Os maiores cobradores de falta da história da Premier League

Conheça os jogadores que mais marcaram gols de falta na história da Liga

Os maiores cobradores de falta da história da Premier League
Ben Radford/Getty Images Sport

Você saberia dizer qual o maior batedor de faltas da história do seu clube inglês? A Premier League já teve grandes cobradores de falta e, por isso, a PL Brasil, baseada em levantamento realizado pelo The Football Faith, listou aqui os seis maiores cobradores de falta na história da Liga.

Os maiores cobradores de falta da história da Premier League 

Acompanhe a PL Brasil no Youtube
  • 5 VIRA-CASACAS DA PREMIER LEAGUE

David Beckham – 15 gols

Dentre tantas qualidades futebolísticas, a batida de falta também foi uma do inglês revelado em Old Trafford. O ex-jogador de Manchester United, Real Madrid, Milan, PSG e Los Angeles Galaxy se destacava pelos belos passes e lançamentos, gols de fora da área e de falta.

Foram onze temporadas de Red Devils e consequentemente de Premier League. Os onze anos na Inglaterra fizeram com que Beckham se tornasse o jogador com mais gols de falta na história da liga. Foram 15 gols dessa forma. Ao total, no United, foram 394 jogos e 86 bolas nas redes. É certamente um dos melhores cobradores de falta da história do futebol mundial.

Leia mais: A frustração de Alex Ferguson com David Beckham

Thierry Henry – 12 gols

Para muitos, o atacante francês é o maior jogador da história da Premier League. Não dá para afirmar que é o maior, mas um dos maiores é, sem sombra de dúvidas. Mesmo não sendo uma das suas características mais aclamadas, Thierry Henry é o segundo com mais gols de falta na história da liga, com 12.

O eterno camisa 14 do Arsenal foi o grande nome dos Gunners por muitas temporadas e ao lado do técnico Àrsene Wenger fez história na Premier League, principalmente pelo título invicto na temporada 2004/05. Além disso, é o maior artilheiro da história do clube londrino, com 228 gols.

Mike Hewitt/Getty Images Sport

Leia mais: 49 sem perder: como o Arsenal conseguiu a maior série invicta da era PL

Gianfranco Zola – 12 gols

Atualmente assistente técnico do Chelsea, o italiano marcou época nos Blues. Ficou no Stamford Bridge de 1996 a 2003, fez 312 jogos e marcou 80 gols, sendo 12 deles de falta. Com o Chelsea conquistou taças, como a Copa da Inglaterra e a Supercopa da Uefa.

Zola era tão competente nas batidas de falta que, em muitas oportunidades, os treinadores adversários orientavam seus atletas a não cometerem faltas próximos a sua área.

Ben Radford/Getty Images Sport

Leia mais: Os 10 maiores italianos da Premier League

Cristiano Ronaldo – 11 gols

O Manchester United colocou Cristiano Ronaldo em evidência no futebol mundial. Vestindo a camisa 7 dos Red Devils, o português conquistou tudo que podia em Old Trafford, sempre sob a batuta de Sir Alex Ferguson.

Nos Diabos Vermelhos, fez muitos gols, deu assistências, cobrou faltas e pênaltis. Era o dono do time. Suas batidas de falta da época do United ficaram marcadas na história da Liga.

Sua cobrança mais famosa ocorreu no dia 30 de janeiro de 2008, diante do Portsmouth, quando o United derrotou o adversário por 2 a 0. Um verdadeiro golaço. Ao todo, foram 11 gols marcados dessa forma.

Leia mais: A temporada perfeita de Cristiano Ronaldo pelo Manchester United em 2007/2008

Laurent Robert – 11 gols

Atualmente com 44 anos, Laurent Robert é o penúltimo nome da lista. O ex-lateral-esquerdo francês podia tanto produzir grandes momentos na partida, como se mostrar desinteressado dentro do jogo. Na Inglaterra, atuou por Newcastle, principalmente, e Portsmouth.

Seus 11 gols de falta foram com a camisa do Newcastle, clube no qual atuou entre 2001 e 2006. Pelo clube de Saint James’ Park fez 129 jogos e marcou 22 vezes.

Laurence Griffiths/Getty Images Sport

Sebastian Larsson – 11 gols

O último nome da lista talvez te cause espanto. O sueco de 34 anos, que ainda atua e hoje está no AIK, iniciou sua caminhada na Inglaterra no Arsenal, clube pelo qual quase não jogou. Além dos Gunners, jogou por Birmingham City, Sunderland e Hull City na Terra da Rainha.

Mas sua habilidade de cobrança de bolas paradas se destacaria no Sunderland, principalmente no ano de 2011, no qual os Black Cats fugiam do rebaixamento. No Sunderland, foram 203 jogos e 14 gols. Incrivelmente, desses 14 gols, 11 foram de falta. É um dos maiores cobradores de falta da era Premier League.