Manchester United: astro pode deixar o clube ao fim da temporada

3 minutos de leitura

O Manchester United já traçou uma lista de jogadores negociáveis para a próxima janela de transferências e também já alinha renovações de contrato das peças mais importantes do elenco.

David de Gea recusou a primeira oferta de assinar um novo contrato com o United. O clube quer continuar com o goleiro, porém considera necessária uma redução salarial. De acordo com o site britânico “The Athletic”, o espanhol é o jogador de sua posição mais bem pago do mundo, com o salário de 375 mil libras por semana (R$ 2,38 bilhões). Os Red Devils querem diminuir o valor para manter o atleta de 32 anos na equipe.

Ainda segundo o jornal britânico, o Manchester United fez uma boa proposta, mas De Gea não julgou a oferta como satisfatória. Porém, o goleiro quer permanecer em Old Trafford e sente que suas atuações nesta temporada ainda o classificam como um dos jogadores mais importantes do técnico Erick ten Hag e pensa que a remuneração deve seguir de acordo.

Relação com Ten Hag

De Gea teve um começo instável sob o comando de Ten Hag. O goleiro foi apontado como um dos principais responsáveis pela derrota por 4 a 0 para o Brentford em agosto do ano passado. Porém, o espanhol ganhou moral com o treinador ao longo da temporada e o técnico quer ficar com jogador para os próximos anos.

Ten Hag, inclusive, adaptou De Gea para seu estilo de jogo. O treinador, pragmático e idealista, gosta de goleiros que se sintam confortáveis e confiantes com a bola nos pés. Ele instruiu o goleiro para procurar seus companheiros de equipe no meio de campo quando tiver com a bola. Os treinos deram resultado. Na final da Copa da Liga Inglesa, o arqueiro deu um chute longo em direção a Wout Weghorst e a jogada terminou no gol de Marcus Rashford que sacramentou o título.

O United tentou fazer o mesmo no jogo seguinte, contra o Liverpool, com Lisandro Martínez tocando duas vezes na bola para De Gea, que encontrou Weghorst no meio de campo, enquanto Rashford corria por trás, mas os gols não saíram.

Já no empate contra o Real Betis, pela Liga Europa, o chute de De Gea não foi bom. Sob pressão dos atacantes adversários, ele errou quatro passes e, em um deles, a bola acertou na trave. porém, Ten Hag se solidarizou com o goleiro em coletiva pós-jogo.

— Não posso ignorar (o chute dele), mas vimos muitos jogos (em que) ele se saiu muito bem. David está trabalhando nisso. Ele está melhorando e vai continuar melhorando, tenho certeza — declarou o treinador à época.

Ten Hag tem grande influência nas decisões do Manchester United e o treinador sente carência em outras posições, especialmente centroavante. Contratar um atacante de grande porte exigira muito dinheiro, bem como um meio de campo e um lateral-direito, que também são tratadas como prioridades. Pensando nos regulamentos do fair play financeiro da Premier League, a substituição de De Gea não é vista como prioridade pelo técnico dos Red Devils.

Estatísticas de De Gea

De Gea em ação pelo Manchester United
Foto: PA Images / Icon Sport

De Gea teve muitas defesas importantes ao longo da temporada. Ten Hag elogiou a atuação do goleiro na vitória por 3 a 0 sobre o Bournemouth em janeiro e houve outros jogos em que ele se destacou, como contra Crystal Palace, West Ham e Barcelona. A defesa do cabeceio de Kelechi Iheanacho na vitória por 3 a 0 sobre o Leicester foi eleito a melhor do mês de fevereiro da Premier League.

O arqueiro espanhol é o nono goleiro com mais defesas na Premier League, com 71 chutes defendidos. Sua taxa de defesa é a 13 para os goleiros que defenderam pelo menos 50 chutes (66,7%).

A expectativa de gols contra (xGA) de De Gea é de 33,3 – este é o número de gols esperados da posição em que os adversários tentaram marcar – e sua expectativa de gols sofridos (xGOT) é de 30,3 – isso influencia a qualidade do chute dado por um jogador, significando um reflexo mais verdadeiro da chance que um goleiro está tentando parar. O espanhol sofreu 35 gols nesta edição da Premier League.

Há de se considerar que a goleada por 7 a 0 para o Liverpool afetou consideravelmente nas suas estatísticas. Mas, por esses parâmetros, ele não é impactado tanto quanto Bernd Leno, do Fulham, por exemplo, que sofreu 35 gols em um x GOT de 41,7.

De Gea antecipou o perigo e saiu correndo de sua linha para tentar cortar um passe de ataque ou fechar o gol oito vezes, sendo o 17º goleiro da Premier League que mais fez isso. Illan Meslier, do Leeds, lidera com 26 (23 deles sendo bem sucedidos).

Quando se trata de pegar na área, De Gea é o 19º com 11. Ele é um dos dois únicos goleiros regulares a não deixar cair uma bola, junto com Alisson. O arqueiro do United cometeu apenas um erro que levou a um chute (que também levou a um gol). Está entre os melhores da Premier League no quesito. Além de tudo isso,o espanhol ultrapassou Peter Schmeichel em número de jogos sem sofrer gols (183).

Ainda assim, o principal olheiro do Manchester United, Tony Coton, segue observando opções para a posição na Europa há seis meses. Um dos nomes é David Raya, do Brentford, que também está na mira do Tottenham para substituir Hugo Lloris.

Romulo Giacomin
Romulo Giacomin

Formado em Jornalismo na UFOP, passou por Mais Minas, Esporte News Mundo e Estado de Minas. Atualmente, escreve para a Premier League Brasil.