Lyon – História, estatísticas e conquistas

Lyon – História, estatísticas e conquistas
Olympique Lyonnais

Olympique Lyonnais é um clube francês, que joga a Ligue 1. A saber, é um dos maiores times do país, com sete títulos da liga, mais cinco da Coupe de France. O Lyon, como é conhecido, nasceu em 1899, quando membros do futebol do antigo clube Lyon Olympique brigaram com a galera do rugby, saíram de lá e criaram um novo.

Mas, sua melhor fase mesmo foi nos anos 2000, com Juninho Pernambucano, quando o clube conquistou suas sete taças da liga de forma consecutiva. Também depois que o Reizinho saiu de lá, a equipe nunca mais foi a mesma. De fato, o brasileiro deixou um legado de maior ídolo da história do clube francês. O time joga no Parc Olympique Lyonnais, que tem capacidade para 61 mil pessoas.

Trajetória do Lyon: fundação, conquistas e ascensão

A fundação oficial do Olympique Lyonnais data de 1950. Pois, apenas neste ano o clube foi homologado legalmente, de acordo com todos os trâmites jurídicos. Mas, a história do Lyon só começa mesmo em 2001, quando os francês vão ao mercado da bola brasileiro e contratam Juninho Pernambucano. Eles nem sabiam que aquela contratação gratuita do jogador do Vasco lhes renderia um heptacampeonato francês, que mudaria para sempre a história do OL.

Mercado de Transferências do Lyon

Lyon nem sempre foi um clube grande e rico na Europa. A saber, passou a maior parte de sua história nas prateleiras de baixo do futebol francês. Mas, a partir da década de 1990, o Olympique Lyonnais se organizou. Assim, conseguia fazer movimentações interessantes no mercado da bola. A partir daí, era comum ver rumores de grandes jogadores atrelados ao nome do clube no noticiário. Portanto, confira cinco desses rumores que deram certo e viraram ídolo do OL.

Juninho Pernambucano, do Vasco, por €0, em 2000/01

Maior ídolo da história do Olympique LyonnaisJuninho Pernambucano é considerado um divisor de águas. A saber, no mercado de transferências de 2000/2001, após ser campeão da Libertadores e Brasileirão, o Reizinho foi para o Lyon a custo zero. A saber, na primeira temporada o brasileiro já deu um up no time, levando a desconhecida equipe ao 2º lugar no francês.

Da temporada seguinte em diante, o Olympique Lyonnais não perdeu mais nenhum Campeonato Francês com Juninho no time. A saber, foram sete títulos franceses seguidos, sendo esses todos os que o clube possui. Pernambucano entrou em campo com a camisa do Lyon 343 vezes, e fez 100 gols. Nunca mais o clube conseguiu uma oportunidade dessas no mercado da bola.

Bafétimbi Gomis, do Saint-Étienne, por €13 milhões, em 2009/10

No mercado de transferências da temporada 2009/10, um ano após perder seu ídolo, o Olympique Lyonnais corria para não deixar a qualidade cair. Dessa forma, abriu os cofres, e contratou o atacante Bafétimbi Gomis do Saint-Étienne por 13 milhões de euros. A saber, o jogador foi tão bem, justificando os rumores de sua contratação, que marcou seu nome como um dos maiores artilheiros da história do Lyon, com 95 gols em 244 jogos.

Sonny Anderson, do Barcelona, por €19 milhões, em 1999/00

Outro brasileiro que teve sua participação na fase mágica do Olympique Lyonnais foi o atacante Sonny Anderson. A saber, o atleta foi comprado pelos franceses no mercado da bola da temporada 1999/2000. Assim, ele esteve presente nos primeiros títulos da sequência de sete títulos nacionais. Ao todo, o jogador entrou em campo 161 vezes com a camisa do Lyon, sendo um dos maiores artilheiros da história do clube com 94 gols marcados.

Lisandro López, do Porto ao Lyon por €24 milhões, em 2009/10

Outro ídolo do Olympique Lyonnais é o centroavante argentino Lisandro López, que chegou ao clube pós-Juninho. A saber, o Lyon pagou 24 milhões de euros ao Porto para contar com ele no mercado da bola da temporada 2009/10. Em campo, o sul-americano balançou as redes 82 vezes, nos 167 jogos que disputou em cinco temporada.

Grégory Coupet, do Saint-Étienne, por €1,3 milhões, em 1996/97

Por fim, Grégory Coupet é uma lenda da história do Olympique Lyonnais e da Seleção Francesa. A saber, o Lyon o adquiriu por 1,3 milhão de euros em 1996/97, quando ele jogava pelo Saint-Étienne. O goleiro é um dos atletas que mais entraram em campo com a camisa do clube, sendo 518 jogos.