Os laterais do Liverpool e a força que vem pelos lados

Além de ter dois dos três artilheiros da Premier League, Reds contam também com os melhores laterais da competição

0
838
Os laterais do Liverpool e a força que vem pelos lados

Os incríveis 97 pontos somados não foram suficientes para o Liverpool se sagrar campeão pela primeira vez da Premier League, terminando a um ponto atrás do bicampeão Manchester City.

Mas se por um lado fica a decepção, de outro a afirmação do time se torna inegável: além de brigar pelo título inglês até a última rodada nesta temporada, os Reds estão mais uma vez em uma final de Champions League.

Com um ataque formado por Salah, Mané e Firmino e solidez defensiva após a chegada de Virgil van Dijk, parecia que a única lacuna a se preencher no time era a de goleiro.

laterais do Liverpool arnold robertson

Com a chegada do brasileiro Alisson, no início da temporada, esse problema foi sanado. Contudo, se os holofotes brilham mais para os nomes acima, pode-se dizer que os laterais foram coadjuvantes à altura de Oscar nesse time.

Lado direito consolidado…

Revelado no clube, Trent Alexander-Arnold fez sua estreia no time principal em uma vitória dos Reds por 2 a 1 sobre o Tottenham, pela Copa da Liga Inglesa, ainda em outubro de 2016.

Já na metade de 2017, Nathaniel Clyne, se lesionou e ficou fora dos gramados por cerca de oito meses. Isso fez com que o jovem lateral tivesse uma sequência como titular e aos poucos fosse se firmando.

Na atual temporada, o jogador é o titular absoluto da posição. Sua ascensão se deu de forma tão rápida que Clyne foi emprestado ao Bournemouth na última janela de transferências.

Alexander-Arnold se tornou o defensor com mais assistências em uma única edição de Premier League: 12 passes para gol em 29 partidas. No geral, ficou atrás apenas de Eden Hazard (Chelsea) e Ryan Fraser (Bournemouth), com 15 e 14, respectivamente.

Pela Champions League, foram mais quatro contribuições diretas para gol até aqui.  Além de ser muito preciso nos cruzamentos – característica marcante – o jovem inglês também é um bom cobrador de faltas.

Segundo o Transfermarkt, site especializado em valor de mercado de jogadores de futebol, o camisa 66 do Liverpool está avaliado atualmente em 50 milhões de euros.

…e lado esquerdo também

Se pelo lado direito chegam passes decisivos, não é nada diferente pelo esquerdo. Vindo contratado junto ao Hull City em julho de 2017 por apenas nove milhões de euros, Andrew Robertson chegou para preencher uma posição que era um problema no Liverpool desde os tempos de Brendan Rodgers.

Com as atuações irregulares de Alberto Moreno pelo setor, James Milner chegou a ser improvisado na posição. Até que, na temporada passada, o escocês resolveu os problemas por ali.

Atrás apenas de seu companheiro de equipe, Roberston é o segundo defensor na Premier League que mais passes deu para gol. O jogador rapidamente se tornou um desafogo importante para o time e hoje é o dono da posição de maneira indiscutível.

PL Brasil Press Awards: a opinião dos jornalistas sobre a temporada 2018/2019

Comprovando o seu desempenho, o seu valor de mercado subiu de nove para 50 milhões de euros em apenas duas temporadas com a camisa dos Reds. Recentemente estendeu seu vínculo com o clube até 30 de junho de 2024.

Após período de instabilidade na posição, Robertson se firmou como o dono da lateral esquerda do time de Jurgüen Klopp.

No último dia 25, PFA, Associação dos Jogadores Profissionais da Inglaterra, elegeu tanto Alexander-Arnold quanto Robertson para a seleção do Campeonato Inglês. As laterais do Liverpool estão muito bem servidas.