Liverpool 0x3 Flamengo: analisando o Mundial de 1981 pela ótica dos ingleses

Reds foram derrotados facilmente pelo clube brasileiro em 1981

0
341
Tim Vickery
Crédito: Reprodução Sportv

Com Liverpool e Flamengo próximos de realizarem suas respectivas estreias no mundial de clubes, aumentam as expectativas por uma nova final entre os clubes no torneio, como ocorreu em 1981, num jogo em que o resultado foi Liverpool 0x3 Flamengo.

Mas você sabe como o Liverpool encarou aquele jogo? Como chegou no Japão? A repercussão daquele resultado na torcida? A PL Brasil bateu um papo com o jornalista inglês e correspondente da BBC aqui no Brasil, Tim Vickery, que explicou algumas coisas da peleja.

Importante destacar que, independente da forma que o Liverpool lidou com o jogo, nada diminui a grande conquista pelo Flamengo.

  • PL Brasil no Youtube

5 MÚSICOS QUE TORCEM PARA TIMES INGLESES

Contexto do mundial na época

Antes de chegarmos a 1981, é importante entender alguns pontos que levaram o desprezo do Liverpool pelo torneio. E tudo começa em 1967, com o título mundial do Racing diante do Celtic. E qual é a relação?

Na época, os times sul-americanos eram conhecidos por terem um estilo de jogo violento. E aqui no continente todos os clubes sempre levaram o mundial a sério – por mais que os europeus não tratassem como prioridade. Então, as partidas do mundial estavam sendo bem violentas, além de serem disputadas em dois jogos (ida e volta).

“O MUNDIAL esTAVA SE TORNANDO MUITO VIOLENTO E ISSO FOI TIRANDO A CREDIBILIDADE NA EUROPA. E AÍ ELES NÃO TINHAM INTERESSE EM DISPUTAR. nÃO VALIA A PENA. NÃO TINHA VALOR”, EXPLICA TIM VICKERY.

Falando dos ingleses, por exemplo, Liverpool não quis jogar o Mundial de clubes em 1977 e 1978, onde enfrentaria o Boca Juniors nas duas ocasiões. O Nottingham Forest também foi outro que não jogou a edição de 1979 e cedeu sua vaga ao vice Malmo, da Suécia, que perdeu para o Olímpia, do Paraguai.

O desinteresse do Liverpool pelo Mundial não foi algo exclusivo com o Flamengo. Era algo bem cultural e que, segundo o jornalista Tim Vickery, mudou muito pouco nos dias de hoje.

Tim Vickery
Crédito: Reprodução Sportv

Liverpool 0x3 Flamengo

Com 45 minutos de jogo, o Flamengo já estava vencendo por 3 a 0, com dois gols do atacante Nunes e um do meia Adílio. O craque e camisa 10 do Rubro Negro, Zico, não marcou, mas desfilou em campo, dando duas assistências.

Mas como o Liverpool tratou aquele jogo? De acordo com Tim Vickery, mesmo o Liverpool tendo à disposição tudo o que tinha de melhor, os Reds não levaram a final muito a sério.

“não estou aqui para menosprezar o timaço que era o flamengo, longe disso. mas o liverpool tratou aquele jogo como uma brincadeira, um amistoso”, destaca.

Leia mais: O impacto da lesão de Fabinho e as opções de Jürgen Klopp

E sobre a repercussão da derrota? Tim Vickery explica que, mesmo o Liverpool sofrendo uma derrota por um placar elástico, não houve comentários negativos sobre o time, já que ninguém ligava para o torneio.

“eu não estou dizendo que concordo com essa cultura de não valorizar o mundial, mas isso são os fatos da época. e repito: não é desprezo e nem uma forma de esnobar o título do flamengo”, afirma.

Recentemente, o jornalista brasileiro e que é correspondente na Inglaterra, Caio Carrieri, produziu uma matéria para o jornal Folha de São Paulo, onde detalha com depoimentos toda a preparação do Liverpool para o jogo contra o Flamengo.

Além de todo o desinteresse citado acima, a matéria destaca que os jogadores beberam bastante durante o voo até o Japão. Confira um trecho da declaração do atacante dos Reds, David Johnson, que foi titular contra o Flamengo.

“A VIAGEM FOI UMA PIADA. HOJE, PARA FAZER O MESMO TRAJETO VOCÊ VIAJA PRATICAMENTE EM UM HOTEL MÓVEL. QUANDO FOMOS, FICAMOS SENTADOS POR 24 HORAS. E O QUE TE RESTA FAZER NESSAS CIRCUNSTÂNCIAS? BEBER MUITA CERVEJA E JOGAR BARALHO DURANTE TODO O TRAJETO”.

O artilheiro e ídolo do Liverpool, Ian Rush, tinha se recuperado de uma lesão e estava pronto para o jogo. Porém, o técnico Bob Paisley preferiu preservar o galês para as partidas seguintes do Campeonato Inglês, que naturalmente valia muito mais que o mundial.

Paisley conversou com a revista Placar antes do Mundial. Confira alguns trechos da entrevista.

Leia mais: O que os torcedores ingleses acham do Mundial de Clubes?
Foto: arquivo pessoal

É consenso que o time inglês não se preparou para o jogo da melhor forma, vide o resultado Liverpool 0x3 Flamengo. Talvez por opção ou talvez por desconhecer o tamanho da partida para adversário. O próprio Paisley reconheceu que errou na preparação e pediu desculpas aos seus atletas após a peleja.

Pelo lado flamenguista, ninguém quer saber dos bastidores do Liverpool. Se o clube não se preparou bem e não levou a sério, azar dos Reds.

Se ambos os clubes se reencontrarem na final deste ano, naturalmente a preparação do Liverpool será maior. Porém, mais uma vez, o Mundial está longe de ser prioridade. O que mais interessa para a equipe de Jürgen Klopp e a torcida dos Reds é ganhar a Premier League.

Havia até uma dúvida se o Liverpool iria mandar força máxima, mas Klopp já confirmou que o atual campeão da Europa vai com o que tem de melhor.

Além disso, o próprio Liverpool divulgou posts no Twitter oficial explicando o que é a competição para alguns torcedores.