Mahrez sobre saída do City: ‘Guardiola queria que eu…’

4 minutos de leitura

Riyad Mahrez decidiu encerrar a longa e histórica passagem pela Inglaterra, se despedindo do Manchester City para assinar com o Al-Ahli. Agora, o atacante revelou os motivos para tomar a decisão de deixar o clube, mesmo depois depois da conquista da tríplice coroa em 2022/2023 para atuar na Arábia Saudita.

— Havia também um novo desafio e um novo projeto. Então, decidi ir embora, não foi grande coisa. Txiki Begiristain (diretor-técnico do Manchester City) queria muito que eu ficasse, e até Pep Guardiola. Eles deixaram isso claro para mim. Pesei os prós e os contras. E finalmente, decidi ir embora. Não me arrependo, estou feliz por estar aqui.

A antiga estrela dos Citizens comentou que a escolha para sair do clube veio no melhor momento, principalmente após ganhar os títulos da Premier League, Champions League e FA Cup. O jogador afirma que não se arrepende da escolha e que foi uma oportunidade para sustentar a sua família.

Em 2022 Mahrez chegou ao acordo com a diretoria do Manchester City para estender o contrato em 2025. No entanto, encerrou o vínculo dois anos antes do previsto para assinar com o Al-Ahli. O atacante revelou que o diretor técnico do clube, Txiki Begiristain, e o técnico Pep Guardiola tentaram convencê-lo para que permanecesse no time, principalmente com as saídas de Aymeric Laporte, Ilkay Gundogan e João Cancelo.

— Na verdade, fui eu quem decidi ir embora. Senti que essa oportunidade não voltaria. Talvez fosse a hora de sair porque passei cinco anos no City e ganhei tudo — revela Mahrez sobre o motivo para deixar os Citizens.

O Al-Ahly fechou o acordo com o Manchester City em 30 milhões de libras para assinar o contrato com Mahrez. O atacante se juntou a Roberto Firmino, Edouard Mendy e Allan Saint-Maximin, que também deixaram a Premier League para atuarem na Arábia Saudita.

Mahrez cometa sobre ‘negócios inacabados’ com a Champions League

O City demonstrou a força no futebol inglês, garantindo dois títulos nacionais e atingiu seu principal objetivo com a conquista da Champions League, derrotando a Inter de Milão na decisão.

Mahrez foi uma peça fundamental na campanha do título inédito do clube. No entanto, o jogador atuou apenas no primeiro jogo da semifinal do torneio continental contra o Real Madrid e ficou no banco de reservas durante a final realizada em Istambul, na Turquia.

Embora tenha recebido a medalha de campeão da Champions League, o atacante afirma que o fato de não atuar nas semifinais e na final são “assuntos inacabados com a competição”. “Sempre comecei a Liga dos Campeões e sempre causei impacto na minha equipe”, completa o jogador, mesmo com o desempenho na última temporada.

Gabriel Lemes
Gabriel Lemes

Me formei em Jornalismo pela Univap em 2019 e sou redator da PL Brasil. Já escrevi para o Quinto Quarto, Minha Torcida, Futebol na Veia e Portal Famosos.