A visão de Klopp sobre a concussão de Karius na final da Liga dos Campeões

Goleiro alemão falhou em dois dos três gols do Real Madrid após lesão séria

0
155
klopp
STOKE ON TRENT, ENGLAND - JANUARY 05: Jurgen Klopp the Manager of Liverpool applauds the fans following their team's 1-0 victory during the Capital One Cup semi final, first leg match between Stoke City and Liverpool at the Britannia Stadium on January 5, 2016 in Stoke on Trent, England. (Photo by Clive Mason/Getty Images)

Semanas já se passaram desde a decisão da Liga dos Campeões que ficou marcada pelas grandes falhas do goleiro alemão do Liverpool, Loris Karius, mas um assunto ainda vem à tona: a concussão sofrida pelo arqueiro.

Leia mais: Como Naby Keita eleva o meio-campo do Liverpool?

Não se sabe o momento exato, mas acredita-se que em um contato muito forte depois de uma disputa com o defensor espanhol Sérgio Ramos, do Real Madrid, o arqueiro dos Reds foi o mais prejudicado, tendo a lesão detectada nos dias posteriores.

A contusão caracterizada sempre por uma batida na cabeça não tem resultados similares em todos os casos. Com certo retardo, os efeitos podem ficar à mostra segundos, minutos ou horas depois.

Cinco dias após a final da Liga dos Campeões, o Hospital Geral de Massachusetts, que examinou o atleta, publicou esta nota:

“Depois de cuidadosamente rever a partida e integrando isso a um detalhado histórico médico – incluindo sua condição presente e os sintomas apresentados – e dados objetivos, concluímos que o sr. Karius sofreu uma concussão durante a partida de 26 de maio de 2018. No momento do exame, o principal sintoma residual do sr. Karius era disfunção espacial visual existente e que provavelmente ocorreu imediatamente após o evento. Sintomas adicionais e objetivas áreas de disfunção também persistiam”.

Até aqui, o treinador Jurgen Klopp ainda não havia se pronunciado sobre a atuação do goleiro e, principalmente, a lesão, que resultou na péssima apresentação individual de Karius.

Nesta sexta, o site oficial do Liverpool publicou, em inglês, uma entrevista com o treinador alemão. Com isso, decidimos traduzir algumas respostas importantes do comandante do time inglês. Veja!

Perguntado sobre como se sente quanto ao começo de pré-temporada, se há algum tratamento diferente com o goleiro, Klopp respondeu ao site oficial: “Tudo é normal aqui. Eu não sei exatamente o que as pessoas pensam ou fazem na situação. A única coisa que posso dizer é que ele teve uma concussão no jogo”.

O suposto exato momento da lesão (Foto: Reprodução)

“Quem teve uma concussão sabe que não há uma maneira como se sente, existem maneiras diferentes. Ele bateu a cabeça e sentiu, mas não sabia que tinha sido uma concussão. É assim que as concussões são. O cara que tem é o último a estar ciente disso provavelmente”.

“Com toda a intensidade do jogo, a adrenalina e a decepção após o jogo, ninguém pensou muito nisso. Eu precisava de alguns dias, para ser sincero, aceitar o fato e lidar com a situação [de perder a final]. Não foi assim tão fácil”.

Leia mais: Homofobia e libertação: conheça a história de Robbie Rogers, ex-Leeds

“Depois de quatro dias recebi um telefonema de Franz Beckenbauer, nosso Bobby Moore, nosso maior jogador de futebol, que é amigo meu. Ele me ligou e disse que veio de um médico. Franz me disse: ‘seu goleiro teve uma concussão'.

“Eu perguntei: ‘o que?'. Pois no jogo, da minha posição, que não era muito boa de ver o lance talvez houvesse contato ou não. Eu disse a ele imediatamente ‘OK, me dê alguns minutos, tenho que consertar algumas coisas'.

“Peguei todas as fotos de diferentes perspectivas, vi e pensei: ‘como todos nós podemos pensar que o garoto que não mostrou nenhuma fraqueza naquele jogo até então cometeu esses grandes erros em um jogo muito importante e ninguém pensa que o motivo foi a batida que ele recebeu? Eu pensei: ‘OK, vamos lá, precisamos checar isso'.

“Agora eu sei que uma concussão não está indo e vindo em um dia – se você tem um, você vê isso dias depois. Cinco dias após a final, Loris tinha 26 dos 30 marcadores para uma concussão ainda. Isso é claro“.

“Se você perguntar a Loris, ele diz que não pensou sobre isso e não usou por um segundo como desculpa. Nós não usamos isso como uma desculpa, nós usamos isso como uma explicação. Isso é sempre importante. É isso que a análise deve ser: você explica porque as coisas acontecem. Então, deste ponto de vista, do meu lado está tudo bem. Nós não pensamos mais sobre isso e começamos completamente tudo novamente.”

“Ele foi influenciado por essa batida. O que o resto do mundo está fazendo, eu não me importo. Não é importante o que as pessoas dizem. Nós não usamos isso como desculpa”.

Os Reds esperam não ver imagens parecidas com esta na temporada 2018/19 (Foto: Getty Images)

Os torcedores do Liverpool esperam por mais uma boa temporada do time. Klopp e seus comandados terão alguns jogos-testes nesta pré-temporada sem algumas estrelas que participaram da Copa do Mundo.