Manchester United 2007/2008: onde estão os jogadores daquele elenco?

Você sabe por onde andam os principais atletas do histórico plantel?

0
1051
Manchester United 2007/2008: onde estão os jogadores daquele elenco?
Adrian Dennis/AFP via Getty Images

O Manchester United 2007/2008 foi histórico. Naquela temporada, os Red Devils, comandados pelo eterno Sir Alex Ferguson, conquistaram a Champions League e a Premier League. Aquele elenco está marcado para sempre em Old Trafford. Por isso, a PL Brasil te contará como estão os principais jogadores daquela histórica equipe atualmente.

Escolhemos 17 atletas. Obviamente o elenco não possuía apenas 17 jogadores, mas escolhemos frente à importância de cada um nos resultados conquistados pelos Diabos Vermelhos. O Manchester United 2007/2008 contava com mais de 30 atletas, porém alguns desses não fizeram nenhuma partida.

Acompanhe a PL Brasil no YouTube

  • ESQUADRÕES IMORTAIS | MANCHESTER UNITED 1999

Edwin van Der Sar

O título europeu de 2007/2008 se deve a muitos envolvidos, mas eu diria que principalmente ao goleiro holandês. Foi Edwin van Der Sar quem defendeu a penalidade decisiva de Anelka e garantiu a terceira taça da Champions League para os Red Devils.

Sem dúvidas, van Der Sar é um dos maiores arqueiros da história de Old Trafford. Em 2007/2008, foram 44 jogos disputados, 25 clean sheets e apenas 24 gols sofridos.

Hoje, o holandês é diretor-executivo do Ajax, clube no qual também foi campeão europeu em 1995. O contrato com o time holandês vai até 2023.

Emmanuel Dunand/AFP via Getty Images

Leia mais: 10 jogadores que passaram pelo Fulham e você talvez não saiba

Rio Ferdinand

Assim como van Der Sar e a maioria dessa lista, o ex-camisa 5 foi multicampeão em Old Trafford. Ao lado de Vidić, Ferdinand formou uma das melhores duplas de zaga da história da Premier League. Sem os dois, o United passou por maus bocados na defesa.

Com a camisa dos Diabos Vermelhos, foram mais de 450 jogos e oito gols marcados. Especificamente na temporada 2007/2008, disputou 51 partidas e marcou três gols, sendo dois na Premier League e um na Champions League.

Hoje, o inglês não esconde sua paixão pelos Red Devils nas suas redes sociais e é comentarista esportivo do canal BT Sport.

Nemanja Vidić

O defensor sérvio foi primordial para a grande década 2010 do Manchester United. Era muito difícil para os adversários passarem por ele e Ferdinand. Aos 34 anos, na Internazionale, decidiu que era hora de parar.

Na temporada 2007/2008, o camisa 15 atuou 45 vezes e marcou um gol. Vidić hoje curte a aposentadoria. Ele também chegou a fazer participações como comentarista na Sky Sports.

Wes Brown

Autor do cruzamento para o gol de Cristiano Ronaldo na final da Champions diante do Chelsea, Brown era zagueiro de origem, mas foi de lateral que mais se destacou no United. Em 2007/2008, foram 52 jogos, um gol e duas assistências.

Hoje com 40 anos, Brown está aposentado. Entretanto, atuou até a temporada 2017/2018, quando defendeu o Kerala Blasters, da Índia.

Patrice Evra

O francês é um dos maiores laterais da história da Premier League. E consequentemente, da história do Manchester United. Até hoje, o torcedor red devil tem saudade da qualidade de Patrice Evra.

O atleta que diz amar o jogo se aposentou após modesta passagem pelo West Ham, em 2018. Na incrível temporada de 2007/2008, fez 48 jogos e deu três assistências.

Atualmente, com 38 anos, é bem ativo nas redes sociais, principalmente no Instagram e recentemente lançou um guia on-line sobre condicionamento físico.

John O'Shea

Talvez o futebolista mais polivalente que já passou por Old Trafford. Com a camisa do United, o irlandês atuou de zagueiro, lateral, meio-campista e até de goleiro. Por isso, era homem de confiança de Alex Ferguson.

Com 38 anos e perto dos 39, O’Shea disputou sua última temporada como profissional em 2018/2019, com a camisa do Reading. Foram 11 jogos no seu ano derradeiro. Já 11 anos antes, em 2007/2008, foram 38 jogos, sendo seis na Champions League, e duas assistências. Hoje integra a comissão técnica do seu último clube.

Oli Scarff/AFP via Getty Images

Michael Carrick

Carrick foi uma das caras do meio-campo dos Red Devils por muitos anos. Revelado pelo West Ham e com passagem pelo Tottenham, Carrick viveu seu auge no United, no qual virou ídolo.

Silencioso e extremamente competente, Carrick teve doze anos em Old Trafford, como profissional. E se tornou o último dos titulares da final de Moscou contra o Chelsea a deixar a equipe.

Porém, o eterno camisa 16 deixou somente o time profissional como atleta, visto que hoje integra a comissão técnica do time e trabalha juntamente ao treinador Ole Gunnar Solskjaer.

Paul Scholes

Paul Scholes dispensa comentários. Cria das categorias de base dos Red Devils, Scholes é um dos maiores ídolos da história do clube de Old Trafford. Duas vezes campeão europeu e onze vezes do campeonato inglês, o cara que utilizou por tanto tempo a camisa 18 foi decisivo na semifinal da Uefa Champions League diante do Barcelona.

Inicialmente aposentado ao fim da temporada 2010/2011, Scholes anunciou seu retorno no dia 7 de janeiro de 2012, a pedido de Alex Ferguson. Assim, atuou e 2011/2012 e 2012/2013, quando decidiu se aposentar definitivamente junto com o técnico escocês.

Em 2007/2008, foram 34 jogos disputados, dois gols marcados e quatro assistências. Em 2019, decidiu aceitar o convite de ser treinador e assumiu o comando do Oldham, da quarta divisão inglesa, mas após 31 dias pediu demissão da função. O ex-meia, volta e meia, dá declarações polêmicas sobre o Manchester United. Hoje, faz participações como comentarista na BT Sport.

Leia mais: Paul Scholes: a maestria e a superação do “Gênio Tímido”

Owen Hargreaves

Titular na final da Champions League de 2007/2008 ao lado de Carrick e Scholes, Hargreaves chegou ao United após se destacar no Bayern de Munique.

E 2007/2008 foi a temporada na qual o ex-camisa 4 mais atuou com a camisa dos Red Devils. Nela, foram 34 jogos, dois gols e duas assistências. Atualmente com 39 anos, Hargreaves é comentarista da BT Sport.

Leia mais: Fora do país: 5 jogadores ingleses que se destacaram longe da Inglaterra

Darren Fletcher

Como Carrick, Fletcher sempre foi um jogador muito silencioso, mas que sempre entregou muito à equipe. Revelado na base dos Diabos Vermelhos, o meio-campo escocês deixou o clube em 2015, após 342 jogos e 24 gols marcados.

Após isso, passou por West Bromwich e Stoke City, até que em 2018/2019 decidiu pela aposentadoria. Aos 36 anos, curte a vida pós-futebol.

Nathan Stirk/Getty Images

Anderson

Originalmente um meia-atacante, Anderson foi transformado por Alex Ferguson num meio-campista mais recuado. O brasileiro chegou ao United na própria temporada 2007/2008 e teve o desafio de cobrar a primeira penalidade das cobranças alternadas na final da Champions League contra o Chelsea. Frio, o então camisa 8 colocou a bola no fundo das redes.

Nos Red Devils, ao todo foram 181 jogos, nove gols e 21 assistências. Na sua primeira temporada, 2008/2009, entrou em campo 38 vezes. Na partida decisiva diante do Chelsea, substituiu Wes Brown, no último minuto da partida, com a missão de acertar a cobrança do pênalti.

Em setembro de 2019, aos 31 anos, decidiu pela aposentadoria precoce. Suas duas últimas temporadas como profissional foram na Turquia, onde atuou pelo Adana Demirspor.

Ryan Giggs

Giggs conquistou tudo que podia com a camisa do Manchester United e é o jogador com mais jogos pelo clube. Na temporada 2007/2008, já tinha uma idade avançada, mas não deixou de contribuir efetivamente para os grandes resultados do clube, tanto que só se aposentou em 2014.

Na sua última temporada como profissional fez 22 jogos e comandou a equipe como técnico interino nas últimas partidas da mesma após a demissão de David Moyes, que havia substituído Ferguson. Ficou como assistente técnico no United até 2016. Em 2018, assumiu o comando da seleção de País de Gales, seu país.

Leia mais: Ryan Giggs: a carreira e os compromissos da lenda do Manchester United

Park Ji-sung

2007/2008 não foi a melhor temporada do sul-coreano com a camisa do United, tendo disputado apenas 18 jogos na mesma. Porém, mesmo assim, Park foi primordial numa das partidas mais importantes do clube na temporada. O então camisa 13 dos Diabos Vermelhos foi eleito o melhor jogador da partida contra o Barcelona, que decretou a classificação do clube para a final europeia contra o Chelsea.

Extremamente competente, Park Ji-sung marcou época em Old Trafford, conquistando diferentes títulos e se tornando o primeiro sul-coreano a vencer a Uefa Champions League. Park se aposentou em 2014, quando estava no PSV Eindhoven.

Com a aposentadoria, criou o Centro de Futebol JS, em Suwon, sua cidade natal.

Nani

O português, assim como Anderson, chegou a Old Trafford em 2007/2008, onde ficou por sete temporadas. No United utilizou a camisa 17 e teve uma caminhada de sucesso.

Formou com Park, Scholes e Carrick o meio-campo na semifinal decisiva contra o Barcelona, na Champions. Na final, substituiu Rooney na prorrogação e converteu sua penalidade.

Ao todo, fez 220 jogos, marcou 40 gols e deu 73 assistências. Já em 2007/2008: 41 jogos, 4 gols e 13 passes para gols. Hoje, está com 33 anos e atua na Major League Soccer, com a camisa do Orlando City.

Carlitos Tévez

Foram apenas duas temporadas do argentino em Old Trafford. E logo na sua primeira (2007/2008), foi titular e campeão europeu e inglês. Vestindo a camisa 32 compôs um grande trio com Rooney e Cristiano Ronaldo.

De todos os jogos do United na Champions, só esteve de fora do último da fase de grupos, contra a Roma. Já na Premier League, foram 34 jogos em 38, e sua maioria como titular. Foram 19 gols e sete assistências nessa temporada.

Hoje tem 36 anos e ainda está na ativa. Veste atualmente a 10 do seu querido Boca Juniors.

Juan Mabromata/AFP via Getty Images

Leia mais: 6 jogadores que foram campeões da Libertadores e da Premier League

Cristiano Ronaldo

2007/2008 foi uma das melhores temporadas da carreira de Cristiano Ronaldo e a que resultou na sua primeira Bola de Ouro. O pênalti perdido que quase fez o United perder o título europeu não manchou a temporada do artilheiro da Premier League, com 31 gols, e da Champions, com 8.

Inclusive, o então camisa 7 marcou na final, de cabeça, em movimento característico. Em 49 partidas, marcou 42 gols, além de oito assistências.

Com 35 anos, depois de fazer história no Real Madrid, está na Juventus, clube no qual também está trilhando caminho de sucesso.

Leia mais: A temporada perfeita de Cristiano Ronaldo pelo Manchester United em 2007/2008

Wayne Rooney

Maior artilheiro da história dos Red Devils, Wayne Rooney é ídolo do Manchester United. Já vestindo a camisa 10, em 2007/2008, auxiliou muito bem o craque do time Cristiano Ronaldo. Em 43 partidas, foram 18 gols e 14 assistências.

Após voltar para o Everton, passou pelo DC United da Major League Soccer e hoje veste a camisa 32 do Derby County, na Championship.

Leia mais: Wayne Rooney: um dos maiores da era Premier League