Klopp reconhece história de Origi no Liverpool

O técnico Jürgen Klopp do Liverpool falou pela primeira vez sobre a saída do atacante Divock Origi. A saber, o holandês assinou gratuitamente com o Milan, e se despediu na partida contra o Wolverhampton pela 38ª rodada da Premier League. Em suma, o treinador alemão falou um pouco da contribuição do jogador que já estava em Anfield Road antes dele mesmo.

Origi deixa o Liverpool

O atacante Divock Origi, de 27 anos, deixou o Liverpool após nove temporadas vestindo a camisa vermelha. A saber, ele chegou a Anfield Road em 2014/15 após destacar pela Seleção Holandesa na Copa do Mundo no Brasil. Assim, o centroavante chegou e já conseguiu um espaço entre os principais atletas do clube, no time titular. Mas perdeu muito espaço com Klopp.

Em resumo, Origi entrou em campo 174 vezes com a camisa do Liverpool. Assim, marcou um total de 41 gols. Nesse meio tempo, teve um empréstimo de um ano para o Wolfsburg.

Klopp elogia Origi

Origi Milan Klopp

O técnico Jürgen Klopp falou pela primeira vez sobre a saída de Origi nesta sexta-feira (8). Em resumo, o treinador alemão elogiou o atleta, e enumerou alguns momentos em que o holandês foi importante na equipe.

“Div estava aqui antes de mim, emprestado e coisas assim, mas teve um período incrivelmente bem-sucedido aqui, mesmo quando eu não jogava com ele com tanta frequência. Eu disse isso muitas vezes: minha culpa e um pouco de toda a qualidade do elenco. Mas ele é uma lenda do Liverpool definitivamente. Quando você pensa em Divock, você não pode evitar um sorriso, porque tantos grandes momentos só foram possíveis por causa dele. Absolutamente excepcional. Como o ombro/cabeça em Newcastle; tantas coisas; os gols contra o Everton; Liga dos Campeões, a final. Absolutamente ótimo”, disse Klopp.

Além disso, Jürgen Klopp aproveitou o momento para desejar o melhor para o futuro do seu ex-jogador. Em suma, ele relembrou de uma conversa que teve com Origi em sua despedida.

“Desejamos a ele tudo de melhor. Foi o que eu disse a ele quando lhe dei um abraço depois do nosso último jogo na Premier League, quando ele se despediu. Eu disse: ‘Onde quer que você vá, eu sei que você será um sucesso e desejo-lhe toda a sorte na vida, porque você merece”, completou.