Com Pogba perto de saída, Juventus mira Barcelona por substituto, mas tem concorrente árabe

4 minutos de leitura

A Juventus busca resolver um problema em seu meio-campo durante a janela do mercado da bola europeu. Isso porque existe a possibilidade de o francês Paul Pogba ser mais um dos jogadores da Europa a fazer as malas para a Arábia Saudita.

Nesta semana, a imprensa italiana publicou que o novo clube de Roberto Firmino, Al Ahli, fez uma nova proposta de 150 milhões de euros (aproximadamente 805 milhões de reais) para o meio-campista, após ele ter recusado uma primeira oferta de 100 milhões de euros (cerca de 537 milhões de reais).

Devido ao risco de Pogba aceitar a nova proposta dos sauditas, a Juventus já está procurando opções no mercado para reforçar o elenco para a temporada 2023/24. Segundo o site espanhol “Mundo Deportivo”, o favorito para assumir o posto seria Franck Kessié, do Barcelona. O jogador foi oferecido ao técnico Massimiliano Allegri, que deu o sinal verde para a transferência.

A Juventus estaria mais interessada em um empréstimo, enquanto o Barça prefere que o meio-campista seja vendido, de acordo com o veículo da Espanha.

Sauditas também têm interesse em Kessié

O ex-atacante do Barcelona, David Villa, rasgou elogios ao técnico do Barça, Xavi Hernández. O ex-jogador destacou os números do time na temporada sob o comando de seu ex-companheiro de vestiário.
Foto: Pressinphoto / Icon Sport

Além da Juventus, o Al Ahli estaria interessado em contar com Kessié na próxima temporada. No fim de junho, o site inglês “The Athletic” havia noticiado que o marfinense poderia ir para a Arábia Saudita por 30 milhões de euros. Os sauditas teriam iniciado a negociação com o jogador, mas ainda não haviam realizado a oferta oficialmente.

Em entrevista coletiva na última semana, o técnico Xavi, do Barcelona, falou sobre a possibilidade de transferência de Kessié.

— Falei com Kessié, sim. Ele já sabe da situação, mas a conversa foi privada e não a tornarei pública – disse o treinador.

No entanto, o marfinense não estaria muito favorável a sair da Europa nesta intertemporada. De acordo com o “Mundo Deportivo”, a Itália lhe parece um destino melhor, já que ele “se sente mais respeitado e admirado” pelo período que atuou no país.

Foram cinco anos no Milan (2017-2022) e um na Atalanta (2016-2017), além de uma temporada na segunda divisão italiana pelo Cesena (2015-2016). Por isso, a Juventus seria um destino pelo qual o marfinense teria mais apreço.

Maria Tereza Santos
Maria Tereza Santos

Jornalista pela PUC-SP. Na PL Brasil, escrevo sobre futebol inglês masculino E feminino, filmes, saúde e outras aleatoriedades. Também gravo vídeos pras redes e escolhi o lado azul de Merseyside. Antes, fui editora na ESPN e repórter na Veja Saúde, Folha de S.Paulo e Superesportes.