Lecce – História, estatísticas e conquistas

A história da Unione Sportiva Lecce, tem sua data inicial em 15 de março de 1908 na Itália, quando foi fundado o Sporting Club Lecce. Assim, o futebol, atletismo e ciclismo foram os primeiros esportes praticados no clube. Em suma, Bianconeri como era conhecido, tinha as cores pretas e brancas no seu primeiro uniforme.

Trajetória da Lecce: fundação, conquistas e ascensão

Certamente, nos seus primeiros anos, a equipe da Lecce participou apenas de campeonatos regionais, e na temporada 1923/24, teve uma crise financeira. Sem recursos, o clube só voltou a disputar jogos oficiais no dia 16 de setembro de 1927, adotando o seu nome atual, Unione Sportiva Lecce.

No final da década 20, a equipe foi campeã da Liga do Sul e garantiu acesso à Série B do Campeonato Italiano na temporada 1929/30. O jogo decisivo foi contra o Taranto Sport, vencendo pelo placar de 3 x 2. Na temporada seguinte, sua estreia na segunda divisão rendeu uma singela 13ª colocação.

Na temporada 1975/76, a equipe conseguiu uma grande conquista quando conseguiu subir para a série B, após 16 anos na terceira divisão. Entretanto, somente em 1985, a Lecce conseguiu o tão sonhado acesso para a Série A.

Posteriormente, na década de 90, após idas e vindas, os Bianconeri se reformularam e conseguiram novamente o acesso na elite italiana, onde permaneceram de 1999 até 2002. Em 2004 retornaram à elite, terminando na 9ª colocação e somando duas vitórias históricas, contra Juventus por 4 x 3 e Inter de Milão por 4 x 1.

A saber, sempre marcada por altos e baixos, a Lecce após nova reestruturação, começou a construir campanhas sólidas. Entretanto, no ano de 2012, uma polêmica abalou as estruturas do clube.

O seu ex-presidente Pierandrea Semeraro foi suspenso de qualquer atividade relacionada ao futebol por cinco anos, o que acarretou uma punição para o clube, sendo rebaixado para Série C. Depois disso, somente em 2018 o time Bianconeri conseguiu acesso à série B, e logo em seguida voltou para Série A.

Principais títulos

  •  2x Campeão Série B (2010 e 2021)
  •  4x Italian Lega Pro Champion (C) (1946, 1976, 1996 e 2018)

Mercado de Transferências da Lecce

Antes de tudo, confira as principais contratações no mercado da bola, vendas, rumores e ídolos.

Mirko Vucinic, da Lecce para Roma, por € 15,75  milhões, em 2007/08

No mercado da bola de 2007, a Lecce vendeu o atacante sérvio Mirko Vucinic para a Roma, por aproximadamente R$ 30 milhões. Antes de tudo, o atacante estreou aos 17 anos, na derrota por 1 x 0, justamente diante da Roma, seu futuro clube. Em suma, pela Lecce foram 37 gols em 118 jogos, deixando saudades por parte dos torcedores.

Valeri Bozhinov, da Lecce para Fiorentina, por € 14 milhões, no mercado de transferências 2004/05

Jogando maior parte da sua carreira na Lecce, o atacante búlgaro Valeri Bozhinov foi contratado pela Fiorentina, por aproximadamente R$ 27 milhões, no mercado da bola de 2004. Pela Lecce, estreou na Serie A Italiana em 2002 com apenas 15 anos, tornando-se o jogador estrangeiro mais jovem à disputar a elite italiana. No total, foram 20 gols em 78 jogos.

Javier Chevantón, do Danúbio, por € 7 milhões, em 2001/02

No mercado da bola de 2001, a contratação do atacante uruguaio Javier Chevantón, se tornou a mais cara do clube, pelo menos até o momento. No primeiro ano, não conseguiu ajudar a equipe, que acabou sendo rebaixada para Serie B.

Da mesma forma, Chevanton conseguiu dar a volta por cima conquistando o retorno para a Serie A. Pela equipe foram 122 jogos e marcou 58 gols, sendo um dos maiores nomes na história do modesto clube italiano.

Daniele Cacia, do Piacenza, por € 3 milhões,  no mercado de transferências 2008/09

Em primeiro lugar, no mercado da bola de 2008, a Lecce fez a segunda maior contratação da sua história, porém bastante discreta e modesta. Assim sendo, pelo time foram apenas dois gols em 20 jogos, se transferindo um ano depois para a Reggina.

Pedro Pasculi, o maior artilheiro da Lecce

O atacante argentino Pedro Pasculli, fez grande sucesso na Lecce, sendo o maior artilheiro do clube em toda história com 62 gols em 249 jogos. Por fim, o atleta atuou de 1985 até 1993.

Vítor, 32 anos, natural de Criciúma-SC, apaixonado por esportes, especialmente por futebol. Já escrevi para alguns portais de Criciúma e região, e atualmente estou no portal 4oito de Criciúma. Tenho um blog que leva meu nome, Vítor Rizzatti e escrevo de um a dois posts por semana, abordando temas atuais no âmbito esportivo. Faço jornalismo digital na Uniasselvi e estou na 1 fase.
Artigo anteriorVolendam – História, estatísticas e conquistas
Próximo artigoSampdoria – História, estatísticas e conquistas