Liverpool x Everton? Palmeiras x Corinthians? Jô avalia maior clássico que jogou e lembra dia de ‘quase herói’ azul

6 minutos de leitura

A história de Liverpool e Everton já dura 129 anos e conta com toques verdes e amarelos ao longo do tempo. Um dos brasileiros a participar do Merseyside Derby, como é conhecido o clássico, foi , que defendeu o lado azul da cidade em 2009.

Será o primeiro encontro dos rivais nesta temporada. Enquanto o Liverpool vive bom início e sonha com o título, o Everton atravessa um momento conturbado dentro e fora de campo. Dono de times competitivos nos anos 2000, os Toffees se acostumaram a lutar contra o rebaixamento nos últimos anos.

Jô viveu dia de ‘quase herói' em clássico contra o Liverpool

Um dos bons momentos dos azuis no século foi em 2009/10. Além de , o Everton de David Moyes tinha nomes como Arteta, Fellaini e Tim Howard, e ficou na quinta posição da Premier League. Mesmo assim, a equipe não venceu o Liverpool naquela temporada. A história poderia ter sido diferente pelos pés do atacante brasileiro, como ele conta de forma exclusiva à PL Brasil.

Os Reds venceram o único clássico em que Jô esteve em campo. No dia 29 de novembro de 2009, Kuyt e Yobo, contra, balançaram as redes e garantiram a vitória vermelha. O ídolo do Corinthians também chegou a marcar, mas a frustração veio um pouco depois com o impedimento assinalado pelo árbitro.

–Uma história é que eu fiz um gol no clássico, só que estava impedido. Demorou para eu ver que eu estava impedido. A alegria foi muito grande e, mesmo estando impedido, o torcedor quando via na rua lembrava–, relembrou.

Apesar da derrota, uma das alegrias da carreira de , hoje aposentado, foi ter disputado o Merseyside Derby. Segundo o centroavante, a disputa se assemelha com grandes duelos do futebol brasileiro em alguns pontos e faz até mesmo a tímida torcida inglesa ir à loucura.

— Eu sou muito grato a Deus por ter jogado na Premier League e ter tido a oportunidade de jogar Everton e Liverpool. É um dos clássicos mais comentados na Inglaterra, pela rivalidade que tem, numa cidade pequena e ser de muitos anos. Existe a semelhança da paixão da torcida. Normalmente, na Premier League, você vê a torcida mais contida. Mas de fato o Everton e Liverpool tem uma atmosfera diferente, bem parecida com a do Brasil —, comentou.

Everton Jô
Jô pelo Everton (Foto: Icon Sport)

Liverpool x Everton ou Palmeiras x Corinthians? Para Jô, não há discussão

Multicampeão e ídolo de inúmeras torcidas ao redor do mundo, acumulou experiências incríveis em sua carreira e pôde jogar alguns dos clássicos mais quentes do planeta. No entanto, mesmo com certas semelhanças, para ele não há sequer como comparar um Merseyside Derby com o Dérbi Paulista.

— É difícil. Não tem comparação de falar que Everton e Liverpool chega perto de Palmeiras e Corinthians. De fato, Palmeiras e Corinthians é um dos maiores clássicos do mundo —, definiu.

Com Palmeiras e Corinthians disparado na liderança, Jô listou a ordem dos maiores clássicos que jogou em sua carreira. As contidas rivalidades inglesas acabaram ficando atrás de clássicos brasileiro e de um insano embate da Turquia.

Com certeza, dos que eu joguei, Palmeiras e Corinthians é o primeiro. Fico um pouco na dúvida porque Galatasaray e Besiktas é uma coisa de doido, é muito parecido com o Brasil, pela atmosfera desde a chegava no estádio, os fogos, o caminho. É muito legal. Eu fico em segundo entre Galatasaray e Besiktas e Cruzeiro e Galo. City e United talvez nem tanto, porque de uns anos para cá que o City ganhou mais tradição de títulos há pouco tempo. United é mais antigo. Por último, Grêmio e Inter. Não que o GreNal não seja um clássico tão badalado como os outros, mas dentro do que eu disputei, achei que os outros talvez tenham uma atmosfera maior

Jô
Jô em Atlético-MG e Cruzeiro (Foto: Bruno Cantini/CAM)

Os maiores clássicos da carreira de Jô

  1. Corinthians x Palmeiras
  2. Besiktas x Galatasaray
  3. Cruzeiro x Atlético-MG
  4. Everton x Liverpool
  5. Grêmio x Internacional

Jô disputou 36 jogos pelo Everton, com sete gols e quatro assistências. A passagem pelo brasileiro no Goodison Park se deu após um empréstimo junto ao Manchester City nas temporadas 2008/09 e 2009/10. Aos 36 anos, o ex-atacante está aposentado desde fevereiro deste ano.

Lucas Barbosa
Lucas Barbosa

Redator da PL Brasil. Foi por meio da Premier League, na tela do antigo Esporte Interativo, em 2007, que o Jornalismo entrou na minha vida. Duas paixões que abriram portas e me fazem realizar sonhos todos os dias. Passei pelos portais Mais Minas e Esporte News Mundo.