Manchester City pode jogar um ‘futebol bonito’, diz Guardiola

0
123

Em sua primeira entrevista coletiva como técnico do Manchester City, concedida nesta sexta-feira (08), Pep Guardiola foi enfático: disse que está veio para a Inglaterra para provar que é possível jogar um “futebol bonito” na Premier League.

Guardiola afirmou que estava “confortável” no Bayern de Munique, mas que estava buscando outro desafio em sua carreira. O espanhol de 45 anos também admitiu que ele teve “absolutamente tudo” no Barcelona.

Quando perguntado se ele poderia repetir no Manchester City o estilo de jogo bonito, o famoso tiki-taka do Barcelona, Guardiola respondeu:

“É por isto que estou aqui. Eu nunca joguei no Boxing Day. Nunca estive em um estádio que venta muito, com uma clima congelante e cujo gramado não é bom. É um objetivo pra mim. Estou aqui para me provar e provar que posso jogar [no mesmo estilo].”

Guardiola, que se referiu ao técnico do Sunderland, Sam Allardyce, como um dos contrastes do futebol inglês com o espanhol e o alemão, disse que o que ele quer dos seus jogadores é “simples”.

“Quando tivermos a bola, queremos movê-la o mais rápido possível e criar quantas chances forem possíveis”, disse o ex-técnico do Barcelona, que negou a afirmação de que este será o maior desafio da sua carreira como técnico.

“Estou apenas focando nos meus jogadores e o que eles têm de fazer em campo, pois é por isso que decidi vir para cá. Na Liga dos Campeões, vinhamos muitas vezes com o Barcelona e com o Bayern de Munique e sempre pensávamos: ‘uau'. É uma meta pra mim e uma ambição pessoal me provar aqui.”

Guardiola, que iniciou a carreira como técnico no Barcelona B, disse estar impressionado com a estrutura do City e que deseja trabalhar com os jovens da base do clube.

No entanto, afirmou ter dito aos atletas da equipe principal que está “contando com todos eles”, incluindo o capitão Vincent Kompany e o volante Yaya Touré, cujas especulações diziam que não seria mais aproveitado com a chegada do espanhol, que foi o responsável por sua venda enquanto no Barça.

“Eu amo trabalhar com jogadores jovens”, acrescentou. “Tendo trabalhado aqui por uma semana, estou realmente impressionado com a qualidade deles”.

“Meu sonho para o Kompany é para que ele fique em condições. Ele é um magnífico zagueiro, mas quando falei com ele, disse para ele apenas se concentrar em seu corpo.”

“Vamos tentar ser mais consistentes em nosso jogo. Talvez não vamos vencer todos os dias. Mas vamos tentar.”

Leia mais Liverpool e United são punidos por ‘cantos ofensivos’ de seus torcedores