Novo Grupo City? Liverpool oficializa volta de ‘gênio das negociações’ e pode investir em clubes pelo mundo

4 minutos de leitura

O Liverpool oficializou o acerto com um velho conhecido para a gestão de seu futebol. Trata-se de Michael Edwards, que se destacou como “gênio das contratações” durante boa parte da era Jürgen Klopp. O profissional, porém, voltará em outro cargo, o que pode significar novos rumos para a instituição.

A Fenway Sports Group (FSG) divulgou um comunicando anunciando a contratação de Michael Edwards. Ele chega à empresa que controla o Liverpool para atuar como CEO de futebol, não mais como diretor esportivo, cargo que ocupou entre 2016 e 2021. Sua atuação será mais extensa e influenciará no grupo como um todo.

O que a volta de Michael Edwards representa para o Liverpool?

Enquanto CEO, Edwards será o responsável por contratar os outros profissionais responsáveis para comandar o futebol do clube. Um deles será o diretor esportivo, que tem Richard Hughes como grande favorito do momento. O ex-jogador tem um trabalho de destaque à frente do Bournemouth e está de saída do time.

A partir daí, o Liverpool seguirá em busca da contratação de um novo treinador para o lugar de Jürgen Klopp. A responsabilidade da busca será do diretor esportivo, mas Michael Edwards terá papel de supervisionar a operação.

Liverpool pode comprar outros clubes

A contratação de Michael Edwards como CEO pode indicar uma mudança de estrutura geral da FSG. De acordo com o “Mail Sport”, a empresa considera ampliar suas atividades e investir em outros clubes pelo mundo.

No comunicado, a FSG destacou que o gestor terá um papel primordial no “crescimento global” da empresa. O conglomerado norte-americano já é dono de franquias em outros esportes: RFK Racing (Nascar), Boston Red Sox (Major League Baseball), Pittsburgh Penguins (National Hockey League) e Boston Common Golf (Golf League).

— O antigo executivo assumirá uma ampla gama de responsabilidades, incluindo liderar esforços para identificar e recrutar novos líderes para a operação de futebol do Liverpool FC e apoiar o crescimento do FSG no futebol global através de investimentos e aquisições adicionais.

Alguns dos maiores rivais do Liverpool na Premier League fazem parte de holdings com outros clubes pelo mundo, como Manchester City, do Grupo City, Manchester United, da INEOS, que também controla Nice e Lausanne, e Chelsea, parte da BlueCo, também dona do Strasbourg.

Mac Allister, Van Dijk, Elliott e Nuñez comemoram gol do Liverpool contra o City (Foto: Icon sport)
Mac Allister, Van Dijk, Elliott e Nuñez comemoram gol do Liverpool contra o City (Foto: Icon sport)
Lucas Barbosa
Lucas Barbosa

Redator da PL Brasil. Foi por meio da Premier League, na tela do antigo Esporte Interativo, em 2007, que o Jornalismo entrou na minha vida. Duas paixões que abriram portas e me fazem realizar sonhos todos os dias. Passei pelos portais Mais Minas e Esporte News Mundo.