Juventus – História, estatísticas e conquistas

O Juventus Football Club ou simplesmente Juventus, é um clube italiano, com sede em Turim. Fundada no dia 1 de novembro de 1897, a Juve é um dos clubes de futebol mais bem sucedidos da Itália.

Informações importantes sobre a Juventus

  • Estádio: Allianz Stadium
  • Capacidade: 41.507
  • Mascote: Jay, a zebra
  • Principais rivais: Torino, Inter de Milão

Trajetória da Juventus, fundação, conquistas e ascensão

O clube mais vencedor no território italiano, logo faturou o primeiro Scudetto em 1905, oito anos após sua fundação. Depois, ficou um longo tempo sem títulos, voltando a ganhar em 1926.

Quando o então proprietário da FIAT, Eduardo Agnelli, se tornou presidente do clube, em 1923, a Juventus passou a dominar o Campeonato Italiano. Sendo assim, na década seguinte, a equipe ganhou cinco títulos consecutivos, entre as temporadas 1930-1931 e 1934-1935.

Com os Scudettos dos anos 50, foi o primeiro clube italiano a conquistar 10 campeonatos, o que resultou em uma premiação (Golden Star for Sport Excellence). No entanto, na década de 1970, a Juventus se consolidou ainda mais em sua posição no futebol nacional, ganhando mais cinco vezes a Serie A (1971/72, 1972/73, 1974/75, 1976/77 e 1977/78).

Os anos de sucesso

Nos anos 80 a Juventus foi um grande sucesso. Enfim, conquistou a tão sonhada Liga dos Campeões. Na temporada 1984-85, a Velha Senhora bateu na final o forte time do Liverpool, por 1 x 0, gol de Michel Platini, no jogo que ficou conhecido como a Tragédia de Heysel. Na ocasião, 39 pessoas foram mortas quando um muro do estádio desabou – a maioria eram torcedores da Juventus.

Ainda neste período, o clube faturou o Scudetto mais quatro vezes: 1980-81, 1981-82, 1983-84 e 1985-86.

Após 11 anos, o time voltou a ser o melhor da Europa. Na temporada 1995-96, a Juventus encarou o Ajax, campeão da edição anterior. Ravanelli abriu o placar aos 12’ do 1º tempo, mas, ainda na etapa inicial, Litmanen empatou. O resultado persistiu e o jogo foi para os pênaltis. Na decisão brilhou a estrela do goleiro Peruzzi, que pegou duas cobranças dos holandeses e garantiu a Champions para a Juve.

Na Serie A, o clube havia ficado nove anos sem ganhar, mas retomou o caminho do título na temporada 1994-95. A equipe foi ao mercado da bola e trouxe grandes jogadores, como Zinédine Zidane, Filippo Inzaghi, Edgar Davids e Paolo Montero. A Velha Senhora faturou o caneco em 96-97 e 97-98 e, ainda, foi vice da Champions League nessas duas temporadas.

O momento sombrio da Juventus

A década de 2000 marcou um início forte da equipe, conquistando dois Scudettos, em 2001-02 e 2002-03, além de fazer a final da Liga dos Campeões contra o Milan. No entanto, o que marcou a história da Juventus foram alguns rumores do escândalo de manipulação de resultados, que resultou no rebaixamento para Serie B pela primeira vez na história. Além disso, o clube teve seus dois títulos (2005 e 2006) retirados.

Sendo assim, alguns jogadores não permaneceram e foram levados mercado de transferências da época, mas outros ficaram, para ajudar a reerguer o clube. Buffon, Chiellini, Nedved, Camoranesi, Del Piero e Trezeguet foram alguns dos que permaneceram no momento mais sombrio da Juventus.

O regresso

Depois de voltar para elite do futebol italiano, em 2007, a Velha Senhora só conseguiu o título novamente na temporada 2011-12, muito pelo fato de ter feito uma aposta certeira em um ídolo que estava iniciando a carreira de treinador, Antonio Conte.

A partir da primeira conquista de Conte, campeão invicto em 2011-12, a Juventus enfileirou uma sequência de oito títulos seguidos. De 2012-13 até 2019-20. Totalizando nove Scudettos e reforçando a supremacia Bianconeri na Itália.

Mercado de Transferências da Juventus

Em suma, sendo um clube com uma história antiga, vitoriosa e muito bonita, certamente a Velha Senhora teve grandes jogadores e até treinadores que ajudaram a construir e continuar a bela história do clube.

Então, separamos cinco nomes, atuais e do passado. No Mercado de Transferências, a Juventus trouxe alguns nomes que eventualmente se tornaram ídolos.

Del Piero – maior da história

Ele teve oportunidade de sair, mas preferiu ficar, embora muitos rumores apontassem um destino distante. Como resultado, é considerado por muitos como maior ídolo da história da JuveDel Piero se tornou o maior artilheiro e o jogador que mais vezes vestiu a camisa do clube.

Gigi Buffon – o maior goleiro da história

Surgiu no Parma, mas logo foi fisgado pela Juventus no mercado da bola. É amplamente considerado como um dos melhores goleiros da história, por tudo que fez pela Juventus e seleção italiana. Além disso, é campeão de quase tudo, infelizmente, só faltou a Liga dos Campeões no currículo da lenda.

Michel Platini – fez história

O francês foi sinônimo de técnica da Juventus dos anos 80. Apesar de não ter ficado tanto tempo no clube, comparado a outros jogadores, Michel Platini era o principal nome da equipe que conquistou duas Serie A e o primeiro título de Champions League para o clube.

Cristiano Ronaldo – o melhor do mundo

O que parecia não passar de rumores, aconteceu. Cristiano Ronaldo deixou o Real Madrid e, nesse sentido, o mercado da bola o levou para Turim. A Juventus desembolsou 117 milhões de euros (cerca de R$ 450 milhões) na época pelo jogador. Ele marcou 101 gols e distribuiu 22 assistências, em 134 jogos.

Vlahovic – a contratação mais cara do mercado da bola

Neste mercado da bola, a Juventus se movimentou em busca de um novo atacante. O clube anunciou a contratação do atacante Dusan Vlahovic, de 22 anos, que estava na Fiorentina. Por fim, a Viola recebeu cerca 75 milhões de euros (R$ 454,2 milhões) pelo jogador, que receberá um salário anual de 7 milhões de euros, segundo informações da imprensa italiana.