Liverpool sonolento não reage na Premier League e empata sem gols com o Crystal Palace

2 minutos de leitura

Num jogo de poucas emoções, o Liverpool empatou em 0 a 0 com o Crystal Palace neste sábado (25 no Selhust Park, pela 25ª rodada da Premier League. O resultado freou a reação do time na tabela, que vinha de duas vitórias importantes contra Everton e Newcastle, e a atuação ruim não foi a resposta esperada após o 5 a 2 sofrido para o Real Madrid, na última terça-feira, pela ida das oitavas da Champions League.

Palace não aproveita falhas de Arnold

Jürgen Klopp mandou a campo um time com quatro mudanças em relação à do meio de semana. Saíram Gomez, Fabinho, Bajcetic e Darwin Nuñez (o último por lesão), e entraram Matip, Milner, Keita e Diogo Jota. O plano inicial não deu certo — as melhores chances do primeiro tempo foram do Palace. Duas delas criadas a partir de erros infantis de Alexander-Arnold: o primeiro ao recuar errado e ver Alisson salvar o gol de Mateta, e a segunda ao perder a bola para Schlupp dentro da área, que cruzou para Mateta, dessa vez, acertar o travessão.

Em meio a tantos pedidos de renovação no meio-campo do Liverpool, a atuação de Keita na etapa inicial dá uma noção dos problemas de Klopp na atual temporada. Escolhido para ser o principal armador do setor no Selhust Park, o camisa 8 perdeu a bola sete vezes, fez quatro faltas, levou um cartão amarelo, quase marcou um gol contra e errou 20% dos passes que tentou. Não à toa, foi substituído no intervalo por Harvey Elliot.

Reação não foi o suficiente

O Liverpool voltou melhor no segundo tempo, mais presente no campo de ataque e exigindo defesas de Guaita. Dos pés de Salah saíram as duas melhores chances. Na primeira, logo aos três minutos, um chute de canhota carimbou o travessão do Palace. Na outra, mais no fim do jogo, o egípcio deixou Gakpo na cara do gol, mas o holandês chutou para fora. Klopp ainda sacou do banco os brasileiros Fabinho e Firmino, além de Bajcetic, nos lugares de Arnold, Jota e Gakpo, mas as mudanças tampouco trouxeram impacto. Foi a primeira vez em 18 anos que os Reds passaram um jogo em branco contra o Crystal Palace.

Classificação para a Champions fica mais distante

Com o empate em 0 a 0, o Liverpool perdeu a chance de encostar nas vagas que classificam para as competições europeias da próxima temporada. A equipe estacionou no sétimo lugar, com os mesmos 23 jogos do Newcastle, quinto colocado, mas cinco pontos a menos.

Se pensar em vaga na Champions, a situação é ainda pior. São sete pontos a menos que o atual quarto colocado, Tottenham. Os Spurs ainda podem aumentar a vantagem porque jogam amanhã, às 10h30, em casa contra o Chelsea — no entanto, terão dois jogos a mais que o Liverpool. E, com a goleada sofrida em casa para o Real Madrid, nas oitavas da atual Liga dos Campões, o “top four” deve ser a última esperança de Klopp de voltar ao torneio na próxima temporada.

Do outro lado, o Palace permanece em 12º lugar, com 27 pontos. O time de Patrick Vieira manteve confortáveis seis pontos de vantagem para a zona de rebaixamento, hoje frequentada por Everton, Bournemouth e Southampton, e não deve ter problemas para seguir na Premier League.

Diogo Magri
Diogo Magri

Jornalista formado pela ECA-USP, campineiro e repórter na PL Brasil. Passagens por EL PAÍS, Revista Veja e Futebol Globo CBN.

Contato: [email protected]