Lista com 11 nomes para dispensar é feita no PSG

Lista com 11 nomes para dispensar é feita no PSG
Foto: Divulgação / PSG

O PSG mira com todas as suas forças para a Champions League 2022/23. Assim, com a renovação de atletas importantes, o clube monta agora sua lista de dispensas. Essa carta certamente tem nome de atletas mais velhos e de jogadores que tenham salários exorbitantes que não vem rendendo tanto. Por fim, acompanha aqui todos os nomes ventilados para sair dos Les Rouges Et Bleus.

Confira a lista de dispensas do Paris Saint-Germain

Acima de tudo, a ideia para essa temporada é não gastar absurdos em contratações e ser pontual com as posições carentes. Decerto, Christoper Galtier, a diretoria do clube e Mbappé tem suas preferencias e já trouxeram Vitinha, ex-Porto e provavelmente Renato Sanches também chegue do Lille. Em suma, outro nome que deve estar vindo para Paris é o de Skriniar, zagueiro da Internazionale.

Assim, os nomes na lista de dispensa são: Mauro Icardi, Danilo Pereira, Georginio Wijnaldum, Leandro Paredes, Ander Herrera, Julian Draxler, Abdou Diallo, Layvin Kurzawa, Dina Ebimde, Thilo Kehrer e Gana Gueye. Além disso, Messi, Neymar, Sérgio Ramos e Navas são nomes que dependendo da proposta financeira podem ser negociados.

Principal contratação acabou sendo a renovação de Mbappé

PSG anunciou no último jogo da temporada, um pouco antes da entrada dos atletas contra o Metz, a renovação por mais três temporadas de Kyllian Mbappé. Decerto, ele receberá o maior salário do elenco atual, cerca de 100 milhões de Euros por ano, 300 milhões de bônus com a assinatura. Além disso, ele estará junto com os dirigentes na contratações do próximo técnico, novos jogadores e vendas no plantel.

A sua negociação teve diversos nomes inclusos para fazer o francês ficar no clube, dentre eles: os companheiro de equipe, diretoria, imprensa, Presidente da França e outros grandes nomes do país.

Decepção para o PSG

Com várias contratações nesta temporada, se esperava que o clube da capital francesa se consolidasse na briga pelo título da Champions. Contudo, isso não aconteceu, sendo eliminado nas quartas de final e não apresentando um futebol que convencesse. Além disso, mesmo a instituição conquistando a Ligue 1 neste ano pela 10ª vez, os torcedores não curtiram ao fim da sessão.

Sendo assim, além de mudanças no comando de campo, jogadores mais velhos devem ser vendidos e atletas promissores parecem ganhar mais chances. A ideia da reformulação está cada vez mais visível, mostrando que a Champions League será uma obsessão para essa e as demais temporadas que estão por vir.