Liverpool x Everton – Melhores momentos e resultado

Liverpool x Everton – Melhores momentos e resultado
Foto: Divulgação/Liverpool FC

O Liverpool venceu o Everton, no Anfield Road, por 2 x 0. A saber, o derby ocorreu neste domingo (24), e foi válido pela 34ª rodada da Premier League 2021/22. Andrew Robertson e Divock Origi marcaram os gols do clássico, já na etapa final. O resultado manteve os anfitriões a apenas um ponto do líder Manchester City. Por outro lado, a derrota empurrou os visitantes para a zona de rebaixamento.

Liverpool x Everton – Os melhores momentos

1º Tempo: Clássico com cara de Libertadores

Primeiramente, Frank Lampard teve que mudar uma peça na zaga antes da bola rolar. Em síntese, Ben Godfrey sofreu uma lesão no aquecimento. Michael Keane foi o seu substituto. O Everton adotou uma postura completamente defensiva na etapa inicial. Isso dificultou a criação do Liverpool. Desse modo, o jogo foi muito truncado e com os ânimos acirrados.

Só para ilustrar, a primeira finalização dos Reds ocorreu aos 21′. Mané chutou de fora, por cima da meta azul. Dois minutos depois, Gordon tentou cavar um pênalti e foi advertido com cartão amarelo. Na sequência, Robertson cruzou e Jota completou de primeira, sem perigo.

Aos 33′, os Toffees chegaram bem pela primeira vez. Richarlison acionou Doucouré. O volante invadiu a área, bateu cruzado, e a pelota passou perto. Por fim, muita confusão após Richarlison ficar caído e os mandantes não paralisarem a partida. Em seguida, Doucouré fez falta dura em Fabinho. A ação foi o estopim para um desentendimento generalizado entre as equipes, incluindo as comissões técnicas.

2º Tempo: Talismã entra e muda história do jogo

Em resumo, a partida seguia o mesmo roteiro da etapa inicial. Liverpool tentando pressionar com muita posse de bola. Enquanto o Everton se fechava e buscava as escapadas rápidas. Aos 10′, Iwobi achou Gordon nas costas da defesa. O inglês avançou e bateu cruzado para fora.

Então, Jurgen Klopp colocou Origi e Luis Díaz nas vagas de Keita e Mané. A mudança fez efeito na primeira participação do talismã belga na peleja. Aos 16′, Salah tabelou com Origi, e cruzou na área. Robertson veio de trás e cabeceou para o fundo das redes, tirando os Reds do sufoco.

A partir daí, os anfitriões seguiram em cima até matar o clássico. Aos 18′, Díaz dominou com estilo, fez grande jogada na ala, e bateu forte. Pickford fez boa defesa. Logo depois, Matip subiu demais e testou firme. Holgate afastou, mas Salah pegou o rebote e finalizou por cima do gol.

Aos 26′, Gordon escapou pela esquerda. O ponta tocou para Iwobi, que por sua vez rolou para Gray. Por fim, o camisa 11 arriscou de fora, e a pelota passou perto. Posteriormente, Salah partiu e acionou Thiago. O meia chegou batendo, Coleman bloqueou e Pickford salvou novamente.

Na cobrança de escanteio, a bola sobrou para Henderson. O capitão levantou, Díaz acertou um belo voleio, e Origi completou, de cabeça, para o gol. Festa no lado vermelho da cidade. Além de seguir firme na briga pelo título, o Liverpool empurrou o rival de Merseyside para a zona da degola.

Liverpool x Everton – O que acontece agora?

Os Reds seguem na vice-liderança da liga, agora com 79 pontos. Apenas um abaixo do Manchester City. Em contrapartida, os Toffees caíram para a 18ª posição com 29 pontos. Contudo, a equipe tem um jogo a menos em relação ao Burnley, 17º colocado. Vale ressaltar que dois pontos separam os times neste momento.

O Liverpool tem um compromisso importante no meio da semana. Em suma, a equipe encara o Villarreal pela semifinal da UEFA Champions League. O duelo ocorre na quarta-feira (27), às 16h (horário de Brasília), no Anfield Road. Já o Everton retorna aos gramados no próximo domingo (1). Assim, o time recebe o Chelsea, às 10h (horário de Brasília), no Goodison Park. A saber, o jogo é válido pela 35ª rodada do Inglês.