Liverpool x Manchester City: tudo o que você precisa saber sobre o jogão deste domingo

Em promessa de grande jogo, líder e vice se enfrentam em Anfield, neste domingo, às 13h30

Ben Hoskins Clive Brunskill Getty Images

Liverpool x Manchester City é o confronto que todo mundo já marca na agenda para assistir assim que a tabela sai. É a maior rivalidade em critérios técnicos da Inglaterra desde o ano passado.

E mais um capítulo do confronto será escrito neste domingo, às 13h30 (horário de Brasília), no Anfield, com transmissão exclusiva da ESPN Brasil e Watch Espn.

YOUTUBE: LEICESTER PODE TERMINAR NO G4?

Como chega o Liverpool para o duelo?

O Liverpool chega nas nuvens. Em 11 jogos disputados pela Premier League, venceu dez e empatou apenas um – contra o Manchester United. Os resultados colocaram os Reds na liderança de forma isolada, seis pontos à frente do Manchester City.

Além dos resultados, o Liverpool voltou a jogar bem – vide o jogo contra o Tottenham – e conseguiu encontrar boas soluções para o time, como o meia Oxlade-Chamberlain, que parece cada vez mais apto a voltar a titularidade.

Outro fator positivo e que vem pesando a favor dos Reds é o emocional. O Liverpool está com uma mentalidade vencedora e que luta até o último suspiro pelo resultado. No último sábado, por exemplo, diante do Aston Villa, a equipe de Jürgen Klopp perdia até os 41 minutos da etapa final, mas acabou virando a peleja na última bola da partida.

Para o jogo deste domingo, o Liverpool não tem o zagueiro Joel Matip e nem o meia-atacante Xherdan Shaqiri, ambos lesionados. O brasileiro Fabinho, que ficou fora da última partida, volta à titularidade neste domingo, provavelmente formando a trinca de meias ao lado de Giorginio Wijnaldum e Jordan Henderson.

Leia mais: Matheus Pereira: conheça o brasileiro destaque da Championship

Dificilmente Klopp iniciará a partida com Oxlade-Chamberlain e/ou Naby Keita. A ideia é de um meio-campo mais sólido defensivamente, além de, obviamente, liberar os dois laterais para apoiar exaustivamente.

E aí pode ser o sucesso do Liverpool. Não que o Manchester City tenha laterais ruins, longe disso. Mas sim pelo poder dos Reds no setor, que também conta com Salah e Mané auxiliando Alexander-Arnold e Robertson.

Tentando imaginar cenários, dá para imaginar um Liverpool tendo menos a bola e tentando ser o mais vertical possível, seja com os passes longos dos laterais, ou saindo em velocidade com os pontas e em contra-ataques.

E, claro, a letalidade de Salah, Mané e Firmino. Três jogadores que já se descaram bastante contra o Manchester City no Anfield Road. E que sabem como é importante não desperdiçar as chances contra a equipe de Pep Guardiola.

Defensivamente, obviamente precisa tomar cuidado com a linha alta, já que enfrenta o melhor ataque das últimas edições da Premier League. Dejan Lovren, zagueiro marcado pela irregularidade, também deve ser um ponto explorado pelo City.

O meia Kevin de Bruyne, talvez o melhor jogador da Premier League, é a chave para o City sair de Anfield vitorioso. Como Liverpool vai marcar o belga? Só Klopp responde. Caso o Liverpool vença, pode abrir nove pontos de vantagem.

Como chega o Manchester City para o jogo?

A equipe de Pep Guardiola também chega em alta. Após tropeços inesperados, o Manchester City engatou três vitórias seguidas e diminuiu a distância para o líder Liverpool, que era de oito e passou para seis pontos.

Para o confronto deste domingo, Guardiola não conta com o zagueiro Laporte e com o meia Rodri, além do atacante Leroy Sané que está lesionado desde o início da temporada. Quem também pode perder o duelo é o goleiro brasileiro Ederson, que sofreu uma lesão muscular na partida diante do Atalanta, pela Liga dos Campeões. O meia David Silva também é incógnita.

Caso Ederson realmente não jogue, é um desfalque pesadíssimo, já que o reserva, o goleiro Cláudio Bravo, é bem abaixo do brasileiro. Se David Silva não atuar, o Manchester City tem opções para repôr à altura do espanhol.

Mario Balotelli: talentoso e polêmico atacante marcou a Premier League

Pep Guardiola é um cara que dificilmente abre mão de suas convicções. Não importa o adversário, se ele achar que aquilo é o ideal, ele vai fazer. Portanto, é esperado que o Manchester City tenha a bola na maior parte do tempo, com De Bruyne e o outro meia da equipe tentando criar espaços.

A equipe de Pep Guardiola é especialista em fazer jogadas pelas laterais. E aí pode ser o ponto chave da partida. Isso porque o Liverpool também ataca e constrói bastante pelos lados, e naturalmente acaba deixando espaços.

Meias como De Bruyne e Bernardo Silva, por exemplo, que conseguem carregar a bola com tranquilidade e quebram essas linhas, são cruciais na exploração na linha alta defensiva dos Reds.

O Manchester City é um time que se impõe em qualquer lugar. E isso também deve acontecer no Anfield, estádio que o clube não vence há mais de 16 anos.

Um fator fundamental para o Manchester City é controlar o emocional. Nas últimas derrotas do time no estádio, a equipe foi surrada em intervalos pequenos de tempo, e aí quando acordou o dano já era gigantesco.

Leia mais: Os brasileiros com mais títulos no futebol inglês

É importante também que Guardiola não deixe Gundogan sozinho fazendo a saída de bola, já que o trio de ataque do Liverpool sabe fazer a marcação pressiona e acaba criando chances de gol a partir da recuperação da bola.

Uma alternativa é recuar Bernardo Silva, por exemplo, para fazer essa saída de bola ao lado e de Gundogan. A zaga que atuar também deve tomar cuidado com as bolas lançadas pelo Liverpool na área, que são dos mais variados tipos.

Caso o City vença, pode diminuir a vantagem do Liverpool para apenas três pontos.

Liverpool x Manchester City é um jogaço de uma rivalidade que só cresce. É o duelo do atual bicampeão, com 100 e 98 pontos, respectivamente; enquanto os Reds fizeram 97 na última temporada, a terceira maior pontuação da história da Premier League, mas que não resultou em título.

É um duelo de dois times que tem muita gana de vencer e um desejo absurdo de vencer todos os títulos. Um confronto que já foi esquentado com mini provocações entre Guardiola x Klopp.

Um duelo que também marca a diferença de Liverpool e Manchester City para os outros. Hoje, os dois são, sem dúvidas os melhores times da Inglaterra e, quem sabe, do mundo.

Dois clubes com filosofia, método de trabalho e estilo de jogo diferentes, mas que revolucionaram tanto seus times quanto o futebol na terra da rainha. A ver o resultado da peleja.

Prováveis escalações:

Liverpool x Manchester City Klopp Guardiola Ben Hoskins Clive Brunskill Getty Images
Ben Hoskins Clive Brunskill Getty Images

Liverpool: Alisson; Arnold, Lovren, van Dijk e Robertson; Fabinho, Henderson e Wijnaldum; Salah, Mané e Firmino. Técnico: Jürgen Klopp

Manchester City: Ederson (Bravo); Walker, Stones, Fernandinho e Angeliño; Gundogan, De Bruyne e David Silva (Mahrez); Bernardo Silva, Sterling e Agüero. Técnico: Pep Guardiola