Lucas Paquetá sobre a Premier League: ‘Sendo sincero, eu não acreditava que era…

4 minutos de leitura

Lucas Paquetá é uma das estrelas da Premier League e um dos melhores jogadores do West Ham. Em seu segundo ano em Londres, o meia brasileiro vem sendo fundamental para a boatemporada do clube, o que o fez voltar à seleção brasileira.

Paquetá demonstra estar adaptado ao futebol inglês. No entanto, revelou que ficou surpreso com um aspecto da Premier League, sendo um grande desafio para conseguir se adequar ao torneio.

Paquetá revela surpresa com a Premier League

O meia ex-Flamengo está na segunda temporada atuando pelo West Ham, mas encontrou dificuldades para se adaptar a intensidade dos jogos da Premier League quando chegou ao país.

O jornalista e influenciador Fred, do canal “Desimpedidos”, visitou o Estádio Olímpico de Londres e o centro de treinamentos do West Ham. Paquetá conversou com o criador de conteúdo e falou sobre a adaptação ao futebol inglês, principalmente as dificuldades em relação a intensidade e o ritmo das partidas.

— Em questão técnica, como passe, chute… isso nunca vai mudar, o futebol é igual, mas a velocidade e a intensidade do jogo é muito diferente. E eu não acreditava, sendo sincero. Eu falava ‘ah, tá bom, eles falam porque estão lá'. Comecei a me sentir mais lento enquanto eu não me adaptava.

Paquetá foi contratado pelo West Ham em agosto de 2022. O clube desembolsou cerca de 61,6 milhões de euros (aproximadamente R$309 milhões na cotação da época) ao Lyon, sendo a contratação mais cara de sua história.

As expectativas em torno do brasileiro eram altas, principalmente pelos valores gastos pelo clube. O meia comentou sobre a pressão de apresentar bom rendimento em campo.

— A gente tenta não levar para o campo, mas quando você chega… é todo mundo falando, entrevista e torcida. Você não pode só achar legal ser caro, você vai precisar mostrar dentro de campo o porquê.

O carinho da torcida do West Ham

O brasileiro assumiu o papel de protagonismo nos Hammers. Apenas na Premier League de 2023/24, são três gols e cinco assistências, sendo fundamental para manter a equipe na briga pela vaga na Champions League.

Na entrevista concedida para Fred, Paquetá falou sobre o carinho que recebeu do clube, sendo diferencial para a adaptação ao futebol inglês,

— Eu passei no Milan e no Lyon, foram grandes clubes, mas o carinho do West Ham comigo foi diferente. Sobre se sentir importante, desejado, sabe? Te tratam bem… Aqui os caras são nota mil. Um sentimento único, sem dúvida.

Lucas Paqueta pelo West Ham (Foto: Icon Sport)
Gabriel Lemes
Gabriel Lemes

Me formei em Jornalismo pela Univap em 2019 e sou redator da PL Brasil. Já escrevi para o Quinto Quarto, Minha Torcida, Futebol na Veia e Portal Famosos.