Kane tem ‘vício’ surpreendente revelado por Tuchel: ‘A quantidade que bebe é ridícula’

4 minutos de leitura

Harry Kane está em uma temporada artilheira pelo Bayern de Munique. O inglês, que chegou ao clube no início da temporada, já soma 44 gols em 44 partidas, liderando a artilharia da Bundesliga e da Champions League. E ele tem um “segredo” para isso.

Antes da partida contra o Real Madrid desta quarta-feira (8), válida pela volta das semifinais da Champions League, Thomas Tuchel revelou esse segredo inusitado. Kane tem um consumo frequente de cappuccinos.

O vício de Kane

Em um tom de brincadeira na entrevista coletiva antes da partida contra os merengues, Tuchel comentou sobre seu espanto. Segundo ele, o inglês bebe quantidades absurdas de café:

— Sempre que vou à cozinha, ele está na frente da máquina de café tomando um cappuccino. A quantidade que ele bebe por dia é ridícula. Mas parece que faz bem para ele, pois está em ótima forma física e mental.

O treinador do Bayern, que não deve seguir no clube na próxima temporada, ainda brincou: “Ele está em boa forma, então eu também comecei a fazer isso”. Em meio às risadas, Tuchel ressaltou a importância de Kane.

Bayern Tuchel
Thomas Tuchel é o técnico do Bayern (Foto: Icon Sport)

O ex-jogador do Tottenham acumula 44 gols em 44 partidas em todas as competições nesta temporada. Esse número o coloca como o maior goleador do futebol europeu, à frente de Mbappé (43), Haaland (36).

Além disso, ele já superou sua melhor temporada de todos os tempos em termos de gols, quando ainda estava no Tottenham. Na ocasião, marcou 41 vezes em 2017-18.

A importância de Kane no Bayern

O maior artilheiro da história da seleção inglesa também concedeu entrevista coletiva antes do duelo da Champions League. Ele se mostrou feliz no clube alemão em sua primeira experiência fora do país natal.

Harry Kane
Kane comemora gol pelo Bayern de Munique. (Foto: Icon Sport)

“Estou feliz em poder ajudar o time com meus gols. Estou feliz e conhecendo cada vez melhor o time”, afirmou o camisa 9. Tuchel, por sua vez, não poupou elogios ao jogador não só pelo que faz em campo.

— Ele foi capitão do Tottenham e é da Inglaterra e nos deu tudo o que podíamos esperar. Sabia que traríamos uma grande personalidade para o vestiário. Além do que ele soma em gols, assistências e movimentos, ele sabe lidar com a pressão — disse o treinador.

Guilherme Ramos
Guilherme Ramos

Jornalista pela UNESP. Escrevi um livro sobre tática no futebol e sou repórter da PL Brasil. Já passei por Total Football Analysis, Esporte News Mundo, Jumper Brasil e TechTudo.

Contato: [email protected]