Ex-São Paulo, Luizão detalha primeiro ano de West Ham: ‘Gostaria de mais oportunidades’

2 minutos de leitura

Brasileiro no West Ham? É claro que se trata de Lucas Paquetá, certo? Errado! Ou do naturalizado italiano Emerson Palmieri… também não. Os Hammers contam em seu plantel com um outro atleta nascido em solo verde-amarelo e que ainda não é muito conhecido do grande público, mas que é uma grande promessa de sua posição: Luizão.

Nascido em São Paulo (SP), Luiz Gustavo Oliveira da Silva partiu muito cedo em busca do estrelado no futebol europeu. Antes disso, porém, o zagueiro de 21 anos se consolidou como uma das maiores joias da base do São Paulo. Em entrevista exclusiva à Inglaterra e contou como persevera em busca de mais espaço.

‘Gostaria de ter mais oportunidades': Luizão avalia primeiro ano no West Ham

Luizão chegou ao West Ham em dezembro de 2022, sem custos, após assinar um pré-contrato. Quase um ano após sua contratação, o brasileiro ainda não recebeu oportunidades no time principal, mas segue esperançoso. Quanto ao país, o jogador avalia positivamente a experiência na Terra da Rainha.

Este tempo que estive na Inglaterra, foi um tempo muito bom e tenho me adaptado muito bem com o dia a dia. Gostaria de ter mais oportunidades, mas infelizmente não aconteceu. Não há muita conversa sobre isto ainda, mas tenho minhas expectativas –, ponderou.

Luizão West Ham
Luizão em sua apresentação pelo West Ham (Foto: Divulgação/WHUFC)

Destaque na Premier League 2 e relação com Lucas Paquetá

Enquanto não é oportunizado por David Moyes, Luizão é peça importante do West Ham na Premier League 2, torneio disputado pelas categorias de base do time. O brasileiro já jogou 13 partidas pela equipe sub-21 dos londrinos na temporada, com nove vitórias, três empates, uma derrota e um gol marcado.

O ex-São Paulo valoriza a participação na Premier League 2 e acredita que os enfrentamentos contra as bases dos maiores times do país têm sido extremamente positivas para seu crescimento.

Meus jogos contra as equipes do Big Six foram uma grande oportunidade de enfrentar os métodos de base das equipes mais vencedoras do país. Para mim, foi muito empolgante poder jogar contra elas –, destacou.

Outros jovens brasileiros, como Matheus França, Deivid Washington e Pedro Lima, apareceram na Premier League 2 durante a atual temporada. O West Ham é o vice-líder da competição com 27 pontos, sete a menos que o líder Tottenham.

Enquanto se adapta ao clube, Luizão tem Lucas Paquetá como um espelho. O camisa 10 é um dos melhores jogadores do time e caiu nas graças da torcida. O zagueiro revelou não ter muito contato com o meia. Apenas confidenciou que têm boas conversas quando se encontram.

Não nos vemos muito, mas, quando nos vemos, conversamos –, comentou.

As referências de Luizão

Com o sonho de uma carreira especial, o brasileiro tem três inspirações bem claras no futebol: Maldini, Sergio Ramos e Miranda. A admiração pelo trio supera gerações, mas o carinho é mais especial ainda é pelo ídolo do São Paulo. Eles jogaram juntos no Tricolor Paulista.

Tenho muitas (referências). Sergio Ramos, Maldini e principalmente o Miranda, tanto pela história como um grande zagueiro quanto pelo fato de ter jogado ao lado dele e ter experiência no dia a dia com ele –, pontuou.

Luizão pode voltar a jogar pelo West Ham sub-21 na partida da Premier League 2 desta sexta-feira (2). Os Hammers enfrentam o Nottingham Forest, às 16h (de Brasília), no The Rush Green Stadium.

Luizão
Luizão pelo São Paulo (Foto: Icon Sport)
Lucas Barbosa
Lucas Barbosa

Redator da PL Brasil. Foi por meio da Premier League, na tela do antigo Esporte Interativo, em 2007, que o Jornalismo entrou na minha vida. Duas paixões que abriram portas e me fazem realizar sonhos todos os dias. Passei pelos portais Mais Minas e Esporte News Mundo.