Irritado, Klopp detona arbitragem em Liverpool x Arsenal: ‘Quem foi o VAR?’

4 minutos de leitura

Liverpool e Arsenal empataram em 1 a 1 durante um jogo de tirar o fôlego neste sábado (23), em Anfield. Apesar do alto nível técnico apresentado pelas equipes dentro de campo, a arbitragem da Premier League mais uma vez foi protagonista e esteve em torno de uma polêmica do jogo.

Ainda no primeira tempo, quando o Arsenal vencia por 1 a 0, Martin Odegaard encostou a mão na bola dentro da grande área. O Liverpool, claro, reclamou bastante da não marcação da penalidade máxima. Jürgen Klopp foi questionado sobre o lance após a partida.

Klopp questiona arbitragem em pênalti sonegado ao Liverpool

Como sempre, o alemão teve uma opinião forte sobre o lance. Em entrevista à “Sky Sports”, Klopp questionou a omissão do VAR na jogada e acredita que o pênalti deveria ter sido marcado em favor do Liverpool.

–Tenho certeza que alguém vai me explicar e dizer que não é mão na bola, mas não sei. O árbitro pode ver porque não tenho ideia de onde ele estava naquele momento, mas isso é outra questão. Quando alguém está sentado neste escritório (VAR), como ele pode chegar à conclusão de que talvez valha a pena dê outra olhada nisso. Quem foi o VAR?–, destacou.

O árbitro de vídeo de Liverpool e Arsenal foi David Coote, enquanto Chris Kavanagh comandou a partida dentro de campo. De acordo com a “Sky Sports”, a PGMOL, órgão de comanda a arbitragem inglesa, justificou a decisão alegando não se tratar de um “erro claro e óbvio”.

Klopp atualiza as lesões de Luís Díaz e Kostas Tsimikas

Além do tropeço, o Liverpool teve duas péssimas notícias no jogo: as lesões de Luís Díaz e Kostas Tsimikas. O colombiano sofreu uma pancada no joelho, enquanto o grego contundiu o ombro após ser empurrado por Bukayo Saka. A tendência é que a situação do camisa 7 seja menos grave.

Foi joelho contra joelho. Queríamos trocar duas vezes, mas depois o Lucho caiu, então trocamos os três. Só um pouco de dor. Não estou preocupado, mas nunca se sabe–, avaliou.

O caso de Tsimikas é grave. O lateral-esquerdo fraturou a clavícula, curiosamente, a mesma lesão que Andrew Robertson, titular da posição no Liverpool, teve. As expectativas são as piores possíveis.

(Luís Díaz) Foi enormemente ofuscado pelo problema da clavícula de Kostas Tsimikas, definitivamente quebrada. Então ele ficará afastado por um longo tempo. As outras questões teremos que ver. É difícil para nós engolirmos a situação de Robertson–, externou.

O Liverpool está na segunda posição da Premier League, com 39 pontos. O time voltará a campo na próxima terça-feira (26), contra Burnley, às 14h30 (de Brasília).

Lucas Barbosa
Lucas Barbosa

Redator da PL Brasil. Foi por meio da Premier League, na tela do antigo Esporte Interativo, em 2007, que o Jornalismo entrou na minha vida. Duas paixões que abriram portas e me fazem realizar sonhos todos os dias. Passei pelos portais Mais Minas e Esporte News Mundo.