Lenda do Everton deixa o clube

Lenda do Everton deixa o clube
Foto: Divulgação/Everton FC

Um dos maiores ídolos do Everton se despediu do clube nesta segunda-feira (4). Trata-se de Duncan Ferguson. Big Dunc, como era chamado pela torcida, ocupava o cargo de assistente técnico. Em suma, ele sai para buscar uma oportunidade como treinador principal em outro lugar.

O ex-atleta, de 50 anos, jogou ao todo por dez anos no Everton, em duas passagens diferentes pela equipe. A saber, ele estava presente na conquista da FA Cup 1994/95, último título relevante conquistado pelos Toffees.

O escocês retornou ao clube em 2011, após a aposentadoria como jogador, para trabalhar nas divisões de base. Já em 2014, obteve a licença Pro da UEFA e passou a ocupar o cargo de assistente técnico do time profissional.

Ferguson deu a seguinte declaração ao canal oficial do Everton após a sua saída: “Foi uma decisão enorme para mim. Incrivelmente difícil, mas preciso seguir em frente, dar o próximo passo na minha carreira e buscar esse novo desafio. Ser um gerente interino me deu confiança para entrar na gestão.”

Desempenho de Ferguson no Everton

Como jogador, Ferguson disputou 260 partidas com a camisa dos Toffees. Assim, o centroavante, de 1,91m, marcou 68 gols e deu sete assistências pelo time. Além disso, conquistou a Copa da Inglaterra 1994/95. Em síntese, o estilo lutador do atacante foi o que cativou a torcida do Everton.

O escocês assumiu o time profissional, de maneira interina, em duas oportunidades. Primeiramente, foram quatro jogos na temporada 2019/20. Pela Premier League, conseguiu dois empates contra Arsenal e Manchester United, além da vitória diante do Chelsea. Contudo, foi eliminado da Copa da Liga Inglesa pelo Leicester, nos pênaltis.

Por fim, voltou a assumir o time após a demissão de Rafa Benítez na temporada passada. Porém, dessa vez só ocupou o posto na derrota para o Aston Villa, em casa. Frank Lampard assinou como técnico principal logo em seguida.