Léo Sena – Mercado da bola, transferências, rumores e estatísticas

Leonardo de Souza Sena, ou apenas Léo Sena, é um jogador brasileiro de futebol que atua na posição de volante. A saber, o jogador nasceu no dia 31 de dezembro de 1995, na cidade de São Paulo-SP. Atualmente defende as cores do Spezia, da Itália.

Léo Sena – Início da carreira

A princípio, Léo Sena deu seus primeiros passos no futebol ainda nas categorias de base do Rio Claro. No entanto, o mercado da bola começou cedo para o jogador, que ainda nas categorias de base se transferiu para o Goiás.

Portanto, foi no Esmeraldino onde fez a sua estreia como profissional. Logo que estreou em 2016, o meio campista já se destacou, gerando rumores e especulações do seu nome em outros clubes do Brasil.

Trajetória, conquistas e highlights de Léo Sena

Assim que subiu para o time profissional do Goiás em 2016, Léo Sena participou de alguns jogos da equipe durante o Campeonato Goiano. O volante marcou seu primeiro gol como profissional, no dia 8 de maio de 2016, em um empate contra o Anápolis, no estadual. Posteriormente faria a sua estreia pelo Campeonato Brasileiro da Série B em uma vitória fora de casa contra o Tupi.

Embora ainda muito jovem, o jogador se consolidou no meio campo do Goiás. O clube já se preparando para um possível mercado de transferências no futuro. Em agosto de 2016, renovou o contrato do jogador até 2019. O mercado da bola já enxergava o volante como um jogador de potencial.

A saber, já no primeiro ano como profissional, Léo Sena disputou 35 jogos da série B do Campeonato Brasileiro. Essa sequência o deu status de titular no clube esmeraldino.

O ápice da carreira do jogador viria em 2018, quando atuou em 13 partidas do aceso do Goiás à Série A do Campeonato Brasileiro. Sendo assim, o jogador agora estaria atuando na elite do futebol nacional, podendo mostrar seu futebol para o mercado da bola.

Transferência e mercado da bola de Léo Sena

A princípio, o volante foi decisivo na primeira temporada do retorno à Série A. Ao todo foram 33 partidas disputadas, onde demonstrou muita segurança e regularidade. Esse desempenho não passou despercebido no mercado de transferências, onde já se ouviam rumores do interesse de um gigante brasileiro

Atlético Mineiro

Logo após a boa temporada de 2019, o Atlético Mineiro demonstrou interesse em contar com o jogador. O clube mineiro negociou com o Goiás uma compra em definitivo. Visto que o atleta ainda era jovem, e tinha mercado para negociações futuras.

Portanto, no dia 2 de junho de 2020, o Goiás anunciou a venda de Léo Sena para o Atlético Mineiro por R$ 4 milhões. Essa foi a primeira transação de Léo Sena dentro do mercado de transferências, atuando como profissional, e agora para um clube que já se estruturava financeiramente para disputar títulos no país.

No entanto, a temporada de estreia do jogador foi ofuscada pela pandemia, onde várias ligas de futebol ao redor do mundo tiveram que interromper suas atividades.

Além disso, o então treinador do galo, o argentino, Jorge Sampaoli, parecia não gostar muito do futebol do volante. Sendo assim, o jogador realizou apenas três jogos com a camisa do clube mineiro. Mas o futebol promissor do atleta despertou interesse do futebol europeu.

Spezia Calcio

Ainda em 2020, Léo Sena voltou ao mercado de transferências ao ser emprestado para o Spezia Calcio, da Itália, contrato de um ano com cláusula de opção de compra. O jogador fez excelentes partidas na segunda metade da temporada 2020/21, principalmente em jogos contra os gigantes Milan e Juventus de Cristiano Ronaldo.

No entanto, ao final do contrato, o Spezia não exerceu a opção de compra. Os italianos optaram por encerrar o contrato de empréstimo, e iniciar outro, com novos valores de negociação. Sendo assim, em 2021, Léo Sena foi vendido em definitivo ao clube italiano por £1.25 milhão, cerca de R$ 8,1 milhões.

Essa negociação gerou polêmicas, uma vez que o Atlético Mineiro vendeu o atleta por um valor muito abaixo do preço de mercado. O clube se pronunciou em nota esclarecendo a transferência.

“Sobre a venda de Léo Sena, o Clube Atlético Mineiro informa que o Spezia tinha a opção de compra de 100% dos direitos do atleta, por 2.3 milhões de euros. No entanto, a opção não foi realizada. O Atlético passou a trabalhar a venda do jogador, quando recebeu e aceitou proposta do clube italiano de 1.25 milhão de euros (cerca de 8,1 milhões de reais), por 90% dos direitos do meio-campista. O Clube já havia recebido 180 mil euros pelo empréstimo do atleta. Portanto, como o jogador não estava nos planos da atual comissão técnica, a negociação foi entendida como adequada, aprovada pela diretoria e com o aval do órgão colegiado.”

Recentemente, o jogador passou por problemas de saúde, logo após ter contraído o vírus da Covid-19. O atleta se ausentou dos gramados por apresentar sequelas dos sintomas da doença. De acordo com o boletim médico do Spezia, Léo Sena tem um quadro de miocardite, uma doença cardíaca que pode causar falta de ar, dor no peito e palpitações.

Entretanto, essa doença é transitória, e pode ser tratada com descanso e um prazo de recuperação. Sabendo dessa possível recuperação futura do jogador. O mercado da bola já cita rumores de uma possível ida do jogador para o São Paulo. No entanto, nenhuma informação foi confirmada em nenhuma das partes. Atualmente, Léo Sena tem 26 anos de idade, e permanece com contrato ativo no Spezia Calcio, da Itália, que recentemente anunciou Luca Gotti como o novo treinador do clube.