Klopp: ‘Não sei como explicar a situação de Darwin Nuñez, mas…’

4 minutos de leitura

Responsável pelas mudanças que viraram o jogo contra o Fulham nesta quarta-feira (10), o técnico Jürgen Klopp revelou em entrevista após a partida que originalmente pretendia começar com Darwin Nuñez entre os titulares nos primeiros 90 minutos do duelo pelas semifinais da Copa da Liga Inglesa, em Anfield.

No entanto, o uruguaio foi entrar em campo apenas aos 11 minutos do segundo tempo, junto com Cody Gakpo e veio de Nuñez as duas assistências para os gols da virada, marcados por Curtis Jones e pelo holandês que também saiu do banco de reservas.

Com oito gols e 10 assistências em 30 jogos na temporada, Nuñez está ficando marcado pela quantidade de gols perdidos. Só contra o Fulham, foram três finalizações no gol, uma para fora e uma grande chance perdida. Ainda assim, o uruguaio arrancou muitos elogios de Klopp.

— Ele joga de forma excelente, há tantas coisas que adoro no jogo dele. Não sei como explicar a situação de Darwin. Estou muito feliz com o nosso público, como eles encaram isso. Estou muito feliz com a reação de Darwin. Mas não dá para ter mais azar nessas situações de finalização, isso não é possível. Ele faz absolutamente tudo certo, mas a bola não entrou.

Klopp também citou o período de adaptação de Nuñez no Liverpool e o motivo dele não ter começado a partida contra o Fulham.

— O primeiro ano foi um ano de adaptação e ele marcou aqui e ali. Mas agora ele contribui em todos os jogos. Ele teria começado esta noite, mas teve cólicas no último jogo. Três dias depois, ele não começa e aí ele ainda arma o outro gol. Eu acho que é muito especial fazer isso de novo.

Klopp pede desculpa a Curtis Jones

A joia de 22 do Liverpool, Curtis Jones iniciou seu 13º jogo como titular nesta temporada e marcou o primeiro gol da virada do Liverpool, o que foi o suficiente para tirar boas falas do seu treinador.

— Curtis [Jones] é super, super, super importante para nós e ele sabe disso. Eu ouvi a entrevista dele e a única coisa que me escapou foi quando ele disse “Preciso de mais tempo de jogo” (Risos) Adorei! Sinto muito, Curtis, por não ter lhe dado mais tempo de jogo antes.

A entrevista que Klopp se refere é de Curtis Jones à “Sky Sports” logo após a vitória sobre o Fulham em casa.

— Estou na equipe desde os 17 anos e a jornada tem sido de altos e baixos. Nem sempre foi fácil, mas sempre permaneci firme, minha mentalidade está certa, sei que tenho habilidade e só preciso de tempo de jogo.

Romulo Giacomin
Romulo Giacomin

Formado em Jornalismo na UFOP, passou por Mais Minas, Esporte News Mundo e Estado de Minas. Atualmente, escreve para a Premier League Brasil.