Em ritmo de treino, City amassa Urawa Reds e ‘assusta’ Fluminense para final do Mundial

2 minutos de leitura

O Manchester City está na final do Mundial de Clubes e irá enfrentar o Fluminense! A equipe de Pep Guardiola despachou o Urawa Reds sem maiores dificuldades nesta terça-feira (19), em Jeddah, na Arábia Saudita. O representante de Premier League e Champions League venceu por 3 a 0, com gols de Marius Hoibraten, contra, Mateo Kovacic e Bernardo Silva.

Pouco antes da bola rolar, más notícias para o torcedor citizen. A equipe confirmou as ausências de Haaland, De Bruyne e Doku do Mundial, que forma substituídos por Micah Hamilton, Max Alleyne e Mahamadou Susoho. Na escalação para enfrentar os japoneses, Guardiola promoveu algumas trocas. Julián Álvarez foi poupado, enquanto Matheus Nunes recebeu oportunidade.

Sem Haaland, norueguês do Urawa Reds vira artilheiro para o Manchester City

Apesar de ser o atual campeão de tudo, o City entrou em campo cercado de algumas desconfianças. A equipe vive um momento difícil na temporada e chegou à Arábia Saudita com três vitórias nos últimos jogos.

Dentro de campo, a equipe não abandonou suas características e foi dominante, mesmo sem tanta intensidade. O Manchester City se apropriou da bola desde o início, cozinhou o adversário e acumulou passes em frente à área. O time parecia ter certeza que marcaria a qualquer momento e, com muita tranquilidade, criou boas chances na etapa inicial, mas parou no goleiro Shusaku Nishikawa.

Quando o intervalo se aproximava, um norueguês balançou as redes para o Manchester City. Mas como, se Haaland foi cortado? O goleador da vez Marius Hoibraten, zagueiro do Urawa Reds. Ele tentou cortar passe rasteiro de Matheus Nunes e jogou contra o próprio gol, aos 46 minutos.

City confirma superioridade no segundo tempo e deixa ‘recado' ao Fluminense

O gol no fim da primeira etapa derrubou completamente a moral do Urawa Reds. A equipe voltou do intervalo com certa desatenção e permitiu mais espaços ao Manchester City. Mesmo mantendo a menor rotação, o time de Guardiola seguiu criando muitas oportunidades de novamente balançar as redes.

Não demorou muito para o segundo gol. Aos sete minutos, Kovacic recebeu linda bola enfiada de Walker e saiu na cara do goleiro japonês. O croata demonstrou muita frieza e balançou as redes. Depois, foi a vez de Bernardo Silva anotar seu nome na súmula. O camisa 20 acertou chute rasteiro de fora da área e marcou o terceiro, aos 14 da etapa final.

Apesar dos pesares, o Manchester City mostrou sua força e deixou claro ao Fluminense do que é capaz. Dinizismo x Guardiolismo à vista!

Ederson – 6,0

O Urawa Reds pouco chegou à defesa do City. Ederson não foi muito exigido durante o jogo, mas apareceu quando o necessário. Com a bola no pé, protagonizou alguns lances de tensão com a defesa inglesa na saída de bola.

Matheus Nunes – 7,0

Ainda tentando se firmar no novo clube, Matheus Nunes recebeu uma nova oportunidade de Pep Guardiola. O luso-brasileiro começou trepidante com algumas dificuldades. Aos poucos, o ex-Wolves foi entrando no ritmo dos companheiros e passou a fazer uma boa partida.

O flamenguista participou do primeiro gol e agora poderá jogar seu “Fla-Flu particular” contra o Fluminense, na final. Recebeu cartão amarelo nos últimos minutos, o que não apaga seu bom desempenho.

Manchester City e Fluminense se enfrentarão pela final do Mundial de Clubes na sexta-feira (22), a partir das 15h, também Estádio King Abbdulla. Quem vencer, será campeão do torneio de forma inédita.

Lucas Barbosa
Lucas Barbosa

Redator da PL Brasil. Foi por meio da Premier League, na tela do antigo Esporte Interativo, em 2007, que o Jornalismo entrou na minha vida. Duas paixões que abriram portas e me fazem realizar sonhos todos os dias. Passei pelos portais Mais Minas e Esporte News Mundo.