Loja em Londres vende chuteiras de Neymar e Haaland por R$19 MIL; camisa de CR7 chega a R$95 mil

8 minutos de leitura

Quanto você pagaria para ter uma chuteira autografada por craques como Neymar, Haaland ou Mbappé? Se a sua resposta for R$ 19 mil, você pode já pode comprar uma quando estiver de passagem por Londres e decorar a estante da sua casa.

Itens como chuteiras, camisas e bola autografadas por esses e outros craques da Premier League e de outras ligas do mundo estão à venda, por esse “precinho camarada”, na Harrods, a maior loja de departamentos de luxo do mundo, que fica na capital da Inglaterra. Elas fazem parte da Leipzig Galleries, uma empresa que vende essas e outras raridades ligadas ao esporte, cinema, música e política.

A galeria os artigos esportivos raros em Londres

O empreendimento começou em 1813, na Alemanha, após a Batalha de Leipzig (Batalha das Nações), quando o exército francês de Napoleão Bonaparte foi derrotado pelos aliados Prússia, Rússia, Áustria e Suécia.

Uma família local juntou relíquias dessa guerra para comercializar e desde então segue vendendo itens históricos verificados e autenticados. Para garantir que seus produtos e autógrafos são 100% autênticos, a Leipzig conta com uma equipe de especialistas e ferramentas que conseguem identificar possíveis fraudes não perceptíveis ao olho humano.

Outro método de autenticação e verificação é simplesmente ter profissionais ou terceiros que testemunham autógrafos dessas personalidades.

Recentemente a imprensa espanhola noticiou um vídeo flagrando a visita de Kylian Mbappé à cidade de Barcelona. Assim que desembarcou em solo espanhol, o craque francês foi abordado por um desses profissionais e autografou um par de chuteiras. Encontradas no mercado por R$ 2,5 mil, hoje elas valem R$ 19 mil na Leipzig.

Esse par de chuteiras não foi usado por Mbappé, mas quando falamos de itens já vestidos pelos craques, a valorização é ainda maior. Uma camisa do Real Madrid de 2014, que Cristiano Ronaldo usou em uma partida aleatória de La Liga, sai por nada menos que R$ 95 mil. Enquanto uma camisa da Argentina, assinada mas não utilizada pelo elenco campeão do mundo em 2022, custa R$ 57 mil.

Outras raridades vendidas na Leipzig Galleries

Além de artigos futebolísticos, a empresa também comercializa outros itens enquadrados e autografados como: camisa dos Bulls de Michael Jordan, luvas de Muhamad Ali, capacete de Lewis Hamilton, raquete de Roger Federer e até a válvula do motor de uma Ferrari pilotada por Michael Schumacher.

E se ampliarmos pra música, cinema e política também tem relíquias de Elvis Presley, Frank Sinatra, Taylor Swift, Winston Churchil, Bento XVI, Marlon Brando, Arnold Schwarzenegger e Marilyn Monroe. Veja alguns itens vendidos:

Chuteira de Neymar autografada

Preço: 2.995 libras esterlinas (cerca de R$ 19 mil, na cotação atual)

chuteira neymar leipzig galleries
Foto: Rodolfo Morsoletto/PL Brasil

Chuteira de Haaland autografada

Preço: 2.995 libras esterlinas (cerca de R$ 19 mil, na cotação atual)

leipzig galleries
Foto: Rodolfo Morsoletto/PL Brasil

Chuteira de Zidane autografada

Preço: 2495 mil libras (cerca de R$ 16 mil, na cotação atual)

chuteira zidane leipzig galleries
Foto: Rodolfo Morsoletto/PL Brasil

Válvula da Ferrari (usada no carro de Michael Schumacher): R$ 38 mil

carror ferrari leipzig galleries
Foto: Rodolfo Morsoletto/PL Brasil

Papel autografado por Pelé e Muhammad Ali: R$ 38 mil

pelé Muhammad Ali leipzig galleries
Foto: Rodolfo Morsoletto/PL Brasil

Bola da Copa 2014 usada em treino da Argentina e assinada por Messi: R$ 25 mil

bola messi argentina leipzig galleries
Foto: Rodolfo Morsoletto/PL Brasil

Bola do Real Madrid autografada por Bellingham: R$ 16 mil

bola bellingham leipzig galleries
Foto: Rodolfo Morsoletto/PL Brasil

Bola de basquete assinada por Stephen Curry: R$ 19 mil

golden state leipzig galleries
Foto: Rodolfo Morsoletto/PL Brasil
Rodolfo Morsoletto
Rodolfo Morsoletto

Jornalista com passagens por Terra e OneFootball. Foi repórter setorista do XV de Piracicaba e atualmente é correspondente da PL Brasil em Londres.