La Liga planeja amistosos na América do Norte durante Copa do Mundo

La Liga planeja amistosos na América do Norte durante Copa do Mundo
La Liga planeja amistosos na América do Norte durante Copa do Mundo (Foto destaque: Divulgação/La Liga)

Os times que disputam a La Liga devem disputar amistosos na América do Norte durante a Copa do Mundo, que será no Catar. Visto que a competição vai parar entre os dias 13 de novembro e 21 de dezembro. Assim sendo, seria uma forma dos jogadores que não forem convocados não ficarem tanto tempo sem jogar. Inclusive, será a primeira vez que o mundial será disputado no final do ano.

Com a disputa do Mundial, os jogadores convocados por suas seleções nacionais devem ser liberados pelos seus clubes a partir de 14 de novembro. Ao passo que os não convocados seriam entre 350 e 400 jogadores em La Liga. Dessa maneira, em 13 de novembro ocorre a 1ª rodada da Copa do Rei. Mas que não contará com Real Madrid, Barcelona, Betis e Valencia, que estão classificados para outra competição.

Posteriormente, jogadores que não forem disputar a Copa do Mundo terão 10 dias de férias. E na sequência. A La Liga deve começar os amistosos pelos Estados Unidos e México. A saber, os amistosos seriam contra times desses países da América do Norte. Contudo, ainda não há definição de como será a disputa. Além disso, os dias dos jogos não coincidirão com os do mundial no Catar.

La Liga ainda não definiu como serão os amistosos, que podem não contar com Real Madrid e Barcelona

Ao contrário da primeira divisão espanhola, a segunda não vai parar durante o mundial. Já que a Copa do Mundo não deve afetar o andamento da competição. Visto que poucos jogadores costumam estar entre os convocados. Além disso, seria uma oportunidade de aumentar o público em La Liga 2. Posto que devem haver possíveis derbis no período.

No entanto, times de La Liga como Real Madrid e Barcelona têm a presença nos amistosos incerta. Posto que os dois clubes são os que mais cedem jogadores às seleções. Dessa maneira, não teriam seus melhores atletas à disposição, o que poderia prejudicar as atuações dos Merengues e do Barça em outro continente.