund, contratado na última janela por 72 milhões de libras (R$ 448 milhões), mas que ainda não marcou na Premier League.

Também resta saber se o Manchester United irá recuperar Jadon Sancho, que custou 73 milhões de libras (mais de R$ 521 milhões na cotação da época) aos Red Devils há dois anos e que atualmente está fora do time por uma briga que teve com Ten Hag. Se o atacante de 23 anos não for reintegrado, é provável que seja vendido para os Diabos Vermelhos recuperarem parte do grande investimento que foi feito no jogador.

Já para a defesa, setor que Ten Hag tem Lisandro Martinez e Luke Shaw como desfalques por lesão, o Manchester United tem quatro nomes no radar:

  • Jean-Clair Todibo (Nice)
  • Edmond Tapsoba (Bayer Leverkusen)
  • Giorgio Scalvini (Atalanta)
  • Jarrad Branthwaite (Everton)

Entretanto, as conversas iniciais com os zagueiros estão frias por enquanto, em meio as dúvidas se o diretor de futebol do Manchester United, John Murtough, ainda estará no cargo com a possível compra de parte do clube por Sir Jim Ratcliffe.

Ten Hag cabisbaixo em jogo do Manchester United. Foto – Icon Sport

Incertezas no Manchester United

As certezas sobre o futuro do Manchester United só virão quando o investimento de 1,25 bilhão de libras (R$ 6,3 bilhões) de Ratcliffe for ratificado e caso o bilionário assuma as operações do futebol do clube.

Embora a saída de Dean Henderson para o Crystal Palace ter rendido 20 milhões de libras para os cofres do Manchester United na última janela, o clube ainda tem restrições em janeiro por conta das regras de fair play financeiro. Resta aos Red Devils serem criativos para conseguir fazer contratações baratas ou empréstimos.

Romulo Giacomin
Romulo Giacomin

Formado em Jornalismo na UFOP, passou por Mais Minas, Esporte News Mundo e Estado de Minas. Atualmente, escreve para a Premier League Brasil.