Preocupação para o Liverpool: Federação do Egito atualiza lesão de Salah

4 minutos de leitura

Mohamed Salah teve que ser substituído pouco antes do intervalo no empate por 2 a 2 da seleção egípcia com Gana na quinta-feira (18), depois de reclamar de desconforto na coxa. A situação preocupou o técnico do Liverpool, Jürgen Klopp, que falou sobre a possibilidade de perder seu principal jogador ao final da Copa das Nações Africanas.

— Falei com ele ontem à noite. Eles estão fazendo avaliações mais detalhadas e depois saberemos mais. No momento, foi um choque. Ele sentiu e todos sabemos como é raro o Mo precisar sair, então definitivamente havia algo. Não tenho mais informações agora — disse o treinado em entrevista coletiva concedida nesta sexta-feira (19).

  • No início da noite desta sexta, a Federação de Futebol do Egito comunicou que Salah sofreu uma distensão muscular e vai perder duas partidas da Copa Africana de Nações, contra o líder do grupo B, Cabo Verde, e depois a partida das oitavas de final, caso a seleção egípcia se classifique.

Para saber o diagnóstico da lesão de Salah, foi preciso fazer uma ultrassonografia e uma ressonância magnética. Ao que parece, a lesão não parece ser grave, já que o craque do Liverpool ficará fora dos gramados por duas semanas. Em casos mais graves, uma distensão muscular pode durar de quatro a seis semanas ou até dois a três meses de recuperação.

Os problemas do Liverpool

Os Reds retornam à ação na Premier League contra o Bournemouth no domingo (21), e Klopp não espera receber de volta nenhum jogador machucado. Contando com Salah, são cinco desfalques importantes para a equipe.

A viagem à costa sul será cedo demais para Dominik Szoboszlai, enquanto Trent Alexander-Arnold, Andy Robertson e Kostas Tsimikas permanecem fora. “Todos estão positivos, mas não prontos”, acrescentou Klopp.

— Todos estão indo na direção certa e se aproximando cada vez mais, e alguns deles podem estar no treino em equipe na próxima semana, mas para o jogo contra o Bournemouth, não espero que ninguém volte. Espero que ninguém fique fora até então – comentou o técnico.

lesionados liverpool
Foto: Icon Sport

Segundo ele, depois do Bournemouth, “talvez para o jogo contra o Fulham, veremos como os garotos estão, mas todos estão perto”.

— Trent está perto, Dom está perto, Robbo está perto. Todos estão indo na direção certa, mas para o jogo deste fim de semana, não – afirmou.

Guilherme Ramos
Guilherme Ramos

Jornalista pela UNESP. Escrevi um livro sobre tática no futebol e sou repórter da PL Brasil. Já passei por Total Football Analysis, Esporte News Mundo, Jumper Brasil e TechTudo.

Contato: [email protected]